Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Sábado a noite

O restaurante estava um pouco vazio. Escolhemos uma mesa com quatro cadeiras em local mais reservado e nos sentamos. Continuamos a beber e e começamos a nos beijar. Roberto começou a passar a mão em minhas pernas por debaixo da mesa e em determinado momento enfiou o dedo na minha bucetinha, que a esta altura estava molhadinha e eu comecei a acariciar seu pau por cima da calça. O efeito da bebida e o ambiente descontraído estava nos deixando alucinados de tanto tesão. Ele chegou a dizer no meu ouvido que não sabia se ia agüentar chegar até o hotel para me fuder toda. Ele então apertou minha mão e me chamou para dançar. Meu marido me olhou, e disse que se eu quisesse não havia problemas. Aceitei e fomos para a pista de dança. Poucos minutos depois, começou uma música lenta e ele me pegou pela cintura e fomos dançar juntos. Ele me apertou contra seu corpo e senti o volume de seu pau em minhas coxas, ele usava um perfume leve e sedutor e acariciava, levemente meus cabelos. Meu coração disparou, de excitação. Olhei para a mesa onde estávamos sentados e notei que meu marido apenas olhava e curtia. Ele, percebendo minha excitação, me apertou e me beijou na boca. Eu respondi e senti seu pau duro como rocha pulsar entre minhas pernas. Terminada a música e pedi para volta para a mesa. Ao chegar na mesa, eu falei para meu marido que não dava mais para aguentar ficar no restaurente, que era melhor irmos para o quarto. Entramos em nosso apartamento e meu marido foi logo se sentando e dizendo que esta noite, ele queria comecar so olhando. Que eu era toda do Roberto, que ele tivesse a iniciativa com a putinha.O Roberto baixou a cueca e colocou o pau pra fora. Sem cerimônia, tocando o rosto ao sair da sunga. Eu abri a boca e começei a chupar pau do Roberto com gosto. O marido ficou olhando a distancia e comecou a tocar uma. Ele tirou o vestido e calcinha e me deitou na cama de pernas abertas e começou a chupar a buceta. Eu fiquei com a cabeça pra fora da cama, o o meu marido me segurando a cabeça e eu chupando seu saco. O Roberto me fez gozar com a boca. Meu marido sugeriu tomar um banho. Terminei de me vestir e sentia-me cada vez excitada, assim que entro no banho o amigo entra também. Ele era forte e rapidamente me agarrou e beijou-me e eu deixe-me levar. Começou a passar as mãos pelo meu corpo, acariciava-me toda. Quando os dedos dele roçaram os meus lábios vaginais já estava completamente doida e cheia de tesão, os seus lábios chupavam os meus seios e senti algo pau duro a roçar no meio das minhas pernas, ele procurava penetrar-me. Num daqueles carinhos senti o seu pénis, duro, quente invadi, ajeitei como pude para recebê-lo por inteiro, soltei um leve gemido e deixei que ele enterrasse tudo, senti a dureza dele, ele começou um vai e vem… lento, no qual ele enfiava tudo, saia um pouco da vagina e enfiava tudo outra vez.

Depois levou-me para a cama juntamente com o meu marido, não parava um minuto de acariciar-me, logo veio para cima de mim levantando as minhas pernas à altura dos seus ombros e enterrou o seu pau, começou um vai e vem rápido arrancando-me gemidos e suspiros profundos. Dava estocadas violentas, profundas querendo entrar todo em mim, adorei o momento em que ele encheu a minha xota com seu gozo. SEm descanso, meu marido colocou-me por cima dele fazendo com que eu o cavalgasse, o pau parecia mais duro que o normal, eu rebolava bastante em cima do seu pau e de vez em quando levantava o meu corpo deixando a cabeça na porta da minha xota e sentava-me de repente enterrando o pau inteiro dentro de mim, e eu decidi aproveitar tudo o que podia, tudo que a vida me oferecia, vim-me intensamente com aquele pau enterrado dentro de mim.

