Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

SURPRESAAAAAAAA

Tenho 37 e minha mulher 35 anos, somos bem desenvolvidos, minha mulher, tem mais ou menos 1,68 mts de altura, com o corpo bem torneado e gostoso. Estávamos nós num belo e gostoso 69 em nosso quarto, quando fomos surpreendidos com dois mulatos de armas em punho olhando pra nós e sorrindo. Eram dois ladrões que arrombaram a porta dos fundos e nos surpreenderam.
- Que bonito heim.....(rs) eta 69 gostoso heim... nós viemos assaltar, mas vamos querer participar desta suruba toda. Fiquem calmos e quietinhos e ninguém vai se machucar.
Minha mulher ficou toda constrangida, querendo se cobrir assustada e começando a soluçar, eu me assustei na hora e em seguida procurei ficar calmo pra não dar motivo pra eles nos maltratarem ou talvez até coisa pior.
- Fica calma querida, eu lhe disse, lembre-se do papo que tivemos outro dia. Tínhamos conversado sobre uma situação em que fossemos obrigados a obedecer como numa situação destas e chegamos a conclusão de deveríamos fazer de tudo pra nos manter vivos, fosse o que fosse. Os caras me amarraram com as mãos pra traz e sentaram-me no chão em frente a cama.
Com os dois já pelados, pude ver os seus membros. Um deles, mesmo não estando totalmente duro ainda, era grande, o outro era mais normal. O cara do pinto grande sentou-se na cama com as costas encostadas na cabeceira e mandou minha mulher fazer-lhe uma chupeta, ficando de 4 com as pernas abertas, e o outro se meteu por baixo de suas coxas e sugou-lhe a buceta, fizeram-lhe um 69 diferente. Ela antes de começar, olhou-me como se perguntando:- E agora, o que eu faço? Olhei para seus olhos e fiz um sinal de ombros, como se dissesse,: - Fazer o que?
Ela então começou a chupar vagarosamente aquela pica grande do mulato e começou também a ser chupada pelo outro. Aos poucos a pica em sua boca foi crescendo, crescendo e chegou a sua plenitude com aproximadamente uns 18 cm de comprimento e uns 25 cm de circunferência, era grande pra caramba, fiquei preocupado e minha mulher também. O outro sujeito a sugava e ela já começava a apresentar sinais de que estava gostando daquilo. Olhou pra mim sem que eles percebessem e e eu lhe fiz um sinal dizendo sem emitir som “relaxe”, e ela então relaxou.
O mulato de pica grande então lhe ordenou que o cavalgasse e deixou pra ela controlar a entrada e saída do cacete enorme em sua buceta..
Ela então se sentou na pica devagarzinho, com a cabeça na porta, foi abaixando o corpo, um pouco de cada vez, ai....ai...ai...aiii, gemia, era muito grossa aquela pica. Ela descia um pouco e parava, subia e depois descia mais um pouco, bem devagar, a pica era muito grande e grossa, ela se remexia, rebolava, tentava relaxar para facilitar, agora já começava a gemer também de prazer, aiii, ahhhh.... aii. ahhhhh, e um pouco de cada vez ela ia tirando e colocando, cada vez, engolia um pouco mais, eu ali sentado, a tudo assistia sem poder fazer nada, via ela engolindo com a buceta aquela pica enorme, um pouquinho de cada vez, até que numa última descida, chegou até o talo, AHHHHHHHHHHHHHH, nossa, é muito grande, AHHHHHHHHH, ela se remexia para os lados e pra frente e pra traz com o cacete em suas entranhas, gozou, gozou muito com aquele cacete duro e grande na buceta gostosa, ele a alargou toda, o cara ainda não tinha gozado, segurava o gozo pro granfinale.
O outro cara, só de olhar, também ficou com o treco duro, fez com ela deitasse por cima do cara sem que o pau dele saísse de sua buceta. O cara que estava deitado então, segurou suas nádegas e as abriu bem pra receber o cacete duro do outro. Quando minha mulher percebeu o que iria acontecer, pediu: não..... por favor.... assim não...... eu não vou agüentar os dois..... não.....
Vai sim diziam, é só relaxar bem, ficar calma que você vai até querer mais, vais ver.
Ela então olhou novamente pra mim que a tudo assistia sentado no chão e percebeu que só de assistir, eu já havia me esporrado todo, uma grande mancha no chão me denunciava, só de assistir, eu gozei pra caramba, foi incrível ver pelo que ela estava passando e até ali gostando, sem poder fazer nada além de assistir.
Percebendo o meu estado então, ela realmente relaxou por completo e deixou com que eles fizessem o que queriam com ela, ou seja, agüentou os dois cacetes ao mesmo tempo.
Relaxando bem o corpo e as coxas para recebê-los por completo, ela então participou ativamente e começou a rebolar e a gemer baixinho e pedindo: aiii....aiii... devagar...vai.. põe devagar....ai ai ai. Os dois então com os dois cacetes dentro dela, viraram-se de lado na cama, ela no meio dos dois com um cacete na buceta e o outro no cuzinho, vibrava no meio dos dois, eles lhe acariciavam o corpo todo, sugavam sua nuca, brincavam com seus seios, começaram a tirar e por pausadamente, pra não machucá-la. Quando um punha, o outro tirava e vice versa, bem devagar. Isto foi deixando-a louca e ela pedia, mais..Isso...isso... mais....maissss.. devagar.... está muito bom.....asssim......ai...ai... vocês me matam assim.......ela se agarrou apertando o corpo do mulato ao seu , as vezes empinava a bunda pro outro colocar mais pra dentro,esses seus gemidos, pedidos, e a movimentação dela no meio dos dois, me deixou ainda mais excitado e eu acabei gozando de novo de ver e ouvir aquilo tudo e os três também acabaram gozando muito AHHHHHHHHHHHHHHHHHH aiiiiii.............AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH explodiram todos num gozo descomunal.
Eles se limparam e antes de irem embora disseram:- Olha desta vez, nem vamos roubar nada, pois a noite foi muito proveitosa. Olhando pra mim o cara disse:- Olha cara, você tem uma mulherzinha muito gostosa viu, aproveite bem que ela é demais de gostosa, ah e cuidado com aquela porta dos fundos viu, podemos voltar qualquer dia heim. Ah Ah Ah. E foram embora.
Minha mulher veio e me desamarrou e sem jeito foi logo falando. – Meu, eu não pude fazer nada, os caras me pegaram de jeito, não tive como escapar. Tive que dar pra eles sem reclamar me desculpe.
- Não esquenta, o importante é que eles nos deixaram vivos e não nos maltrataram e olha, acho que você até que gostou né, eu só de olhar e ouvir me esporrei todo, cacete.
É, eu vi a mancha que você deixou no chão, e sinceramente, no início eu senti muito medo, porém vendo que eles estavam calmos e sem me machucar, me acalmei e como você mesmo disse, relaxei e aproveitei né, realmente foi muito bom, cacete. Ao mesmo tempo ficamos com raiva e aliviados que não aconteceu o pior.
Agora quanto a consertar a porta dos fundos, não sei se minha mulher vai se importar. Porra.

Sobre este texto

excitado

Autor:

Publicação:19 de junho de 2013 18:00

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Casal

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Este texto foi lido 368 vezes desde sua publicação em 19/06/2013. Dados do Google Analytics

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

  • excitado
    Postado porexcitadoem21 de junho de 2013 14:23
    excitado é um autor no História Erótica

    PORRA MEU, FOI DEMAIS......

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*