Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Eu minha mãe e meu amigo Pedrão - 5

Eu minha mãe e meu amigo Pedrão - 5

Continuando aquela tarde em que eu o Pedrão minha mãe e, minha tinha aproveitamos tão bem. Depois que eu e o Pedrão tínhamos feito minha tia gozar numa DP minha tinha disse para nós fazer o mesmo com minha mãe, só que o Pedrão não aceitou porque disse que o cuzinho de minha mãe era dele que eu já tinha comido e de minha tia. Então Pedrão pegou minha mãe que tinha se virado de bunda pra cima e, começou chupar bem no meio de sua bunda. Minha mãe já começou gemer na hora. Aaaaaaa aaaaaaa Pedrão isso aaaaa que língua gostosa. Eu estava em pé do lado da cama. Tia vem cá deixa eu comer sua bundinha de novo. Vou ao banheiro e já volto Carlinho para continuamos. Minha tia saiu e eu fiquei olhando o Pedrão. Ele pegou dois travesseiros e colocou por baixo da barriga dela, aquilo fez a bunda dela ficar bem empinada. Ele abria o máximo que podia a bunda dela e chupava, minha mãe chegava a morder o lençol. Aaaaaaa Pedrão aaaaaaaa assim tu me mata. Isso empina bem esse rabão minha puta loira que hoje eu deixo ele arregaçado. Aiiiiii safado.

Minha tia voltou do banheiro e olhou a sena. Nossa Pedrão assim tu acaba com a Carla. Aproveita que esta em pé Lucia e, pega esse creme pra mim lubrificar o cuzinho de sua cunhada. Minha tia pegou o creme e ficou de 4 na cama com a cabeça perto da bunda de minha mãe. Eu que estava louco de tezão já fiquei atrás dela alisando sua bunda. Carlinho não mete agora deixa-me ver o pau do Pedrão entra na sua mãe. Minha mãe virou a cabeça para trás e falou: Pedrão lubrifica bem que não me acostumei com esse pintão ainda. Por isso tens que me dar mais esse cuzinho minha puta casada para mim abri bem ele. Enquanto o Pedrão lambuzava o cuzinho de minha mãe, minha tia pegou o pau dele e começou a chupar. Isso Lucia baba bem ele que quero enterra se dó na sua cunhadinha e, hoje tu também vai senti ele nesse cuzinho. Abri a bunda dela aqui Lucia que vou meter. Minha tia abriu bem a bunda de minha tia e o Pedrão que estava ajoelhado atrás de minha mãe se ajeitou e meteu a cabeça. Aaaaaaaaa aaaaaaaa devagar Pedrão aaaaa seu safado. Ele deu um tapa na bunda dela. Relaxa minha safada relaxa que depois da cabeça passa o resto vai. A hora que eu contar para meu primo que comi teu cuzinho na cama do seu marido ele vai fica louco. Parece que estou o vendo dizer. Comece ela na cama do corno hahahaha

Pedrão esse seu primo parece ser safado igual a ti. Quer conhece-lo Lucia? Quem sabe um dia. Pedrão deu mais uma forçada e minha mãe gritou: aiiiiiiiii aiiiiiiiiiii devagar Pedrão. Relaxa safada que hoje quero ver tu engoli ele todo. Nossa Carla eu estou vendo esse pintão sumir cm por cm dentro de ti. Eu não vou aguentar tudo respondeu minha mãe para minha tia. Eu que continuava a alisa a bunda de minha tia, ela se ajeitou e disse: agora pode meter Carlinho! Ela empinou aquela bela bunda e, ficou com o rosto perto da bunda de minha mãe olhando o Pedrão meter. Eu me ajeitei e nem precisei lubrificar seu cuzinho ainda estava aberto. Era eu metendo na minha tia e, dando tapas na bunda dela ao mesmo tempo em que o Pedrão se curvava em cima de minha mãe e empresava sua bunda contra os travesseiros. Isso sobrinho mete forte aaaaa aaaaa isso. Minha mãe estava descontrolada porque o Pedrão a comia sem dó. Aiiiiiiiii aiiiiiiiiii Pedrão aiiiiiiiii aiiiiiiiiiii devagar aaaaaaa aaaaaaaaaaa relaxa safada relaxa e rebola que ainda não entrou tudo.

