Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Eu e Elas

Lá estava eu, no meu lugarzinho de sempre, esperando a minha vez. Gostava de ficar olhando as meninas passando. Tinha de todos os tipos: loiras, morenas, altas, tatuadas, hippies, gordinhas, mulatas, enfim, para todos os gostos. Às vezes, ficava pensando com qual delas eu iria perder a virgindade – Sim! Eu era virgem!

Mas também não podia ser diferente, sou um cara de poucas palavras, não sou do tipo que vibra por tudo, sou realista.

Um dia, uma garota serelepe com cabelos longos e olhos brilhantes, veio em minha direção e sorriu. Analisou-me somente com o olhar e me puxou junto a sua amiga – Também morena, com a cabelos curtos e olhar distante, prestava mais atenção na amiga do que em mim, mas não tiro sua razão ela era bem bonita, parecia uma bonequinha de porcelana, branquinha como a neve. Calado ouvi a conversa. A com o olhar mais discreto, perguntou:

- Então, é ele?

- Sim! – respondeu prontamente, com um sorriso safado.

Não entendi muito a situação. Deixei-me levar pela adrenalina. Minha vida, estava meio parada, nada interessante.

Entramos no quarto e no início fui meio que deixado de lado, as amigas logo começaram a se beijar. Era um beijo quente, nunca tinha visto algo parecido! Os suores das duas se misturavam entre o contorno de seus belos corpos. Foi acontecendo tudo: mão-vagina, boca-seio, boca-boca, língua-coxa.

Fiquei hipnotizado!

Foi quando me dei conta que a bonequinha me guiou direto para a vagina da sua parceira.

- Me FODE! – Disse fogosa a serelepe.

Ah! Como era bom!

E eu não decepcionei, fodi de todas as formas: papai-mamãe, de quatro, de lado... Degustava-me naquela ambrosia!

- Ela gozou!

O silencio, um ar calmo que só a satisfação proporciona. Tirou-me e abraçou a bonequinha carinhosamente.

Agora não sou mais virgem. Me sinto parte importante desse amor simples. Sei que meu lugar é o anonimato e que meu espaço é ficar guardado e sempre pronto, disponível e ereto, claro.

Sobre este texto

Jack

Autor:

Publicação:3 de setembro de 2011 19:48

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Encontro a Três

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Este texto foi lido 633 vezes desde sua publicação em 03/09/2011. Dados do Google Analytics

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

  • Jack
    Postado porJackem17 de setembro de 2011 01:40

    Rs... Jussara amei... rs... Quantas pessoas não gostariam de ter hein?! rs.

  • Jussara
    Postado porJussaraem4 de setembro de 2011 10:18

    acho que tenho um desses :)

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*