Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Jonas me fez chupar o pau dele pela primeira vez

Jonas me fez chupar o pau dele pela primeira vez
Aconteceu numa sexta feira de madrugada logo após Jairo sair do meu quarto deixando o meu cú todo arregaçado e cheio de porra,fomos dormir , isso era umas duas da manhã, bom Jonas irmão de Jairo chegou, era umas quatro horas da manhã, fazendo barulho, vi quando a luz do corredor que dava acesso aos quartos e banheiro se acendeu, ele foi direto ao banheiro e entrou, logo ouvi o som dele fazendo xixí, foi um longo e demorado xixí, e nisso fez um longo silencio, fui ver o que tava acontecendo, pois as vezes ele chegava tão bêbado que ele dormia sentado no vaso (kkkk,,,) e eu sempre o acordava para ele ir para cama, e nessa ida ao banheiro para ver como ele estava, a porta do banheiro estava entreaberta, pecebi que ele estava de pé com uma das mãos na parede e a outra em seu pau, que a essa altura estava duro, era uma rola grande uns 23cm bem morena cheia de veias a cabeça parecia um tomate roxo e brilhava de tão dura que estava, da ponta saia um líquido incolor e meio grosso que escorria daquele buraquinho e era bem gosmento, essa gosma as vezes esticava quase tocando a tampa do vaso, e nesse meio tempo ele batia uma punheta massageando aquela rola imensa, sua mão ia do saco até a cabeça fechando a cabeçona com aquela pele envolta e voltava colocando toda cabeça de fora novamente, quanto mais ele punhetava mais a sua rola babava, logo ele começou a balançar aquela tora chocolate,eu fiquei estaziado com aquela sena, perdi a noção do tempo e do perigo que eu corria ali, quando dei por mim, que eu olhei para ele, ele estava olhando para mim sorrindo e balançando a geba para mim e disse... Gostou do que vc tá vendo, fiquei vermelho e ao mesmo tempo paralizado, não sabia se olhava para o rosto dele ou para aquele chocolate descumunal, ele percebendo a minha fragilidade e inocência começou a balançar e a punhetar, ele veio em minha direção com aquela coisa abriu mais a porta pegou a minha mão e forçou eu segurar a sua pica, ele segurou firme a minha mão e começou a subir e a descer a minha mão, forçando a punhetá-lo. Não demorou muito ele me puchou para dentro do banheiro e fechou a porta me sentou no vaso, foi tudo muito rápido, quando vi a pica dele estava em frente a minha cara. Eu disse que não queria mas ele me forçou me dizendo que ia contar para os meus amigos da escola que eu tinha pegado na rola dele e que eu era viadinho, fiquei sem ação e o medo dele contar aos outros era maior, então fiz tudo que ele mandava. Mas fiquei com muito medo pois se ele tentasse comer, o meu cú não ia da conta daquela anaconda chocolate, nesse meio tempo pediu para eu punheta-lo – bat uma para o titio... Peguei a rola dele e comecei... para cima e pra baixo, ele falou -Com as duas mãos...eu obedeci...logo começou a sair aquele caldinho gosmento que começou a escorrer pela minhas mãos ele logo disse – Espalha esse caldinho na pica do titio menino bonzinho- então fui até ao buraquinho daquele tomate roxo e fui espalhando pela cabeçona – ele gemia e tremia todo. O corpo de Jonas exalava um cheiro forte de homem que trabalhou o dia todo em uma obra (era o trabalho dele ...peão de obra) e mais um cheiro forte de cachaça horrivel se misturando com cheiro da sua rola, que mijou o dia inteiro e não viu se quer uma água. Ele logo mandou eu passar a língua no buraquinho da pica... eu disse - não, eu tenho nojo...-Faça o que eu to mandando moleque ou eu te encho de porrada viadinho e conto pra todo mundo...nisso ele pegou a minha cabeça com uma das mãos e com a outra direcionou a cabeça da pica para a minha boca, e começou a esfrega-la nos meus lábios, lambuzando toda a minha boca com aquela gosma melequenta. E eu não abria a boca então ele tapou o meu nariz obrigando eu abrir a boca para respirar e nesse meio tempo ele empurrou a cabeça da rola para dentro da minha boca, logo senti o gosto e o cheiro daquele pau sujo dentro da minha boquinha, quase vomitei, ele tirou e me de um tapa na cara, - Se vomitar apanha moleque, abra a boca viadinho e chupa o titio vamos...Eu não tinha saída, então abri a boca e ele enfiou denovo e começou a meter na minha boquinha, só dava para entrar a cabeça e um pouquinho da rola dele mesmo assim ele investiu na minha boca, ele tava muito tarado, eu percebi que tava ferrado, logo ele mandou eu mamar e a chupa-lo com vontade –Vai moleque mama a sua mamadeira noturna e chupa igual a um picolé vai...hummm assim... gostoso..huummm delicia de boquinha, vc aprende rápido viadinho do titio.. Eu o mamava e o chupava com força e babava muito quando ele tirava a rola, e engulia aquela gosma quando ele empurrava para dentro a rola, logo me acostumei com o cheiro e com o gosto do melado que era meio salgadinho, derrepente ele acelerou os movimentos segurou forte a minha cabeça e empurrou tudo que ele podia em minha boca senti como se ele estivesse mijando dentro da minha boca, era quente, ele gemia muito e falava - engoli tudo putinha do titio, vai bébe tudinho... tentei tirar a boca mas ele travou a minha cabeça ,não tinha como me mexer, senti descer pela minha garganta cada ejaculada que ele dava, sua rola ficava pulsando e inchando e a cada pulsada era mais porra que ele mandava para dentro de mim, eu não tinha chance ou engolia ou me sufocava com tanta porra, ele foi tirando aos poucos da minha boca mas ainda ejaculava, ele encheu a minha boca com mais umas tres ejaculadas fortes, e disse não é para jogar fora nenhuma gota senão apanha, titio vai tirar o pirulito da boquinha agora, titio quer ver a porra dele dentro da sua boca...isso bom menino...vai abre a boquinha agora pro titio ver... Abri bem a boca ele ficou olhando e então disse agora engole o leitinho do titio.. vai engole... Então engoli tudo... - Bom menino, de agora em diante vc vai berber leitinho direto da pica do titio, agora vai para o seu quarto vai dormir e calado...então fui dormir com aquele cheiro forte de porra e com a boca toda melada, a porra era tão grossa que ficou agarrada no céu da boca garganta, lábios, quando cheguei ao quarto meu cú estava piscando tanto que o resto da porra que o Jairo tinha gozado dentro de mim mais cedo, acabou saindo tudo.....Continua parte 3 -Jonas estuprou o meu cúzinho...

Sobre este texto

Bezerro66

Autor:

Publicação:17 de outubro de 2015 11:18

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Gays

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 17/10/2015.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*