Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Regra Nº01

Tito me ergueu com força pelos braços batendo meu corpo contra parede. Os pelos de sua barba atritavam deliciosamente contra minha pele enquanto ele beijava meu pescoço e seus dedos, médio e indicador massageavam meu clitóris em movimentos circulares. Apertei firme seus bíceps tensionados enquanto sentia seu pau crescer e pressionar minha barriga. Quando ele puxou meu cabelo e beijou minha boca foi como em ritual de libertação, nossas línguas envolvidas em uma dinâmica avassaladora, seu beijo era úmido, meu favorito, selvagem e necessitado.
— Você é muito gostosa, sua safada, se queria isso porque não disse antes. Teríamos resolvido faz tempo. - ele disse com a voz ofegante enquanto apertava minha bunda.
— Não é educado para uma dama exibir tal conduta. - minhas mãos invadiram por de baixo de sua camisa acariciando seu abdômen definido.

Ele me colocou deitada no sofá, em movimento rápido ele arrancou meu vestido deixando-me completamente nua. Brutalmente ele abocanhou um deu meus seios sugando o mamilo com força. Absorvi deliciosamente o prazer proporcionado enquanto ele bombava o polegar por trás. Não muito Tito já estava sem roupa. A visão de seu membro era como se fosse a própria imagem do pudor; animalesco e descomunal com dezenas de veias o irrigando. Tito era raspado, para meu descontentamento, mas o tamanho de seu pau compensava. Viajei em minha mente imaginando mil e uma formas dele me foder com aquilo. Tirando-me do devaneio ele se ajoelhou entre minhas pernas e começou a chupar minha vagina. Seu polegar me fodia por trás, ele mandava muito bem nessa tarefa me deixando cada vez mais exitada, ele traçou com a língua uma linha indo até meus pés lambendo cada dedo. Escorri por seu corpo indo até seu pênis.
“O gosto de homem…”
Ele gemia com seu pau em minha boca. O felava com a vontade de vários dias acumulada em mim. A mistura de seu líquido pré ejaculado com minha saliva tornava seu pau liso em minha boca, ele enfiava tudo até minha garganta, rocei os dentes em sua glande percorrendo toda sua extensão com a língua até suas bolas chupando uma de cada vez. Quando me aproximei de seus ânus ele se retraiu.
— Sua gulosa. - ele aproximou de meu ouvido sussurrando. — Quero saber como é aqui. - disse enfiando um dedo em minha vagina. —Você fica ainda mais gostosa assim molhada e quentinha.
— E o que você está esperando, reforços?
— Creio que não será preciso, eu me garanto.
Ele sorriu maliciosamente. Tito foi até o quarto e voltou com preservativo.
Gemi alto quando ele entrou preciso e com força em mim. Ele era uma pilha de músculos, e nesse instante todos estavam concentrados em uma única tarefa como um soldado treinado para guerra. Toda energia de seu membro latejando se espalhava por meu corpo como se ele me possui-se.
Eramos dois animais insaciáveis matando uma vontade puramente física.
— Quero te deixar bem aberta Stefani, todo o cara te comer daqui pra frente vai fazer você lembrar da minha rola. - ele disse rangendo os dentes.
Cravei as unhas em suas costas o arranhando. Ou ele gozava rápido ou morreria de prazer.
— Já vi que me ferrei com você Tito, então me mostra como você faz uma mulher gozar pra você. - comecei mover os quadris ao redor dele quando senti que meu ápice se aproximava.
— É assim que gosto de fazer uma mulher gozar Fani… - ele começou a friccionar sua glande em meu clítoris. Apertei o sofá enquanto chupava se polegar e meu corpo inteiro explodia em um orgasmo.
Tito retirou seu pau de mim jogando fora o preservativo ele jorrou toda sua porra cremosa em minha boca. Fiz força para engolir. Desabei sobre o sofá com meu corpo tremendo em ondas. Confortavelmente ele se aloja ao meu lado beijando minhas têmporas.
“Nunca transe na primeira noite!” – tinha sido a primeira recomendação.
Regra número um, quebrada com sucesso!

Sobre este texto

C. J. Tiger

Autor:

Publicação:25 de dezembro de 2014 21:42

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Heterossexual

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Este texto foi lido 310 vezes desde sua publicação em 25/12/2014. Dados do Google Analytics

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*