Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Eramos uma turma unida 2

Nosso primeiro dia de folga juntos no apartamento foi tenso. Meu coração parecia que ia pular pela boca. Eu imaginava mil coisas, sem saber ao certo o que ia acontecer. Estava dentro do meu quarto quando Denise bate na porta me convidando pra ir à piscina do prédio. Concordei imaginando que sair do apartamento naquele momento era a melhor coisa pra acalmar os ânimos. Coloquei minha bermuda e sai.
Denise estava com um minúsculo biquíni fio dental de crochê branquinho. Minúsculo era apelido, a menina estava praticamente nua no apartamento. Era riu quando viu minha cara.
-que achou? Bonito?
-Denise! Você ta louca? Vai na piscina do prédio assim?
Denise riu nervosa e disse que podíamos fazer nossa própria piscina em casa. Rapidamente colocou uma toalha junto a varanda, encheu dois baldes de água e levou pra varanda. Derramou lentamente um dos baldes sobre a cabeça ficando toda molhada e ainda mais sensual.
- Paulo, la em cima da minha cama tem um presente pra voce, quero que vista!
Eu tava mais pra la do que pra cá. Denise tinha tudo planejado não me deixando espaço para raciocinar. Adorei! Fui no quarto e tinha um embrulho pequeno. Abri e era uma sunga. Entendi... eu de sunga ela de biquíni isso tudo dentro do apartamento nos dois sozinhos... Otimo! Isso vai dar merda...
Coloquei a sunga, mas meu pau já duro não permitia muitos arranjos não. Coloquei meio pro lado e fui a luta. Voltei na sala e Denise estava deitada na toalha tomando sol na varanda que não era muito grande, mas grande o bastante. Cheguei e joguei o balde que sobrou sob minha cabeça ficando também molhado. Meu pau duro dentro da sunga, ela de biquíni o clima era de tesao total.
Ai Paulo, to morrendo de tesao, voce não faz idéia... e ria muito, nervosa porem muito disposta a levar a brincadeira pra frente. Meu pau foi ficando duro de novo, e não fiz questão nenhuma de esconder, logo pulou pra fora da sunga revelando-se pra ela. Denise mordeu os lábios e foi com a mao para o meio das próprias pernas.
Tira pra fora? To louquinha pra ver ele inteirinho... disse quase num clamor.
Atendi tirando a sunga e revelando tudo. Sua vez.... Denise soltou sensualmente o laço do biquíni lentamente escorregando por sua pele molhada. A marca do sol era bem pronunciada me deixando louco, mais louco ainda. Denise soltou o outro laço e deixou que o tecido fosse se soltando sozinho, fez o mesmo com a parte de cima que rapidamente revelou seus seios médios pontudos e muito duros. De Joelhos, virou de costas puxando a parte de baixo mostrando sua bunda maravilhosa. Devagar foi levantando a bunda para cima arrebitando e expondo tudo. Seu cuzinho rosa, sua xaninha toda depilada sem nenhum pelo. Eu imediatamente comecei a me masturbar vendo aquilo na minha frente. Denise se virou de frente e de novo de joelhos, sentada nas pernas foi olhando, se masturbando.
Ficamos os dois em silencio na masturbação mutua so no visual. Eu estava com muito tesao e logo quis gozar. Denise pediu...
- quero que jogue tudo na minha boca....
Eu levantei, ela de joelhos so aguardando de boquinha aberta.
Gozei fartamente, parte em sua cara, parte na boca. Denise parecia adorar o gosto e bebia tudo avidamente. Nua com porra na cara, nos seios nos cabelos sorriu pra mim e disse que tinha sido a gozada mais deliciosa de sua vida. Com a ponta dos dedos, limpava cada gota de minha porra em seu corpo levando a boca e chupando o dedo como se fosse sorvete.
Eu encostado na parede ainda me recuperando morria de tesao com a visão. Ela se levantou, nua, chegou bem perto de mim e disse.
eu te amo cara... e saiu correndo pro banheiro.

Sobre este texto

acrobat

Autor:

Publicação:31 de dezembro de 2013 14:19

Gênero literário:Depoimento erótico

Tema ou assunto:Fetiches

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Este texto foi lido 453 vezes desde sua publicação em 31/12/2013. Dados do Google Analytics

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

  • Pacato Cidadão
    Postado porPacato Cidadãoem4 de janeiro de 2014 18:50

    Finalmente uma história bem escrita e absurdamente excitante...
    Adorei os dois capítulos e gostaria de ver a continuação!
    Parabéns!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*