Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

A DELICIOSA JUJUBA - parte I

A DELICIOSA JUJUBA - parte I
Juliana era um moça muito bonita de 20 anos, e chamava a atenção por onde passava, não importava oque estivesse vestindo, era tinha 1,65 de altura, cabelos bem pretos repicados mas que iam até sua bunda, seu corpo era maravilhoso, tinha uma bunda empinada e grande, suas coxas eram grossas e duras, seus peitos não eram enormes mas também não era nequenos, era na medida certa. Juliana namorava a quase dois anos e estava quase sendo pedida em noivado pelo seu namorado Samuel. Mas Juliana desde pequena era muito apegada ao seu primo Eduardo, só que como ele mudou-se de cidade quando ela tinha 16 anos e ele 18 anos, e acabaram perdendo o contato, pois nunca mais se viram e Juh morria de saudades do primo.
Juh conversando com seu namorado Samu acabou tocando no assunto de ir ver Eduardo.
- Mor eu to morrendo de saudades da minha tia, do meu primo, vc sabe o quanto era apegada a ele, pois era amigo dele, tava pensando amanhã vou entrar de férias da faculdade e já liguei pra minha tia ela flo que o quarto da minha prima que se casou ta vazio e posso passar as férias la com eles. Oque vc acha, vc poderia ir comigo... Juh olhava com aquele olhar que Samu mais admirava e não resistia.
- Ta bom amor, mas eu não vou poder ir, vc sabe que ta mó correria no serviço, mas deixo vc ir com uma condição.
Juh estava toda feliz, faria qualquer coisa pra poder ir viajar sem brigar com Samu.
- Fala meu amor, vc sabe que por vc eu faço tudo.
- Você vai vim aqui, sentar no meu colo e me fazer aquele carinho que só você sabe fazer.
- Seu pedido é uma ordem. kk