O meu amigo se aproximou e acariciou o meu cu e enterrou o pau inteiro, eu sentia uma dupla penetração, eu gemia, sentia-me muito mais mulher com os dois paus indo e vindo, a sensação de preenchimento era total, o prazer era tanto que soltei um grito e gozei com aqueles dois paus. Foram os dois muito gentis comigo, vendo que me tinha gozado fizeram ambos um lento vai e vem, até acalmar-me, esperando que a minha respiração voltasse ao normal. Sai de cima do marido, aos beijos, abraços e muitos carinhos. Passado o tempo de carinhos fui tomar um novo banho, deixei os dois na conversa, a água quente deu-me um novo animo. Minutos depois entra no chuveiro o nosso amigo, abraçou-me fortemente, como se há muito tempo fosse meu amante, cheio de carinhos, as suas mãos passeavam pelo meu corpo, os meus seios preenchiam as suas grandes mãos, apertava os bicos e beijava-os, senti o pau duro à beira de meus lábios vaginais, então ele virou-me de costas e ficou com o pau encostado no meu cu, acariciava os meus seios com as duas mãos e com o pau fazia o movimento de vai e vem roçando no meu cuzinho e na minhaxota , com uma das mãos abriu as minhas nádegas e encostou a cabeça do pau no meu cuzinho, foi enfiando devagarinho até que senti ele todo lá dentro, nessa altura encostou-me à parede com suavidade mas com muito vigor e começou a penetrar o meu cuzinho num entra e sai magnifico, com uma mão acariciava a minha xota, eu punha o meu cuzinho para trás para ele enterrar o mais fundo possível, com a outra mão ele abriu bem as minhas nádegas para que o pau entrasse todo; descontrolada rebolei o mais que pude, nesta altura o que mais queria era que ele enchesse o meu cuzinho com o seu pau, comecei a gemer alto, o meu corpo tremia todo, vim-me e foi muito forte, com muitos gemidos eu quase soluçava de prazer. Fiquei tremendo nos seus braços. Esperou que me acalmasse e deu-me banho carinhosamente, sempre com as suas mãos a passear por todo meu corpo.

Já deitada na cama ficamos à conversar, o meu marido acariciava-me e virei-me de frente para nosso amigo e o meu marido devagarinho começou a enfiar o pau dele no meu cuzinho, relaxei, deixando que ele me enfiasse tudo, estava abraçada ao amigo, as investidas profundas de meu marido foram me acalorando, comecei a acariciar o corpo do nosso amigo, ficou logo cheio de tesão, que se aninhou entre minhas coxas e começou a chupar minha bucetinha. Ele lambia e percorria os lábios vaginais e parava em meu grelinho e chupava gostoso.Meu corpo se contorcia incontroladamente e minha bucetinha se contraía e se soltava em movimentos ritmados.Eu estava dominada pelo desejo.Sendo comida no cuzinho por um e sendo chupada por outro Eu abriai bem minhas pernas e me deixei levar pelos carinhos na xota e sentindo o pau vibrar no cu. Quando ele começou a enfiar seus dedos na minha buceta enquanto me chupava fui a loucura. Não conseguia me controlar e gemia alto de tanto tesão. O gozo chegou forte e prolongado. Meu corpo tremia e formigava intensamente. O amigo parou e de pe com seu pau duro e inchado apontando pra mim. Me arrastei até a beirada da cama, me deitada, ainda com o marido no cu e segurei aquele pau delicioso e mamei. Aquilo me fazia sentir tesão e eu lambia gostoso toda a extensão do pau dele e chupava as bolas dele.Queria beber sua porra. caprichei numa masturbação com as mãos e a boca, eu engolia aquele cacete tanto quanto conseguia, chupei até ele gozar minha intenção era ver o limite que ele conseguiria chegar , então ele gozou na minha boca , seu semem escorria pelos meus lábios, ao terminar deitei-me para descansar entre meus dois machos.

Sobre este texto

Ana.1

Autor:

Publicação:14 de outubro de 2015 08:02

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Encontro a Três

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 14/10/2015.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

  • claudiosorocabasp
    Postado porclaudiosorocabaspem16 de dezembro de 2015 13:52

    Moro em sorocaba, sou educado, cheiroso, culto, excelente nível, com corpo musculoso pele clara cabelos pretos lisos olhos castahos claros, rosto bonito, com local discreto e seguros em sorocaba mas posso viajar durante a semana

    Adoro beijos demorados longas preliminares demoradas penetrações para vc sentir prazer e gozar comigo.
    Procuro mulher fogosa ou casal liberal cujo marido sinta prazer vendo a esposa com outro macho, para encontros sigilosos e quem sabe frequentes, com sigilo, segurança e higiene, visando somente a intensos momentos de prazer sexualMoro em sorocaba, sou educado, cheiroso, culto, excelente nível, com corpo musculoso pele clara cabelos pretos lisos olhos castahos claros, rosto bonito, com local discreto e seguros em sorocaba mas posso viajar durante a semana.

    Meu e mail é [email protected]

  • Marco
    Postado porMarcoem29 de novembro de 2015 10:27

    Conto maravilhoso e muito excitante

  • Lorena
    Postado porLorenaem23 de novembro de 2015 00:39

    Nossa, eu gozei só em ler.
    Meu senho ter dois homens só para mim

  • André
    Postado porAndréem16 de novembro de 2015 20:30

    Uma delícia esse conto....né Ju?!(risos)

  • Juliana
    Postado porJulianaem14 de outubro de 2015 10:30

    Menina que tesão que me deu, não sou mais casada nem namorado tenho, mas minha imaginação viajou.Adorei

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*