Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Decidi experimentar.

Me chamo Fernando, tenho 27 anos, socialmente sou hetero, mas desde novo tenho uma certa queda por homens. Com 10 anos usei a calcinha de uma prima que havia esquecido em casa e essa mania só aumentou. Com 12 ficava muito tempo sozinho e aproveitava para usar as roupas de minha mae, nessa mesma idade fiz um boquete para um garoto do bairro, minha 1ª experiencia sexual. Até os 16 fiz isso algumas vezes, então decidi que queria ter minha 1ª vez completa. Mas não queria um conhecido porque tinha medo, entao fui para a internet. No Chat conhece varios, alguns muito estranhos, alguns me deram bolo, ate que um dia deu certo, conversamos muito e marcamos. Menti minha idade, disse que tinha 18 e que era bem experiente, me descrevi de verdade, loiro, pele clara, olhos azuis, poucos pelos, gordinho. Ele tambem mentiu um pouco sobre a aparencia, na verdade só disse, alto, moreno, forte, 42 anos, divorciado. Contei que usava roupas femininas e ele adorou, conversamos mais e marcamos um dia a tarde numa praça ha 2 quadras de minha casa, era uma tarde que eu passaria toda sozinho.
Chegue no local 10 minutos antes, ele chegou no horario, encostou o carro, desceu e conversamos. Ele era realmente moreno, alto, mas nao era forte, era gordo, peludo, mas muito bem arrumado. Contei que tinha 16 e que aquela seria a primeira vez. Ele ficou muito desconfiado e cogitou desistir algumas vezes, depois de uns 20 minutos decidimos ir para minha casa. Deixe-o na sala e fui para o quarto me troca, porque tinhamos combinado que eu estaria de menina, alias a unica coisa que nao menti era realmente muito bom ja nisso. Tinha separado umas coisas da minha mãe, um conjunto preto de lingerie, um vestido curto preto e uma sandalia de salto (um pouco apertada, mas ja estava acostumado, passei um perfume dela tbm, batom, rimel e uma tiara. Fiquei morrendo de vergonha e nervoso quando me dei conta que tinha um homem esperando na sala para me comer, transar comigo. Tomei coragem e chamei ele para meu quarto, ele veio sentou na cama e pediu para eu dar uma andadinha que queria me ver, fez alguns elogios e perguntou se podia ficar mais a vontade, respondi que sim e ele se levantou me deu uma agarrada por tras e ficou beijando meu pescoço e me alisando um tempo. Eu estava muito nervoso e ansioso ao mesmo tempo.
Ele sentou novamente na cama e perguntou se eu ja queria chupar ele, só respondi que sim e ajoelhei, ele me ajudou a tirar sua roupa ai vi um penis normal, um pouco grosso, comecei a chupar como se o mundo fosse acabar, desesperado de nervoso, ele pediu para ir devagar e foi falando comigo, fiquei calmo e as coisas fluiram melhor. Chupei ate ele gozar, fui ao banheiro limpar o rosto e voltei. Ele estava pelado deitado na cama, deitei ao lado e ele ficou me acariciando algum tempo, sem dizeermos nada, em seguida perguntou no meu ouvido se poderia me comer, disse que sim e perguntei como queria fazer. PEdiu para eu ficar de 4, fiquei. Mal tocou em minha roupa, apenas ergueu o vestido e tirou a calcinha, fez um pouco de carinho com os dedos e eu ja estava todo mole, com muito tesao, ele mexeu no bolso da calça e tirou um camisinha e um gel, pos a camisinha, passou um pouco de gel bem na entradinha e ficou brincando e pedindo para eu falar o que eu queria, mesmo com muito tesao me deu muita vergonha, só respondia "voce sabe" e ele insistindo para dizer, ate que nao resisti e falei "quero que voce me come". ELe foi enfiando ate entrar tudo, eu gemia bem baixinho, me sentia meio sem ar, senti o saco dele encostando em mim. Ele fazia ora com força ora mais fraco, doeu um pouco mas acostumei rapido e adorei, um tempo depois detei de bruços na cama e ele veio por cima, eu senti mais fundo, ate que deu 2 enfiadas bem fortes e gozou, tirou o pau da minha bunda, tirou a camisinha e jogou ela de lado e deitou. Me fez elogios, conversamos um pouco, ele sentou e pediu para um chupar de novo de despedida, claro que atendi, chupei ate gozar novamente, mas dessa vez me lambuzou mais, eu adorei, ele foi ao banheiro, se trocou e foi embora, me limpei tambem, mas cotinuei vestido, deitado na cama pensado. Apesar de um pouco dolorido eu tinha amado aquilo, sentir um homem gozando foi delicioso, pensei nisso por dias e não via a hora de fazer de novo.

Sobre este texto

Fer_Loiro (a)

Autor:

Publicação:8 de janeiro de 2014 03:07

Gênero literário:Depoimento erótico

Tema ou assunto:Gays

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 08/01/2014.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

  • Leila
    Postado porLeilaem8 de janeiro de 2014 16:05

    Foi o conto mais sincero que já li.meu marido insiste mas sempre doi muito, acho que vou procurar um gay talvez ele tenha mais tato e eu acabe gostando como você. beijo

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*