Logo Juliana se sentou no colo se Samuel e colocou a mão em sua nuca e começou a beija-lo, mordendo sua boca e puxando o seu cabelo, Samu passava a mão em suas pernas, e subia até o elástico da sua calcinha pois Juh estava de vestido, Juliana adorava suas carícias, adorava sua mão em teu corpo, depois de uns 10 min nesse processo, Juliana já tirava a blusa de Samuel e desabotoava sua calça, seu membro já estava totalmente ereto. Samuel ja suspirava com toque de Juliana e acabava de tirar seu vestido.
- Samu vamos para meu quarto, aki as meninas podem chegar. (Juliana morava c umas amgs da faculdade)
- Certeza amor?
- Ahaan. Dizia suspirando...
Juh já nao aguentava mais, ela e Samuel nunca foram até o final do sexo, pois Juh era virgem e não estava pronto para aquilo, mas hoje estava pronta, tinha pensado nisso a tarde toda e queria Samuel dentro dela.
Samuel a coloca de pé e fica olhando o seu corpo maravilhoso desacreditado no que acabou de ouvir, assim começa a passar a mão na bunda deliciosa de Juliana e começa a beijar sua barriga. Assim pega Juliana no colo a leva para seu quarto, la coloca ela em sua cama e retira sua calça. Juliana está totalmente louca pra ter Samuel lhe tocando.
- Samu vem, quero você todo pra mim...
Samuel fica louco e vai até ela, começam um beijo intenso e Samuel começa passar a mão nos peito de Juliana e tira seu sutiã e começa assim chupar seu peito, Juliana vai ao delírio e puxa mais Samuel contra seu corpo, sentindo o membro do rapaz em sua virilha, Samuel vai beijando o corpo de Juliana por inteiro descendo até sentir sua calcinha, assim a retira devagar, Juh era do tipo de mulher que se cuidava estava totalmente depilada, Samuel estava a loucura com essa cena, e começa a explorar esse local com seus dedos quando chega em seu clitoris começa movimentos rápidos e circulares, Juh fica louca e começa a gemer alto.
- Ai Samu... isso vai ai mesmo... que delicia meu amor...
- Vai minha gotosa, me fla que vc me quer...
- Te quero demais Samuel, te quero aqui comigo!
Juh não aguenta e goza somente com o rapaz a masturbando, Juh logo joga Samuel do outro lado e sobe em cima do rapaz e retira sua cueca, Juh olha para o membro do rapaz, não é enorme mas muito grosso, Juh começa fazendo um movimento de vai e vem com a mão no pau de Samuel, ele já estava vendo estrelas praticamente, Juh desce e começa a lamber a cabecinha e dar suaves mordidas em tdo aquele pau que está em suas mãos, cheia de desejo de colocar sua boca.
- Vai Juh me chupa, mama eu que nem quando vc era bebê
Juh vai abaixando a cabeça e ao colocar aquilo na boca seu celular toca e leva um susto e morde sem querer o pênis do rapaz que grita c a garota.
Juh sai de cima dele pedindo desculpas e vai pegar seu celular era sua mãe dizendo que está ver ela, e que chega em 15 minutos.
- Amor me desculpas, era minha mãe ela ta vindo pra cá, desculpa meu lindo, mas hoje a gnt não vai terminar isso.
- Ta bom Juliana, sei que se assustou, mas preciso de gelo, vou me vestir e pegar.
Samuel desce pega o gelo se despede de Juh e vai embora, apesar do ocorrido, não tira sua tarde maravilhosa c Juliana, seu membro fica ereto novamente, ele estra no meio de uma mata e coloca uma camisinha pois estava dentro do carro e não poderia suja-lo e assim começa a se masturbar até gozar.
Juliana em casa fica pensando em sua tarde, e depois de cinco minutos que Samuel saiu sua mãe chega toda animada, com um envelope na mão.
- Filha tenho uma otima noticia pra você!
- kkk Oie mãe kkk oque é então?
- Ai filha desculpa, oi pra vc também, então estava em casa na internet e vi uma promoção de passagens de avião para Maceio super baratas e como vc me conto que queria muito ir ver seu primo resolvi compra-las pra vc, Só que tem um porém...
- Nossa mãe, não precisava, eu ia comprar jáa, mas que porém?
- Sua viajem é amanhã,
- Amanhã? Mãe vc ta louca, nem falei com a tia direito, o Samuel também, a faculdade não tem como eu ir...
- Sua tia eu já falei, ela flo que tdu bem e que o Duh te busca no aeroporto, sua faculdade sei que amanhã já esta de férias e seu namorado ele vai entender, filha é meu presente de aniversário quero q vc aceite.
- Nossa mãe, nem sei oq te falar, a senhora pensou em tudo, ta bom então eu vou, ja iria de qualquer maneira mesmo.

Juliana estava toda animada com a viajem, ligou pra Samuel, converso c ele pediu mais uma vez desculpas e explico toda situação, Samuel fico um pouco com ciumes, mas entendeu não queria bancar o namorado possessível.

No dia seguinte Juliana já no aeroporto de Maceio, Juh esperava ansiosamente pelo seu primo estava morrendo de saudades dele. Quando olha pra frente vê um moço alto, com o corpo bem definido, cabelos preto e lisos e fica de queixo caído, mas quando ele começa a se aproximar dela não acredita quando percebe que é seu primo Eduardo. Eduardo começa a reparar na sua prima, não era mais a adolescente que ele tinha visto da ultima vez ela tinha se tornado uma mulher e que mulher. Os dois ao se encontrarem Eduardo pega ela no colo com seu abraço e ficam os dois dando risadas.
-Nossa Duh, que saudades de vc, como vc ta grande kkk eu fico uma baixinha em vc, agr me coloca no chão que estão todos olhando...
- Ta bom prima, estava morrendo de saudades de vc tbm, e olha que fla nem parece mais a menina que deixei em São Paulo kkkk

