Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

São Paulo - Brasil (Continuação do conto "Amsterdã - Holanda")

Diana lançou a bolsa sobre o sofá. Exausta, essa palavra a descrevia bem. Passou a tarde em reunião de planejamento com o âncora e depois foi à rua gravar. Aliviada em poder tirar as sandálias e tocar o chão de tacos de madeira do charmoso apartamento que decorara a seu modo. Boa parte dos móveis eram oriundos de antiquários, adorava tudo aquilo. Olhou para caixa de madeira sobre a mesa de centro, uma sopeira da Royal Delft repousava ali dentro fruto de sua viagem à Holanda. Chegou tinha uma semana e ainda não conseguiu tempo para levar o presente de sua mãe. Pensaria nisso depois.
Precisava de um bom banho.
Despindo-se peça a peça a caminho do chuveiro. Deu-se ao luxo de acender um incenso de kashmir. Os primeiros jatos foram como espinhos caindo sobre seu corpo. Aumentou a corrente de água quente. Percorreu os tubos de cosméticos de banho até chegar ao sabonete líquido, espremeu uma boa quantidade do produto sobre a esponja. Macio. Traçou a primeira linha formando uma trilha prateada. Apanhou o de sabonete íntimo e foi até lá. Um arrepio subiu por sua coluna até chegar a nuca.
“Será?”
Sim.
“Tiago.”
A afetava, mesmo não estando presente. Prometeram manter contato, mas ele se quer respondeu a mensagem deixada em seu WhatsApp assim que ela voltou ao Brasil.
Sentia-se úmida, não pela água, mas em seu fisiológico. Necessitada.
Fechou o registro. O espelho embaçado refletia seu rosto enrubescido. Sentou-se no vaso. Tocou com um dedo sua carne sensível. Beliscou um mamilo endurecido. Estava mesmo afim. Lembrou-se das mãos de Tiago a tocando, o do movimento de sua língua em seu clítoris. Mordeu o lábio contorcendo o pescoço enquanto um breve gemido ecoava em sua garganta. Os músculos de sua vagina cedendo passagem para um dedo e depois o outro.
Ficou ali o imaginando. O que de fato a excitava em tudo, seu belo rosto com olhos castanhos e convidativos ou o fato de um desconhecido a ter levado a incontáveis orgasmos em uma noite, de modo que a fazia crer que tinham feito sexo a noite inteira.
Manteve o dedo médio em seu interior massageando seu nervo, o prazer correndo em suas veias enquanto com os demais circundava seu clítoris cheio de desejo.
— Tiago!
Encolheu-se por inteira, produziu um grito e o corpo relaxou. Arranhou os azulejos suados com as unhas. Respiração, ofegante. O vapor d'água misturado aroma sensual da kashmir. Olhou para a porta do banheiro, aberta e por um instante foi como se ele esteve de fato ali, como um sentinela a olhando por todo esse tempo.

Sobre este texto

C. J. Tiger

Autor:

Publicação:18 de abril de 2015 16:28

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Heterossexual

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Este texto foi lido 194 vezes desde sua publicação em 18/04/2015. Dados do Google Analytics

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*