Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

transei com a amiga da minha irmã e minha esposa...

Olá pessoal, tudo começou quando a Karla (a amiga da minha irmã), veio morar uns tempos com ela devido ter terminado com o namorado e ser de outra cidade, até arrumar um emprego e um lugar para ela morar.
Ela passou mais ou menos uns 8 meses na casa dela. Nossa, nesse tempo foi muito bom, pois ela era muito gostosa mais minha mulher não dava trégua.
Teve um dia que eu e minha mulher estávamos saindo de manha e ao chegar na casa de minha irmã ao entrar dei de cara com ela toda peladinha no corredor indo tomar banho. Ficamos parados mais precisei voltar logo, pois minha mulher estava no portão me esperando.
Quando eu estava sozinho em casa, eu ia à casa de minha irmã e entreva em seu quarto e ficava mexendo em suas calcinhas, minúsculas e a noite pensava nela comendo minha mulher.
Às vezes eu e minha mulher estávamos deitados, ela batia na porta e quando entrava, brincava se podia deitar ali com a gente. minha mulher já cortava a brincadeira e u ficava ali imaginando, tremendo de tesão e logo que ela saia, eu já começava a acariciar e comer minha mulher.
Foi aí que ela me perguntou se eu tinha vontade de comer a Karla e eu disse que sim, que sentia muito excitação por ela, mais o máximo que consegui foi ela me pedir pra come-la pensando e a chamando de Karla, pois, ela queria sentir o tesão que eu sentia pela sua amiga.
Bom, passado esse tempo a Karla arrumou um emprego e alugou um kit net e a gente se via de vez em quando, até que um dia cheguei do trabalho e ela estava em casa conversando com minha mulher no quarto. ao me aproximar ouvi um pedaço da conversa e ela dizendo que não aguentava mais de vontade dar sua buceta, pois depois que terminou com o namorado não tinha transado ainda, mais tinha medo de dar pra qualquer um aqui, pois, ela quase não conhecia ninguém. Ao ouvir a conversa, logo fiquei de pau duro. Então fiz um barulho pra disfarçar e chamei por minha mulher, que logo respondeu e me chamou pro quarto. Quando entrei, a surpresa veio de cara, ela perguntou pra Karla se ela gostaria que eu a comesse e disse também que eu sentia muito excitação nela. A Karla gaguejou meio sem saber o que falar mais deu um sorriso que entregou seu desejo, mais disse que tinha vergonha da minha mulher, Então minha mulher disse, fiquem tranquilos que deixo vocês sozinhos aí e só volto quando terminarem. Levantou-se e saiu, fechando a porta do quarto.
Foi aí que sem pensar muito, comecei a beijar aquela boquinha linda, descer chupando seus seios e quando cheguei naquela linda buceta estava escorrendo. passei o dedo na buceta dela e coloquei na minha boca, ela gemeu de prazer, foi ai que comecei a chupa-la todinha depois coloquei a Karla de quatro, ela tava tão melada que chegava a escorrer e pingar na cama.
Foi aí que a virei de frente e comecei a penetrar na sua buceta, olhando bem firme para aquele rostinho lindo, e fui beijando sua boca e enfiando meu pau, foi quando ela começou a gemer cada vez mais alto. Então ouvi bater na porta e minha mulher perguntou se já tínhamos acabado e eu disse que não estava apenas começando. Ela então abriu a porta e disse não aguentava mais de excitação e precisava-me ver comendo sua amiga, Ela sentou num canto da cama e enquanto eu socava a vara na Karla, ela metia os dedos na buceta e gemia também.
Vendo tudo aquilo, a Karla gozou umas três vezes e estava toda molinha. Deixei-a descansando e peguei minha mulher, fui chupando sua buceta e logo já metendo a vara nela, que enfiei metade do meu pau ela já estava gozando.
Em pouco tempo, a Karla se recuperou, e eu metendo na minha mulher ela veio por cima se esfregando e me melando todo sua buceta, ai então coloquei as duas de frente uma em cima da outra, encostando buceta com buceta e deitei por cima das duas, penetrando em uma e na outra, aí fizera um sanduíche com meu pau no meio das duas bucetas, quando não aguentei mais e gozamos os três juntos.
Karla, nunca vou te esquecer.
Meu amor, você é demais. Obrigado pelo presente.
Eu fui o cara mais feliz.
As duas gostaram muito assim como eu também gostei.
Depois deste dia a Karla arrumou um namorado e casou com ele, nunca mais tivemos noticias dela, pois ele e caminhoneiro e leva-a para suas viagens.

Sobre este texto

homem sombra

Autor:

Publicação:18 de outubro de 2012 20:58

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Casal

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Este texto foi lido 3.079 vezes desde sua publicação em 18/10/2012. Dados do Google Analytics

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

  • Thiago
    Postado porThiagoem23 de fevereiro de 2013 10:37

    Nossa acabei gozando duas vezez

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*