Os dois vão para casa, mas Eduardo dentro do carro acaba reparado nas pernas de sua prima, pois ela estava com um short curtinho. Juh percebe o olhar do primo e pra não fica um clima muito ruim, pede que ele abre o vidro pois está com muito calor, e começa puxar assunto.
- Eai Duh como está a vida? namorando?
- Normal, aah prima a gente conhece umas meninas aki outras ali mas namorar não é coisa pra mim.
- Nossa, e c todo essa beleza ainda nao atraiu nenhuma que pudesse ser levada a serio?
- Não, mas quem sabe não estou preste a encontrar?
Nisso olhas nos olhos da prima.
- Menino, olha pra frente logo logo a gnt bate esse carro.
- Fica tranquila Jujuba, kkkk não iria nunca deixar acontecer algo c vc.
- Engraçado, faz tempo que ninguém me chamava assim de Jujuba só você mesmo, e pelo visto continua com esse seu jeito protetor kk
- Claro kk temos que proteger aquilo que a gnt quer bem.
- E vc me quer bem então?
- Vc não te ideia de como te quero... desculpa... de como quero vc bem... kkk
Juh ficou constrangida, sempre tinha visto seu primo como um irmão e desde que viu ele no aeroporto tava vendo ele como homem, e percebia que ele a via como mulher também. O silencio fico no carro até eles chegarem em casa.
Ao descer sua tia esperava na porta e Juh foi recebida com muita alegria, sua tia mandou Eduardo lhe apresentar a casa pois estava com as penelas no fogo.
Ao subirem as escadas Eduardo levou Juh direto para o quarto onde ela iria ficar aquelas semanas, ao entrarem no quarto e Eduardo colocar as malas no chão acabou reparando ainda mais o corpo de sua prima que olhava pela janela, a casa ficava de frente para o mar, Eduardo não sabia oq estava acontecendo direito mais estava cada vez mais desejando sua prima, e reparando sua bunda toda empinada e que dava para ver um pedaço por conta do short curto, seu pau já estava começando a se aumentar.
-Primo este lugar é lindo demais,
- É demais, depois eu te levo na praia, esses dias a água tem estado delicia a noite ai a gente pode nadar e como esse ponto fica afastado do centro nem vem muita gente pra cá.
-Nossa deve ser uma maravilha morar aqui.
- É é sim, mas vamos tenho que mostrar o resto pq sua tia continua a mesma odeia que a gnt se atrasa pra ir comer kk
- Ta bom então kkk oq mais falta?
- Meu quarto, mas vem pelo banheiro que é mais pratico,
- Porque?
- Vc vai ver... kk
O quarto de Juh e Duh era dividido pelo banheiro e eram ligado por duas portas.
- Noss que legal primo, assim vc vai estar aki pertinho quando eu chamar kkk
- Ée Jujuba só gritar que eu venho.
Eduardo mostrou o resto da casa e foram almoçar, depois do almoço saiu e foi ver Karina, que logo Juh descobriu por sua tia ser sua peguet no momento. Juh foi no centro com sua tia e depois as duas foram a praia, Juh se divertindo, mas queria que Duh estivesse ali com ela. Mas tarde quando chegaram em casa Eduardo ainda não tinha chegado ela foi pro quarto e resolveu ligar pro namorado.
- Oie meu amor, que saudades de você.
- Oie minha princesa, também estou com saudades, como está as coisas ai? Ja sabe quando volta?
- Muito bem, cheguei e almocei e fui pra praia com minha tia, então amor não sei ainda, umas 3 semanas eu acho tem que ver na minha passagem. Mas logo eu volto e serei toda sua.
- Não vejo a hr de te ter toda minha, pq quando a gnt ia terminar aquilo seu cel tocoou e eu fiquei só na vontade de finalmente te ter só pra mim.
- Calma meu amor, logo serei toda e somente sua. E vou fazer aquilo que nao terminei...
- Me fl oq nao terminou amor, fala pra mim...
- Chupa seu pau inteirinho, até vc gozar.
- Ai que delicia mor,
- Amor vou ter desligar, vou tomar um banho e descer pra janta, beijos te amo.
- Tbm te amo delicia.
