Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Por trás das grades

Quando estava chegando do trabalho, depois de um dia exaustivo, Flávio encontrou com seu amigo Daniel. Pararam, para bater um papo e depois de algum tempo, Flávio quis saber sobre a irmã dele que tinha se envolvido com gente da pesada e acabara sendo presa, estando sob custódia do estado, na penitenciaria feminina. Pegara 10 anos de reclusão e sairia por bom comportamento, quando estivesse com seus 25 anos. Mirela, sempre fora uma garota, que não tinha muito juízo. Suas companhias nunca eram saudáveis, mas não adiantava falar, que ela dizia ser dona do próprio nariz e que ninguém devia se meter com ela. Flávio, não era seu amigo fiel, apenas trocavam idéias, que ela nunca levava a sério e por ai ficava. Ele, até que nutria uma atração por ela, todos sabiam disso, mas devido seu jeito de encarar a vida, ele, não se iludiu e pouco a pouco foi deixando aquele atração ir se perdendo no ar.
Teve uma vez,das poucas vezes em que ela estava em seu estado normal, que eles foram a um cinema e lá na sala de projeção, acabaram por se beijarem e trocarem umas carícias bem avançadas, que acabou inclusive com uma bela ejaculação na boca dela. Se divertiram naquela noite e depois ela não se deixou amolecer e nunca mais saíram juntos. Guardava boa recordação daquele episódio. Não esquecia que suas coxas eram macias, mas musculosas, e que seu seios miúdos, tinham bicos bem salientes. Podia se transportar para aquele momento em que ela mesma se desfez da calcinha e levou a mão dele de encontro á sua boceta. Permitiu que ela a excitasse, mas não lhe prometera nada, além do que ela já estava conseguindo. Era o jeito dela.
__ Amanhã é dia de visita. - disse Daniel .- Vou levar algumas coisas para ela. Não gostaria de vir comigo? Seria bom, para ela te ver.
__ Pode ser muito constrangedor. Você sabe, se antes ela não me dera a minima pelota, imagina agora se defrontar comigo na atual situação que vive. Não iria gostar.
__É! Você não deixa de ter razão. Bom já vou indo, nos vemos por ai.
Flávio entrou em casa e contou aos pais a conversa que tivera com seu amigo, e até eles acharam que o mesmo fizera bem em não aceitar o convite. Os dia se passaram e um belo dia ao sair do local de trabalho, deparou com seu amigo o esperando em sua moto Kawasaki.
__Se vai para casa, posso te dar uma carona!
__Obrigado. Estas bem na fita, hein? Bela máquina.
__Dei muito duro para compra-la.
Em poucos minutos estavam chegando a casa de Flávio.
__ Obrigado pela carona, não quer entrar para um café?
__Não, não. Na verdade eu fui ao seu encontro, porque tenho uma carta para você de Mirela.
Flávio estranhou aquilo, mas pegou o envelope que seu amigo lhe estendia. Feito isso ele se despediu e Flávio entrou. Não deu muita importância á aquele fato. Tomou banho e jantou, depois foi assistir um pouco de televisão. Quando o sono veio, ele se recolheu ao seu quarto e estava q

Sobre este texto

Erótico

Autor:

Publicação:9 de setembro de 2015 11:04

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Dia do Sexo

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 09/09/2015.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*