Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

primeira vez com meu cunhado

Tudo aconteceu, pois a muito tempo meu marido vinha falando que tinha a curiosidade de me ver transando com outro homem, mas eu não tinha essa cultura e achava estranho esse fetiche, mas de tanto ele falar, eu fui acostumando com a ideia e só estava esperando uma oportunidade.
Nessa época o irmão dele morava conosco, e ele me perguntava se eu teria coragem de levantar na calada da noite e mexer com ele, e eu falava que não, pois tinha medo da reação dele; ai meu marido me disse que já tinha conversado com ele e estava tudo certo, e era só eu ir que ele estaria me esperando.
Naquela noite eu estava superexcitada a ponto de encharcar a minha calcinha, ai, começamos a nos tocar e ele perguntou se eu iria lá tocá-lo, e eu disse que sim e ele pediu que eu fizesse três coisinhas básicas que seriam: mexer por cima do calção, tirar o pau pra fora e chupar a cabecinha, eu fui.
Meu cunhado dormia no chão, eu fui engatinhando até chegar lá e meu marido me acompanhava de longe pra ver se eu teria coragem mesmo, quando eu cheguei e encostei no colchão, ele que estava de lado, virou de barriga pra cima ai, eu bem de levinho comecei apalpando por cima da roupa, aquele pau já estava muito duro, eu afastei a coberta, fui escorregando a mão pela barriga até chegar na sunga e fui direto naquele pau, quando o peguei, enchi a mão pois era muito grosso e estava muito quente.
Eu tirei aquele pau latejante pra fora, como meu marido pediu, comecei a cheirar e lamber os lados até chegar na cabecinha, estava toda meladinha, abocanhei com muito desejo, ai voltei e disse o que tinha feito, e meu marido pediu que eu voltasse lá e desse uma sentadinha escondendo aquela barrinha de ferro, eu não queria, pois, nunca tinha feito aquilo, mas de tanto ele insistir eu fui engatinhando e quando cheguei ele se virou de novo, eu dei mais umas chupadas naquela cabecinha, me abaixei e fui sentando bem de vagar até esconder aquele pau grosso; antes eu não queria e depois que senti aquilo tudo dentro de mim, não queria mais sair, comecei a mexer, subir e descer, estava muito gostoso, meu marido veio rastejando até chegar onde estávamos, e foi passando a mão no meu peito, barriga, até chegar na minha bocetona, foi quando ele mesmo pode confirmar que eu tinha seguido toda a sua exigência, ai ele se afastou de vagar para ficarmos mais a vontade, eu continuei mexendo, porém meu cunhadinho ficava paradinho só se deliciando com tudo aquilo, foi quando durante os meus sobe e desce, eu vi os pés dele se esticarem e estralarem, ai uma jorrada de gozo quente me encheu, que delícia! Continuei por mais um tempo, dei também uma gozadinha gostosa, me levantei e fui completar a noite com meu marido que já estava pingando de tanto prazer.
Depois meu marido me contou que não tinha combinado nada, e que tinha me enganado, muito sacana ele é, mas valeu a pena, que pau gostoso, grosso e a cabecinha como uma seda; depois dessa primeira vez tivemos muitas outras que contarei em outras oportunidades.

Sobre este texto

jani

Autor:

Publicação:30 de março de 2012 12:02

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Fetiches

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Este texto foi lido 1.380 vezes desde sua publicação em 30/03/2012. Dados do Google Analytics

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

  • Natal
    Postado porNatalem2 de abril de 2012 11:54

    Dar para o cunhado é um clássico. Adorei.

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*