Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Dono e suas Submissas

Aquele dia meu DONO ficou o dia inteiro me olhando estranho, não me deu nenhuma palavra se quer o dia inteiro, por mais que eu puxasse assunto.

Sabia que ele estava para poucas palavras e não deveria incomodá-lo, passei o dia inteiro pensando no que ele reservava para mim a noite, pois sabia que ele iria querer aliviar aquela tensão que estava estampada em teu rosto.

Já estava quase escurecendo e resolvi tomar um banho, tirei minha roupa por completo e andei a caminho do banheiro, tomei um banho demorado relaxando-me ao Maximo, pois sabia que seria uma noite longa, percebia isso no olhar silencioso de meu DONO.

Sai de meu banho enrolada na toalha e fui para o quarto, deitei sobre a cama (respirei fundo) e levantei,quando levanto olho para a porta que estava aberta e avisto meu DONO,que falou rapidamente e extremamente serio.

__Você já sabe o que deve colocar, use o salto mais alto que você tem e ligue para Esther. Agora!

Fiquei sentada um pouco, o vendo virar as costa e caminhar em direção ao banheiro, peguei o telefone e liguei para a Esther, pedindo para ir à minha casa o mais rápido possível, ela disse que sim e que já imaginava o que era, que ia se arrumar para ir e que não demoraria.

Levantei abri o meu guarda-roupa e peguei corselet preto, minha calcinha fio dental preta, coloquei uma meia calca 7/8 preta e coloquei meu sapato mais alto preto e fui me maquiar, coloquei uma maquiagem forte, e sentei-me na cama com a mala que tinha nossos acessórios, estava organizando quando Esther tocou a campainha corri para atendê-la.

Ela estava vestida igual a mim, pois o nosso DONO havia comprado coisas iguais para ela, pois ele gosta que nos vistamos iguais para ele.

Fomos para o quarto e ficamos aguardando ele chegar, sentadas na cama sem nos tocarmos, pois aquela noite não seria nossa e sim dele por isso ficamos esperando por sua ordem.

Meu DONO entrou no quarto serio, completamente sem roupa, aproximou-se de Esther e falou para ela me algemar.

Esther levantou-se colocando minhas mãos para trás me algemou, colocou-se ao meu lado e ficou a olhar nosso DONO,quando ele disse para mim,ajoelhe-se.

Em sem dizer nenhuma palavra ajoelhei olhando para os seus olhos, ele se aproximou de mim, pegando meu cabelo levando a minha boca até seu pau.

Abri minha boca e comecei a chupá-lo, lambia a lateral de seu pau vindo até sua cabeça passando minha língua, e colocando ele todo na minha boca, meu DONO movimentava minha cabeça no movimento vai e vem fazendo com que seu pau entrasse inteiro em minha boca, fazendo com que eu me engasgasse algumas vezes, mas eu estava adorando, pois adoro quando ele me faz de escrava.

Em seguida ele pediu para Esther pegar minha coleira e colocar, Esther pegou minha coleira que estava próximo e colocou em meu pescoço, logo em seguida sinto o ardor de um tapa que ele me deu no rosto e logo olhei para ele,ele logo foi dizendo,porque você não a colocou antes?aliais nem era para ter tirado!

Quando eu abri minha boca para responder recebo rapidamente outro tapa e ele me manda calar a boca, eu o obedeço e continuo a chupar teu pau.

Ele faz apenas um gesto para Esther que logo entendi e vem tirar meu corselet, sem parar continuei a lamber teu pau bem gostoso.

Ele então me levantou tirou minha calcinha deixando-me só com os sapatos, deitou-me na cama, abriu bem minhas pernas amarrando-as na cama, estava com minhas pernas amarradas completamente abertas e com minhas mãos algemadas.

Quando ele ordena para Esther pegar o chicote, ela pega rapidamente e entrega para ele que a retribui com um beijo ardente, neste momento fiquei completamente molhada, pois estava totalmente a mercê deles, e vendo-o beijar a Esther me deixava louca.

Esther veio sobre mim beijando minha boca descendo pelos meus seios que estava rígido, ficou um tempo beijando-os, logo em seguida continuou descendo sua boca pela minha barriga que estava arrepiada, chegando até minha xaninha, não demorou e logo começou a sugá-la deliciosamente, meu DONO ficava observando a cena com o chicote em suas mãos.

Esther sugava gostoso minha xaninha e meu grelinho, sua língua fazia movimentos circulares em meu grelinho e logo descia até a entradinha da minha xaninha invadindo a e sugando gostoso.