Era algo sul real meter na minha tia na cama de minha mãe ao mesmo tempo em que minha mãe quase chorava com o pau do Pedrão quase todo enterrado naquele cuzinho apertado. Eu estava me acabado de prazer comendo o cuzinho de minha tia que era bem apertadinho. Eu a puxava pelos quadris contra meu pau e a empurrava pra frente e enterrava de novo. Ela só gemia, mas não parava de olhar para o pau do Pedrão que sai e entra quase todo enterrado de volta. Pedrão se deitou por cima de minha mãe, ela praticamente sumiu debaixo dele e, enquanto eu metia em mia tia sem dó de quanto. Minha mãe gritava debaixo do Pedrão que empresava ela no colchão. Sua bunda subia e descia contra ela. Aaaaaaa aaaaaaaa Pedrão aiiiiiiiii aiiiiiiiiiiii que paro minha puta? Não. Não aaaaaaa gosta dessa rola preta né minha loira safada? Sim Pedrão aaaaaa aaaaaaaa me mata aaaaaaaaaaa

Eu no embalo do Pedrão metia cada vez mais forte na minha tia. Isso Carlinho isso mete forte. E foi nesse ritmo que quase gozamos junto no cozinho das duas. Eu acelerei ainda mais e sem avisar gozei no cuzinho de minha tia. Aaaaaa aaaaaaaaaa tia. Aiiii Carlinho que gostoso. O Pedrão também aumento o ritmo. Que porra nessa bunda é safada? Quero. Quero. Então pede puta. Pede para eu te enche esse cuzinho de porra. Aiiiiiii aiiiiiii safado enche meu cuzinho de porra. Ela mal acabou de dizer ele deu uma estocada forte e enterrou tudo e forçou seu corpo empresado sua bunda contra os travesseiros. Aaaaaaaa aaaaaaaaaaa puta safada toma porra nesse rabo loira casada. Aaaaaaa aaaaaaaaaaaa. E ficou em cima dela até que rolou para lado e eu que ainda estava em pé vi seu pau saindo e o cuzinho de minha mãe estava todo vermelho e aberto. Eu me sentei na cama do lado de minha tia e, o Pedrão deitado do lado de minha mãe. Acho que ficamos uns 5 a 10 minutos respirando sem falamos nada.

Pedrão foi o primeiro a falar. Isso tudo me deu uma fome. Tem um pudim na geladeira que eu e a Lucia fizemos. Deixa-me eu lavar que vou prepara um café para vocês. Eu te ajudo cunhada, mas vou me lavar também. Minha mãe e minha tia foram ao banheiro e, eu e o Pedrão ficamos ali na cama. Como meu pau estava todo melecado eu fui ao banheiro passa uma agua e o Pedrão veio atrás. No boxe as duas se lavavam. O que vocês querem aqui? Perguntou minha tia. Só passa uma agua no corpo. Ah passe rapidinho e vão lá à sala e pegue nossas roupas que nós demoramos mais um pouco para nos limpamos. Eu e o Pedrão nos lavamos rapidinhos e deixamos as duas e fomos para a sala. Peguei minha cueca e bermuda e vesti. O Pedrão colocou só a cueca e pegou a calcinha e o sutiã das duas e ia voltando para o quarto. Não vás colocar a bermuda? E também pega o resto das roupas delas? Vou fica só de cueca e elas calcinha e sutiã esta bom. E voltou para o quarto. Eu voltei também.