Assim que desliga Juh ouve alguém bater na porta do banheiro, era o Duh.
- Primo é você?
- É sim.
- Entra ai...
Eduardo entra só de bermuda e c o cabelo molhado, pelo visto estava na praia. Juh acaba reparando na barriga sarada do primo e acaba perdendo o folego.
-Desculpa acabei ouvindo a conversa e por hoje, tive que sair quando devia fica aki c vc.
Juh nem presta atenção no resto, e fica vermelhinha...
- Serio que vc ouviu?
- Foi sem querer, vim fl c vc, e na hr que ia bater na porta ouvi vc falando, mas fica tranquila sem bem como ée essas coisas, pode confiar em mim, nunca vou contar oque eu ouvi.
- Obrigada, e por isso que eu te amo!
Duh aproveita a situação e vai abraçar Juliana, a prima corresponde e ele pode sentir o perfume doce da prima misturado c cheiro do mar...
- Vc além de liinda é muito cheirosa prima.
- Iih devo ta com cheiro de mar.
Nisso Juh vira o rosto e acaba ficando perto da boca do primo, ele ao perceber o clima vai chegando mais perto e mais perto. Juh percebe a intenção do primo mas não consegue recuar, pq se sente atraída por ele tbm... Eduardo beija Juh suavemente e vai passando as mãoos nas costas da garotas, Juh corresponde ao beijo coloca a mão na nuca de Eduardo e puxa-lo pra mais perto de sim, Eduardo fica louco por estar ali com sua prima e começa descer sua mão sobre sua bunda, e fica puxando ela para poder sentir sua ereção. Juliana fica sem folego e se afasta de Eduardo.
- Nossa prima, que boca você tem que corpo.
- Primo a gnt não pode fzr nada disso, mas que você beija bem isso vc beija.
- Esquece q sou seu primo. Esquece tdu e fica aqui cmg...
Eduardo puxa Juh com força para mais perto e a beija dessa vez com mais safadeza, beija seu pescoço e ela beija o canto de sua orelha. Sua mao arranhava as costas do primo e beijava sua boca como nunca tinha beijado de ninguem, Juliana nao consegui explicar nada, mas sabia que era seu primo quem ela queria. Eduardo já estava tirando a blusa da prima, quando vê aqueles lindos peitos com um biquini vermelho ainda fica louco, Juh tenta para-lo mais ja esta louca demais pra conseguir isso. Duh começa a chupar um peito e com o outro começa passar a mão, Juh nao aguenta e acaba gemendo no ouvido do primo ele fica louco.
- Prima geme pra mim vai, que peito vc tem, que corpo, se entrega pra mim. Sabe que pode confiar em mim.
- Nao posso primo. Juh fala entre suspiros...
- Porque prima, por conta do seu namorado?
- Porque... não é não por conta do Samu... Ée porque sou virgem...
Na mesma hr Eduardo solta a prima, ela pega correndo a blusa e coloca, ele começa a pensar em tdu e no que fazer, senta na cama e a prima também...
- Mas e oq vc disse pro seu namorado?
- Eu e ele nunca, e aquele dia a gnt tava quase mas minha mãe ligou. Mas que vergonha, preciso de um banho. Sai daqui Eduardo...
- Mas... ta... dps da janta a gente vai pra praia falei pra mamãe que iria te levar, e não te não como resposta...
- Ta... Agora sai daqui, preciso pensar e tomar banho...




CONTINUA...

Sobre este texto

Cris

Autor:

Publicação:26 de julho de 2013 20:00

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Jovens

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Este texto foi lido 974 vezes desde sua publicação em 26/07/2013. Dados do Google Analytics

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

  • Cristine da Silva
    Postado porCrisem27 de julho de 2013 02:09
    Cris é uma autora no História Erótica

    Aproveite, a continuação ja postei, dps me diz oq achou...

  • Rodrigo Miranda Baccardi
    Postado porRodrigoem26 de julho de 2013 21:16
    Rodrigo é um autor no História Erótica

    Muito bom...

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*