Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

CADELA

Voce de coleira aí, venha até aqui !!!.....disse eu em alto e bom tom a Milena que estava em um ponto de ônibus. Nem é preciso dizer que todas aquelas pessoas no ponto se viraram para ver quem era a "tal de coleira". Senti que se o chão pudesse se abrir sob os pés de Milena ela com certeza teria entrado nele frente a humilhação que estava passando ali naquele ponto de ônibus.
Ela encaminhou-se até a porta do carro....abri e ela entrou.....as pessoas ainda no ponto de ônibus estavam "perplexas" com aquilo e sem ser obrigado a dar satisfação a ninguém, saimos dali...daquele local.

Milena permaneceu muda em todo o caminho até chegarmos ao local daquela que seria a sessão mais marcante para ela, como de costume ela despiu-se dentro do carro já ficando de 4 no chão, nua vestindo apenas a coleira.

Passei por ela e como uma cachorrinha obediente ela me seguiu de 4 pelo chão, indiquei a ela o local onde deveria ficar e mais uma vez permaneceu calada.
Abri minha sacola e tirei algo que fez com que os olhos de Milena brilhassem......um plug anal, porém com uma cauda imitando como se fosse de uma cadela....vá a aquele sofazinho permaneça de 4 e com suas duas mãos abra seu rabo......enquanto ela se posicionava eu colocava um preservativo no plug e lambuzava-o de KY. Este plug tem um desenho que depois de colocado, só sai se for puxado evitando assim que a cauda de cadela venha a cair.......apontei o plug no rabo de Milena que pela primeira vez aquela tarde emitia um som.....um som de prazer, um gemido quase que suspirado indicando que naquele momento ela estava sentindo prazer sem contar o arrepio súbito que tomou conta do corpo dela fazendo com que cada poro do corpo, saltasse para fora.

Milena permaneceu ali já com sua cauda, novamente abri a sacola, peguei algumas folhas de jornal e forrei um pedaço do chão mandando-a deitar-se ali, ela como toda boa cadelinha obedeceu e deitou-se ali não deixando obviamente de deixar a nova e bela cauda destacada atrás dela.
Mostrei a ela um outro local com jornalzinho que era o wc dela.......por várias vezes ela foi naquele local e urinava sobre o jornal.......um exemplo de uma cadela limpa e bem educada.

Peguei novamente na sacola um potinho de margarina usado (lavado obviamente) e o pus na frente da nova caminha de Milena para que pudesse tomar àgua sempre que sentisse sede.
Milena ficou ali sobre aquele jornalzinho e seu potinho que algumas vezes a escutava tomando àgua nele fazendo aquele barulho característico de uma cadela que toma àgua.

Posicionei-me em um poltrona e por várias horas fiquei assistindo uma programação ora aqui, ora ali......num simples olhar que minha cadela interpretou extremamente bem ela veio e buscou abrigo e conforto sob meus pés.
De vez em quando minha cadela cheirava meus pés, outras vezes começava a lamber e chupar meus dedos mas como sabia que isso dava prazer a ela, impedia que continuasse ou muitas vezes para provoca-la com a ponta dos dedos ainda molhadas a esfregava em sua buceta que desde o seu sublime momento no ponto de ônibus, estava encharcada.

Comi um lanche e os restos tratei de colocar em outro potinho para que ela se alimentasse e o fazia com disposição e fome.
Por cerca de uma hora ainda ficamos na rotina dela tomando àgua no potinho e urinando e numa das vezes em que levantei vi que havia urinado um pouco fora do jornalzinho.............quem foi que mijou no chão, heim sua cadela vagabunda???......ela se encolhia sobre o jornalzinho como uma cadelinha assustada....quem foi??? e ouviu-se estalar a primeira chicotada em sua bunda.....ela quis dizer um "ai" mas rapidamente corrigiu como se fosse uma cadela chorando....uma sucessão de 4 ou 5 chicotadas fez com que chorasse mais como cadela chegando quase a se mijar no chão, agora terei que lava-la.

Presa pela guia, puxei Milena a banheira ao qual coloquei cerca de 1/4 da altura de àgua, minha cadela como várias outras adorava tomar banho.......ela de 4 dentro da banheira comecei a lavar suas costas e a cada vez que a àgua escorria por sua bunda, ela se empinava mais e mais quase que exibindo sua cauda.

Com um sabonete líquido comecei a lavar as tetas da cadela ao qual ela se contorcia de prazer.....mordia os lábios e em alguns momentos mal conseguia latir.....tirei após horas aquela cauda que deixou um rabo completamente aberto e judiado pelas horas continuas de uso do plug.....espalhei o sabonete líquido sobre a bunda dela que comecei a lava-la e aos poucos se aprofundando mais e mais nas partes íntimas da cadela.....passando meus dedos por aquele rabo aberto e aquela buceta melada de desejo e prazer.

Quanto mais eu a lavava, mais ela gemia a ponto de atrever-se em dizer "lava por favor DONO o rabo de sua cadela, lava"......meus dedos abriram e lavaram cada pedacinho dela.....a sucessão de orgasmos a deixava extenuada o sabonete dava a ela uma cominação gostosa de maciez e prazer com ~uma das mãos percorrendo todo o corpo dela.

Sentado a beira da banheira indiquei o que aquela cadela deveria fazer e ela com seu instinto aproximou-se e começou a chupar enquanto ainda era lavada......novas chicotadas foram dadas em sua bunda ameaçando caso eu viesse a gozar na boca dela e a medida em que ela apanhava, mas se empenhava para poder merecer a tão esperada esporrada na boca dela....

Naquela noite a cadela Milena dormiu saciada sobre seu jornalzinho e já com sua cauda posta novamente.....do canto de sua boca aquela noite, escorreu um fio de porra que melou o jornal ao qual ela pode ver pela manhã......

Sobre este texto

DOM EDUCA vc

Autor:

Publicação:11 de dezembro de 2012 16:21

Gênero literário:Depoimento erótico

Tema ou assunto:BDSM

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Este texto foi lido 2.006 vezes desde sua publicação em 11/12/2012. Dados do Google Analytics

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*