Chegamos no quarto sentamos na cama e, em seguida elas entraram no quarto se enxugando. Nossa vocês assim molhadinha ficam uma tentação. Pode para Pedrão que já estou me secando para ir fazer o café. Então vem cá que ajudo a te vesti. Minha mãe ficou em pé na sua frente e ele foi vestido sua calcinha. Quando chegou à bunda ele enterrou a calcinha ao máximo em sua bunda. Assim minha loira esta ótima. Cadê o resto de minha roupa? Esta aqui. E entregou o sutiã para ela vesti. Não precisa de mais nada. Vem cá também Lucia também trouxe sua calcinha e seu sutiã. Tu és muito safado mesmo Pedrão. Não concordam comigo para que mais roupa. E assim fomos os quatros para a cozinha. Enquanto eu e o Pedrão ficávamos sentados na mesa esperando, minha mãe fazia o café apenas de calcinha e sutiã e, minha tia botava a mesa. A sena era diferente e excitante. Embora depois de duas gozada eu estava morto. Mas o Pedrão sempre elas se aproximava na mesa ele fica alisando a bunda delas.

Minha mãe acabou o café e nos sentamos até as duas estavam com fome, tínhamos gastado muita energia e, eu por mais que vissem elas ali seminuas não tinha mais força e achava que todos estavam como eu. Mais quando minha tia levantou-se e levou seu copo para a pia o Pedrão levantou-se e abraçou-a por trás. Antes de eu ir vou comer esse cuzinho não é Lucia? Aii Pedrão tu não sossega? Minha mãe foi quem respondeu. Esse não sossega cunhada se falou que não sair sem ter sua bundinha pode acreditar que vai comer rsrsss acredita na minha puta loira que ela já me conhece. E ficou esfregando a bunda de minha tia em seu pau. Minha mãe levantou-se também e recolheu o resto da mesa. Eu que realmente estava cansado falei: será que vocês não ficam satisfeitos? Estamos tranzando por três horas já. Ah Carlinho teu pai pouca demora já chega e, amanhã sua tia já vai embora, então tenho que aproveitar hoje. Não que da essa bundinha pro Pedrão aqui loirinha gostosa? Ah Pedrão sabe que quero e já estou sentindo esse seu pau no meio de minha bunda. Então rebola bem putinha no meu pau. Minha tia ficou esfregando a bunda nele.

Vamos para a sala depois eu arrumo a mesa falou minha mãe. Quando chegamos a sala minha tia já estava sem o sutiã. Minha mãe sentou no sofá grande e o Pedrão sentou minha tia do lado dela e ficou em pé. Minha tia tirou sua cueca e o pau do Pedrão já saltou duro na frente do rosto dela. Nossa Pedrão tu não nega foto mesmo! Com duas putinhas loiras casadas ele não cai fácil hahahaha minha tia me chamou: vem Carlinho da seu pau para sua mãe chupar. Eu acabei tirando minha roupa mas meu pau estava totalmente mole. Aquilo me deixou com muita vergonha, mas eu estava cansado mesmo. Enquanto o Pedrão fazia minha tia se engasgar. Minha mãe chupava-me e meu pau não reagia. Mãe deixa-me descansar um pouco. E sentei-me sentindo-me muito casado e envergonha, mas vocês sabem depois de duas gozadas é foda para levantar. Vem cá minha puta chupa aqui que tem pau para as duas. E puxou sua cabeça e levou para seu pau. Isso bom demais ter duas putas me chupando. Quero que deixe bem lambuzado que vou arregaçar o cuzinho da Lucia também. Enquanto as duas revessavam o pau dele, ele tirou o sutiã de minha mãe e alisava os seios das duas.

Lucia ainda te apresento meu primo, quando eu conta tudo que aconteceu nessa tarde ele vai fica louco o sonho dele é comer uma loira casada. Ai Pedrão se for bom como você vou querer conhece-lo sim. E você minha puta loira? A pergunta agora era para minha mãe. Eu já sou sua Pedrão. Pedrão deu uma gargalhada. Hahahaha eu sei Carla que és minha puta casada loira e cada vez mais obediente. Chupa o saco do teu macho aqui. E você Lucia levanta e fica aqui em cima do sofá. Ele tirou sua calcinha e a virou de costa para ele e, enquanto minha mãe sentada chupava seu pau ele se curvou e começou chupar minha tia por trás. Minha gemia aaaaaaaa aaaaaaaa que boca e rebolava aquela bunda na cara dele. Depois ele a botou ajoelhada no sofá mandou minha mãe lambuzar bem o pau dele e, ele cuspiu bem o cuzinho de minha tia e, fez minha mãe abri bem a bunda de minha tia e foi metendo a cabeça do pau no cuzinho dela.

