Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Nos duas

Sexo é algo que se faz com muita antecedência do ato em si, e também não é só as lembranças enquanto  me masturbo. Mas os devaneios durante o dia e aquela vontade, as vezes, incontrolável de ir ao encontro daquela pessoa que, te ascende só com pensar, e tirar a roupa dela, sem dizer uma só palavra e sentir o seu gosto entre suspiros, gemidos e puxões e mordidas. 
Umas das torturas mais gostosas é estar com tesão de alguém e não poder tocá-la, estar sentindo o seu perfume te acender como jamais nenhum afrodisíaco eficiente faria. Pra esconder a frustração sempre tento fazer a outra pessoa chegar no mesmo estado que eu e na mesma situação. Abraçando por trás chegando sorrateiramente com a boca perto da nuca pra arrepiar, deixando a mão cair um pouco do quadril até a coxa. E morder o pescoço ao mesmo tempo que leva a mão entre as pernas dela. É uma ótima maneira de começar. 
Em um bar, entre as conversas, os olhares, uns drinks, começo a olhar a mulher que me acompanha de outra forma. Com ela consigo ter um orgasmo só no beijo. Vou ao toilet só pra poder voltar e sentar a seu lado. Não é justo estar totalmente molhada só em imaginar ela me chupando e ela não. Quando volto, sento, já chego colocando em mão em sua perna, carinhosamente, chego um pouco mais perto e abro um botão da blusa, com pretexto de estar com calor. Já da pra ver o olhar dela, e não da pra evitar a minha cara de pessoa mais safada do universo. Vou chegando um pouco mais perto, em direção a sua boca, encosto em seus lábios, mas não a beijo, desvio e vou pra sua orelha, dou uma mordidinha e falo com a voz baixinha "quero te chupar. E quero que sinta como estou". Pego sua mão e coloco por dentro da minha calça, a faço sentir como a minha calcinha já estava encharcada aquela altura. Ali mesmo, no meio de todo mundo. Decidimos ir a outro lugar.
No rua, a encosto na parede, lhe prendo e dou um beijo, quente, lento, demorado, safado. Coloco a perna entre as suas. Ela suspira sempre que forço a perna, da pra sentir o calor, e a vontade de colocar a minha língua ali só aumenta. Vamos a minha casa.
Chegando em casa já a beijo de novo, agora já menos controlado, não da pra segurar mais. Coloco minha mão dentro da sua calça, dentro da sua calcinha, quero muito a ouvir gemendo. Ela esta super molhada. Começo a toca-la, forte, mas devagar, me controlo, não quero que ela goze agora. Ela não consegue continuar me beijando pede pra que vá mais rápido. Beijo seu pescoço e tiro a minha mão. Retiro a sua blusa e a sua calça, ela fica ai, em pé, só de lingerie na minha frente. A beijo, provocando, passando a mão pelo seu corpo. Vou descendo passando a boca pelo seus ombros, tiro seu sutiã e não resisto em colocar a boca no seu ceio, ela geme tão gostoso, passo a língua, mordo, chupo. Ela tenta se tocar, mas prendo as suas mãos. Quero leva-la pra cama, mas não ´dá pra parar agora. Beijo a sua barriga, vou descendo, quero sentir com a boca o quanto ela esta excitada. Tiro a sua calcinha e afasto um pouco as suas pernas. Já vou direito sentir seu gosto. Passo a língua devagar, quero provocar, quero que perca o controle. A chupo agora forte, mas paro, ela geme cada vez mais alto, pede pra que não pare, força o quadril contra a minha boca. Decido acabar com a tortura, chupo cada vez mais forte, mais rápido, prendo seu quadril pra ela não se mexer, pra segura-la. Puxa meu cabelo e força mais, continuo, o gemido dela me deixa cada vez mais louca. Quando ela finalmente goza, na minha boca, em pé, uma delicia. Seu gosto na minha boca, ela suspirando, entregue. Levanto e a beijo pra ela sentir o próprio gosto.
Já não aguento mais, tenho que senti-la me chupando, a levo pro sofá, se sento em seu colo, não demoro e já tiro a roupa, não consigo mais me controlar enquanto a beijo. Ela vai beijando meu pescoço e em seguida beija morde minha orelha, começa a me tocar, me masturbar. Vai descendo com a boca e morde meu peito e com a outra mão aperta o bico do outro. Só consigo gemer e pedir pra ir mais forte. Me provoca alterna os movimentos entre forte e devagar. No ouvido dela peço pra que se deite no sofá, saio de cima e ela se deita. Me coloco sentada na sua boca, ela me chupa, me segura. Começo a me mexer na boca, forçar mais meu quadril pra sua língua. Em seguida gozo gostoso na boca dela. Saio e me deito por cima dela, a beijo, volto a provoca-la, passo a mão em seu corpo e a masturbo ao mesmo tempo que a beijo, desço um pouco com a boca, passo pelo pescoço e paro em seu peito, passo a língua, nem no biquinho. A masturbo mais forte, rápido, ela se contorce embaixo do meu corpo, rebola na minha mão. Ela goza novamente, mais intenso, mais forte. 
Beijo o seu corpo todo, vou desvendando cada parte com a boca, ela suspira. Volto a fazer oque mais gosto, a chupa-la. Devagar, provocando, forte. A penetro com a língua, em seguida coloco um dedo, depois dois, ao mesmo tempo aumento a intensidade em que passo a língua. Chupo mais forte, a penetro da mesma forma, começa a rebolar na minha boca, gemendo cada vez mais forte, falando, me xingando, pedindo pra não parar. Ela goza, não se controla. Depois a beijo, agora devagar e calmo, demorado, carinhoso. 
Em seguida vamos tomar um banho, e depois, vamos pra cama.....

Sobre este texto

Juuh

Autor:

Publicação:27 de dezembro de 2015 14:58

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Lésbicas

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 27/12/2015.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

  • Monik Emanuelle
    Postado porMonik Emanuelleem27 de janeiro de 2016 16:58

    Simplesmente amei.nunca tive nenhuma experiência sexual mas confesso que essa me deixou completamente molhada. Deve ser delicioso...

  • Feh
    Postado porFehem13 de janeiro de 2016 02:42

    Adorei

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*