Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

A SOGRA DA MINHA IRMÃ É UMA DELICIA

A SOGRA DA MINHA IRMÃ É UMA DELICIA
A SOGRA DA MINHA IRMÃ É UMA DELICIA

Oi Amores. Sempre tive uma tara louca por mulheres casadas e mais velhas que eu, por isso então e que eu quase sempre tenho uma sorte danada em me relacionar com mulheres assim. Então Vou contar pra vocês o que aconteceu quando eu precisei ir na minha ginecologista, pois havia aparecido em mim umas manchas em volta da minha ppk. Liguei pra Dra. Fátima mais ela estaria num curso durante a semana toda e não poderia me atender, então liguei pra Dra. Marta que e sogra da minha irmã mais nova (Bety). Nós tínhamos ficado amigas mais através da Bety que havia se casado com seu filho(Marcos) há pouco mais de 6 meses, mais eu nunca havia me consultado com ela, nós apenas conversavamos superficialmente sobre esse assunto quando encontravamos na casa da Bety, o que era raro acontecer. Então ela me agendou uma consulta pro dia seguinte as 18 horas. Como eu tinha algumas coisa pra fazer no centro da cidade, fui logo depois do almoço pra dar tempo de fazer tudo e ficar livre na hora da minha consulta. Por sorte resolvi tudo rápido e como não compensária eu ir pra minha casa e voltar na hora da consulta, resolvi ir no consultorio, pois talvez alguém desistiria e a Dra. anteciparia minha consulta. Cheguei la por volta de 16:30, e percebi que estava vazio, e pensei na sorte que eu tive e me sentei pra esperar ser atendida, já que nem a secretária estava no momento. Então logo apareceu Dra. Marta pra me atender, e trocamos aqueles beijinhos de praxe no rosto, e ela me perguntou se eu estava bem, eu respondi que tirando as manchas horríveis eu estava ótima.

Ela me disse que eu tinha feito bem em ter ido naquele horário, então eu disse que tive umas coisas pra resolver no centro da cidade por isso tinha ido mais cedo, e perguntei se tinha feito mal de ir antes ao consultório, ela respondeu que não e que era um prazer me ter como sua mais nova paciente, já que amigas nós já eramos, agora que seu filho havia casado com minha irmã, e deu um sorriso. Então perguntei por sua secretária e se tinha mais pacientes pra ela atender, ela me disse que a Bruna sua secretária, precisou sair mais cedo aquele dia, que as duas ultimas pacientes tinham desmarcado suas consultas, e que naquele dia só havia eu pra ser atendida. Então sorrindo eu disse que seria ótimo pois assim poderiamos conversar mais à vontade. Ela disse que sim, e se eu preferia que ela fizesse a consulta naquele momento pra que depois ficássemos livres. Eu disse que pra mim seria ótimo. Ela continuou dizendo que sua secretária não teria voltado depois do almoço e que ela não teve outros pacientes, então ela ficara organizando alguma coisa la até dar o hora da minha consulta. Antes de me atender ela fechou a clínica e entramos na sua sala, ela então me examinou solicitando alguns exames e conversamos bastante sobre saúde da mulher e sexualidade. Assim que terminamos, subimos para o andar de cima do seu consultório onde havia as salas para a realização de exames, cozinha e um quarto de descanso.

Primeiro fizemos os exames que precisava, e assim que terminamos, fomos pra cozinha e continuamos nossa conversa. Ela me ofereceu um refrigerante, e quando fui na pia lavar o copo que eu tinha usado, ela levantou sem fazer barulho e me abraçou por trás, me dando um susto enorme que gelou e arrepiou todo meu corpo, e quase derrubei o copo no chão. Ela sussurrava na minha orelha e acariciava meus cabelos: E me chamando de KEL(meu apelido familiar) dizia que eu era linda e muito sensual. Eu ainda tremendo disse que ela havia me assustado. Ela continuando disse que desde me conheceu ela não parava de pensar em mim. E eu disse que ela tava me deixando toda arrepiada e Judiando de mim com aquela conversa. E ela dizia que queria sentir e saborear meu corpo de mulher. Eu mesmo gostando de ouvir tudo aquilo disse que ela havia me deixado confusa com o que ela tava me dizendo e que não sabia nem o que dizer.

Ela disse então que eu não precisava dizer nada e que eu apenas sentisse meu corpo junto ao dela, seus beijos no meu pescoço, seus toques sobre minha pele macia e lisa, pois eu a deixa louca. Ai minhas pernas amoleceram de vez rsrs.

Eu não estava mais aguentando ouvir aquilo, e ela continuava dizer que adorava meu cheiro, meus gestos, do jeito que eu a tratava e que até já tivera sonhos eróticos comigo, e que gozava pensando em mim quando fazia amor com seu marido e que queria ser minha ao menos uma vez na vida. Então eu disse que mesmo sendo lésbica eu jamais poderia imaginar que havia despertando algo assim nela. Ela então respondeu que procurou ser mais discreta possível e tentar acabar com aquele sentimento, pois ela tinha uma vida profissional sólida e era muito conhecida na cidade e não podia expor seus sentimentos por mim daquela maneira, mais que me desejava mais que tudo em sua vida. Então eu peguntei se ela já havia ficado com outras mulheres antes. Ela disse que ficara somente comigo em seus sonho, e que eu mexia de mais com ela. Então ela começou beijar meu pescoço, passando suas mãos na minha barriga, nas minhas coxas, no meu bumbum e costas, eu fui ficando cada vez mais excitada pelos seus toques carinhosos. Meu coração acelerou que achei que iria sair pela boca rsrs. Meu corpo e meu rosto queimavam, e eu sentia contrações de arrepios, meu grelho endureceu por baixo da calcinha e os lábios da minha buceta se contraiam me provocando dores deliciosas de sentir. E eu sem querer comecei gemer intensamente. Então ela encaixou suas coxas em uma das minhas pernas e me apertando esfregou sua xoxota na minha coxa. Eu estava ficando alucinada com aquilo e continuava gemendo. Ela me pegou pelas mãos, ficando nós duas frente a frente, ela acariciou meus cabelos, abraçando meu corpo quente e arrepiado, acariciou meus seios volumosos que já estavam com os bicos durinhos. E com a respiração ofegante e olhares sensuais e com aquele clima de sedução, o nosso beijo seria apenas consequência.