Aiiiii aiiiiiii Pedrão aiiiiiiii aiiiiiiii mete. Mete aaaaaaa aaaaaaa isso relaxa que já, já quero te ver rebolando nesse pau. E deu um tapa em cada lado da bunda dela. Fez minha mãe fica de pé e, começou a massagear com força a buceta dela. Por mais estranho que parece eu estava ali vendo tudo mais meu pau ficou só meia bomba eu realmente estava morto e, meu pau não levantou desculpe-me não riam não sou de ferro. Isso Lucia relaxa e rebola que essa bunda branca já esta com mais da metade do pau dentro. Aiiiiiii Pedrão aiiiiiii mete. Mete que quero você todo dentro de mim. Safada. Rebola então Puta que vou enterra tudo e deu duas estocadas que ele berrou na hora. Aiiii caralho devagar. É de jeito que eu quiser e vou castigar bem essa assim com fiz com a Carla. Minha mãe em pé mexia o quadril com o Pedrão com dois dedos enterrado na buceta dela. Enquanto metia sem dó na minha tia. Minha mãe agarrou a cabeça do Pedrão e beijou ele na boca e rebola os quadris na mãe dele e, gozou alucidada. Aaaaaaaa aaaaaaaaa Pedrão aaaaaaaa aaaaaaaaaaaa vou goza até com esses dedos tu me deixa louca. Isso Puta casada isso goza na mão do seu dono. Minha mãe gritou e cair sentada no sofá suada e toda esgaçada.

Pedrão voltou a se concentra todo na bunda de minha tia e, o gozo de minha mãe o deixou mais selvagem. Ele segurava minha tia pela cintura e trazia com força contra seu pau e, dava tapas na bunda dela. Rebola safada. Rebola que hoje tu vai saber como é ter mesmo um pau nesse cu. Aiiiiiiiiiii aiiiiiiiiiiii seu cachorro aaaaaaaa aaaaaaaaaaa me rasga. Mata-me. Aiiiiiiii aiiiiiiiiiii gosta né puta? Isso é para tu nunca se esquecer desse pau tua cunhadinha já vicio. E foi nesse ritmo que ele tirou o pau da bunda dela e a fez vira para ele e, sentasse no lado de minha mãe e, gozou na cara das duas. Mesmo sendo a terceira gozada dele aquela tarde, voou porra no rosto e no cabelo das duas. Depois caiu sentado do lado das duas. Depois de uns minutos minha tia falou: Pedrão adorei a tarde espero repeti um dia, mas agora vou tomar um banho que estou acabada e meu cuzinho esta ardendo és muito malvado. Pegou usas roupas e saiu. Meninos eu também vou tomar um banho e, você se vista que seu pai esta quase chegado se pergunta por nós diz que eu e sua tia estamos no quarto.

Eu me vesti o Pedrão também. Carlinho vou embora valeu pela tarde a noite a gente se fala. Leve-o até o portão e ele foi para casa. Assim terminou aquele sábado e, no dia seguinte minha tinha voltou para sua casa. Se acontecer algo que eu ache que vale a pena escreve eu escrevo, mas as vezes me desanimo de esta escrevendo porque o Pedrão leva a melhor em tudo e isso no fundo irrita-me e também me causa inveja.

Para quem pediu esse e-mail e também é meu skyp [email protected]
Vou parado por aqui.
Continua...

Sobre este texto

dudu1128

Autor:

Publicação:23 de maio de 2015 16:17

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Heterossexual

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Este texto foi lido 221 vezes desde sua publicação em 23/05/2015. Dados do Google Analytics

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*