Logo me assusto com um estralo, meu corpo estremeceu com o susto quando abro os olhos meu DONO estava dando chicotadas nas costas de Esther que se encolhia toda com a dor, ele ordena continue a chupar essa cachorra!Esther continuou a chupar-me enquanto levava fortes chicotadas em sua costa, quanto mais fortes a chicotada mais forte ela me chupava às vezes mordia forte meu grelinho, fazendo com que saísse lagrimas de meus olhos, como eu gostava de sentir aquelas mordidas fortes me excitava cada vez mais.

Sinto a língua de Esther suavizar em minha xaninha abro os olhos e meu DONO não dava mais chicotadas, ele estava pegando uma das velas que estava acesa no quarto, entrega na mão de Esther e dizendo para ela pingar as gotas da vela sobre o meu corpo.

Eu estava completamente imóvel, mãos algemadas, pernas amarradas, aquela situação era excitante estava esperando o primeiro pingo de vela cair sobre um dos meus seios quando vejo meu DONO pegando um pano preto e me amordaçando, além de imóvel eu não podia nem gritar.

Senti o primeiro pingo cair sobre um dos meus seios, ardeu queria gritar, mas não podia, Esther continuou pingando descendo pela minha barriga... Sentia dor, mas acima de tudo sentia prazer tesão,gostava de ser torturada por eles,quando ela estava quase chegando em minha xaninha meu DONO puxa ela de cima de mim.

Ele então fica entre minhas duas pernas e começa a bater com o chicote em minha xaninha, ele batia forte, muito forte, sentia minha xaninha pegando fogo, mas mesmo assim ela escorria de tanto tesão,gostava de te-lo batendo em minha xaninha enquanto Esther vem por cima de tira minha mordaça fazendo com que eu a chupasse gostoso,sentia sua xaninha em minha boca,seu cheiro teu gosto,mordia levemente seu grelinho conforme meu DONO me batia,sentia a xaninha de Esther escorrer pela minha boca,sentia teu gosto e isso me excitava muito,colocava minha língua na entradinha de sua xana deixando-a arrepiada.

Meu DONO parou de chicotear minha xaninha e foi beijá-la, deu leves beijinhos em minha xaninha que estava ardendo e vermelha, subiu beijando até chegar a meus seios, ajeito-se entre minhas pernas e colocou teu pau todo em minha xaninha, movimentando-o lentamente aumentando sua velocidade cada vez mais, o sentiaele ir bem fundo em minha xaninha, sentia minha xaninha pulsar de tanto tesão.

Esther rebolava em minha boca quase gozando, eu sugava sua xaninha rápido e mordiscava seu grelinho forte, enquanto meu DONO fazia-me delirar com teu pau atolado em minha xaninha, ele fazia rápido, entrava e saia, passava teu pau pela minha xaninha e colocava novamente fazendo com que eu gozasse gostoso com o pau dele atolado em mim.

Esther também nesta altura já tinha gozado em minha boca fazendo com que eu engolisse todo o teu mel.

Eu já havia gozado gostoso com o pau do meu DONO atolado em mim, mas ele ainda não, então ele puxou Esther até sua boca chegar a minha xaninha Esther ficou com seus pés apoiado no chão ficando com tua bunda para cima virada para o nosso DONO.

Que logo começo a fode-la, entrava e saia rapidamente de sua xaninha enquanto chicoteava tuas costas, Esther sugava todo o meu mel, fazendo-me delirar naquela boca, nosso DONO chicoteava as costas de Esther e ao mesmo tempo a penetrava, Esther e eu soltávamos gemidos.

Nosso DONO ficou um tempo estocando na xaninha de Esther, mas logo gozou em sua xaninha, fazendo com que ela caísse sobre mim.

Meu DONO apenas falou solte-a e se retirou do quarto indo tomar um banho.

Esther me soltou e fomos tomar com nosso DONO, que já estava mais calmo e agora já tinha um sorriso em teus lábios.

Vendo-o ele soltar um sorriso eu e Esther ficamos felizes em saber que o fizemos feliz naquela noite.

Beijos e mordidas em todos

Gordinha Sexy


http://gordinhasexyy69.blogspot.com.br/

Sobre este texto

Gordinha Sexy

Autor:

Publicação:30 de julho de 2012 04:45

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:BDSM

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Este texto foi lido 1.515 vezes desde sua publicação em 30/07/2012. Dados do Google Analytics

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*