Nossos lábios macios se encontraram naquele momento romântico e feminino, nossas línguas molhadas trançavam em nossas bocas e nossas salivas se misturavam dando sabores diversos de encantamento com cheiro de perfume, de amor e Prazer, ficamos ali nos beijando e mordiscando nossos lábios, como duas namoradas adolescentes com sorrisos na alma. Então Marta me empurrou na parede e sem parar me beijar, tirou minha blusa, minha calça, e depois meu sutiã, me deixando louca de tesão com aquela boca macia deslizando pelo meu corpo, pescoço, seios e barriga. Ai desabotoei seu lindo vestido branco levemente decotado e tirei também seu sutiã fazendo aparecer aqueles seus lindos seios durinhos iguais aos meus, só que a diferença era que ela tem 45 anos e dois filhos e eu 30 e não tive filhos ainda. Então eu acariciei seus seios, fazendo suspirar e fechar os olhos. Então eu o abocanhei com vontade passando minha linguá nos seus bicos rígidos. Nossos corpos em chamas se roçavam provocando gemidos e suspiros, voltamos a nos beijar e aquela parede fria da cozinha nos dava ainda mais sensação de prazer. Ela então sussurrou que iria tomar banho e que eu a esperasse pra continuarmos no quarto, então eu disse que iria com ela pra eu sentir o seu cheiro de suor e cheiro de mulher, ela então me agarrou me deixando ainda mais louca, e me beijando e me chupando até minha buceta, ai ela se levantou e foi minha vez de agachar ficando de joelhos e der um xero e uma lambida na entrada da sua caverna, puxei sua calcinha para o lado cheguei até seu clitóris latejantes, molhando o com minha saliva. Então ela se contorceu e me puxou pelas mãos e fomos tomar banho juntas. No box ficamos por meia hora nos esfregando e nos chupando até gozarmos gostoso.

Então saímos e fomos para o quarto e ela me jogou na cama e veio por cima de mim me beijando apaixonada, foi descendo com sua boca até chegar na minha buceta e me chupou como se já tivesse chupado outras vezes, passou a ponta da sua linguá no meu grelinho e na entrada da minha xana que ja estava molhada outra vez, ela me lambia gostoso e seus dedos, macios brincavam com meu grelho sensível.

Abri minhas pernas e senti uma energia deliciosa que me relaxava dos pés à cabeça. Meu orgasmo seria apenas uma questão de tempo. Agarrei em seus cabelos e a puxei contra minha buceta e sua deliciosa e curiosa língua entrava sorrateiramente dentro de mim, fazendo que ficasse cada vez mais excitada que logo gozei, sentindo contrações exitantes e meu melzinho escorria pelas minhas entranhas. Olhei para ela e vi que estava boquiaberta com os olhos entreabertos, ela engoliu tudo e continuou a me chupar sem parar. Voltei a ficar super excitada, e ela passou sua língua melecada com meu mel nos seus lábios me olhando com uma cara safada, disse que minha xaninha era cremosa e deliciosa, nos beijamos misturando nossas salivas com meu gozo. Então eu disse que precisava tomar um banho de novo, e ela respondeu que só iria depois que a fizesse gozar também, rsrs. Então dei um beijo nela e desci minha boca do jeito que eu mais sabia e gostava. e cheguei na sua gruta deliciosa que estava toda melecada, lambi e beijei suas coxas e a chupei por alguns minutos, enquanto ela gemia e tremia, coloquei minha linguá dentro dela fazendo movimentos em círculos e de vai e vem, e metendo meus dois dedos também brinquei com seu grelho, então a coloquei d4 e abri bem sua bunda e enfiei minha língua no seu cuzinho delicioso, depois enfiei meus dedos nele fazendo ela gemer de satisfação, então viramos para um 69 delicioso por longos minutos e seus dedos entravam e saiam lentamente do meu cuzinho apertado. até que não aguentamos e gozamos juntas novamente e fomos tomar outro banho juntas. Terminando nosso banho, nos vestimos nossas roupas e fomos pra casa com a promessa de repetirmos tudo de novo só que num lugar mais aconchegante, talvez num motel ou na minha casa mesmo.

E sim foi minha última visita com uma ginecologista, espero que gostem.

Beijokas da Kelly

Sobre este texto

Kellyfe

Autor:

Publicação:29 de maio de 2016 12:47

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Lésbicas

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 29/05/2016.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

  • amanda
    Postado poramandaem3 de novembro de 2016 15:02

    Sempre sonhei com uma mulher me pegando assim, desde criança sonho com sexo lesbico. sou casada mas sempre desejei ser chupada por uma mulher e chupa-la também, mas nunca consegui realizar meu desejo

  • Serena
    Postado porSerenaem16 de outubro de 2016 01:03

    Que loucura

  • Luuuuhhh
    Postado porLuuuuhhhem11 de agosto de 2016 12:21

    Uau. Gozei muito

  • RO
    Postado porROem31 de maio de 2016 09:30

    AMEI A HISTORIA

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*