Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

DA CLINICA DE ESTETICA PARA MINHA CAMA

DA CLINICA DE ESTETICA PARA MINHA CAMA
DA CLINICA DE ESTETICA PARA MINHA CAMA

Ola Amores. Essa minha história aconteceu quando eu fui convidada pra ser madrinha de formatura da minha prima. E eu precisava parecer linda e deslumbrante na festa. Comprei um vestido longo preto hiper decotado, sem nada nas costas e com uma abertura lateral que ia ate quase na cintura e uma sandália de salto 15. E marquei horário no salão da minha amiga Neia para dar uma geral nos meus cabelos, unhas e depilar minhas pernas, axilas e virilha. Ela então marcou
para as 17 horas, pois como iria demorar o que eu iria fazer, eu seria a ultima a ser atendida. Cheguei no salão na hora marcada e fui recepcionada pela Neia que logo pediu pra eu sentar na cadeira e as meninas atacaram em meus cabelos e unhas, e quando terminaram, Neia me disse que eu iria ficar sob a responsabilidade da sua melhor esteticista a Paula. Uma garota que tinha sido contratada recentemente e eu ainda não a conhecia, mais a Neia me disse que ela era muito boa no que fazia e que nós iriamos ficar sozinhas no salão porque ela teria um compromisso e iria fechar o salão mais cedo e nós poderiamos ficar mais tranquilas. Então eu disse que confiava no que ela me dizia e que eu estava pronta para o tratamento. Então ela chamou a garota pra me apresentar, e quando apareceu a paula eu fiquei de boca aberta com sua beleza, era uma mulata linda, de uns 23 anos mais ou menos, com um corpo belíssimo, seios grandes e pernas e bumbum bem torneados que deixava qualquer homem paralizado.

Ela chegou e pegou na minha mão me cumprimentando e me deu 2 beijinhos no rosto e como eu já tinha feito as unhas e cabelos, ela então muito educada pediu pra que eu a acompanhasse até a sala de estética, e assim fiz. Entramos na sala e ela me pediu pra eu tirar minha roupa no vestiario e colocasse um robe, e quando voltei já com o robe ela me pediu pra deitar na maca e que me relaxasse. E começou conversar comigo falando sobre seu trabalho, da sua vida particular, etc. Eu ouvia tudo com a maior atenção, e logo começamos um papo mais intimo e rolou o assunto sexual, ela então me perguntou se eu tinha namorado e se ele me tratava com carinho, eu respondi que não tinha ninguém e que nem queria. Ela então me falou que teve uma desilusão com seu quase marido e que não queria mais saber de homem nenhum na sua vida. Ai eu peguntei o que ela iria fazer então quando sentisse vontade de sexo, ela me disse que vontade ela tem toda hora e como ela adorava assistir vídeos pornos principalmente os lésbicos ela se masturbava todos os dias. Aquele papo foi me dando um tesão e um frio na barriga que quase não podia aguentar, ela então me perguntou baixinho com sua voz meiga e sedosa se eu já tive vontade de ser chupada por uma mulher, e foi deslizando sua mão em minhas pernas, me deixando paralizada, pois eu não esperava por aquela pergunta direta. E antes que eu respondesse ela deitou sobre mim colocando suas mãos na minha barriga. Eu então dei um grito e falei que assim eu não conseguia me mover com ela em cima de mim.

E ela começou a sussurrar no meio ouvindo e dizendo varias palavras sensuais, tipo que desde que me viu ela ficou louca de tesão e que não tava aguentando ficar só me olhando sem fazer nada, e ela me tocava delicadamente com suas mãos macias, e começou a deslizar em meus seios que já estavam com os bicos durinhos, então eu sentei na maca e ela com sua boca comecou chupar meus seios e minha barriga até chegar na minha buceta e começou a chupar deliciosamente, eu até aquele dia nunca tinha gemido tanto em minha vida. E ela sabia mesmo onde me tocar, me chupar. Depois daquela sessão de chupadas ela me depilou todinha com muito carinho e eu deitada tremendo e desejando aquela delicia só pra mim. Ela assim que terminou depilação, me disse que tinha um creme massageador especial pra passar depois da depilação, eu disse que só aceitaria se ela mesma passasse em mim, e ela sorrindo abril o armario e pegou um tubo de creme refrescante pós depilação.

E espremeu o gel na sua mão e começou passar em mim, com toques suaves, ela então abriu minhas pernas e com as pontinhas dos dedos começou a espalhar aquele produto. Aquele toque suave dela foi me deixando com mais tesão ainda e minha bucetinha estava latejando e completamente molhada. E eu sorri dizendo que aquela brincadeira estava me dando uns arrepios deliciosos. Ela então sorriu e falou que eu ainda não tinha visto nada. Minha buceta tremeu quando ela disse aquilo, parecendo uma bateria de celular com vibracal, risos.

Ai eu perguntei o que ela iria fazer depois que saísse da clínica, e ela me disse que iria pra sua casa pois não tinha nada de bom pra ela fazer naquela sexta feira. Então eu a convidei pra ir na minha casa pra comermos uma pizza, beber um bom vinho e jogar conversa fora, e ela prontamente aceitou meu convite e disse pra que eu a esperasse trocar de roupa. Ela foi até o vestiário e quando voltou ela estava mais linda ainda, como uma mini saia justa e uma blusa bem decotada. Ela então fechou a clínica e fomos de moto para minha casa, no caminho passei numa pizzaria e pedi uma pizza e duas garrafas de vinho pra viagem. Chegamos em casa convidei-a pra sentar. Eu moro em um apartamento pequeno mais bem aconchegante, ela sentou confortavelmente no sofá e cruzou as pernas fazendo com que sua mini saia subisse me mostrando sua calcinha preta minúscula, que me fez suar frio, mais me acalmei indo na cozinha deixar a pizza e os vinhos, servi uma taça pra ela e subi até meu quarto e coloquei um vestidinho de malha curto sem mais nada por baixo. destacando meus seios e os biquinhos durinhos. Desci e servi uma taça de vinho pra mim e sentei ao seu lado cruzando também minhas pernas fazendo com que ela visse como eu estava vestida. Começamos conversar e o clima foi esquentando de acordo com o nosso papo, e ficamos nesse clima por um bom tempo, até que ela me disse que queria ver como tinha ficado a depilação, então eu disse que ela poderia ficar a vontade pra ver.

E ela sentada de frente pra mim abriu minhas pernas lentamente pra olhar minha bucetinha. E eu percebi quando ela passou a linguá e mordiscou seus lábios como se estivesse com vontade de beber algo mais alem do vinho, então eu ofereci mais um pouco de vinho e ao me abaixar pra pegar a garrafa, ela colocou a mão na minha virilha e acariciou de leve minha buceta com seu dedinho, eu fechei meus olhos e com uma perna no sofá, e a abri ainda mais, deixando totalmente livre o acesso para a minha bucetinha sedenta por uma chupada. Ela então molhou seus dedos no vinho e passou lentamente na minha virilha e na minha buceta e ajoelhando de frente pra mim encostou lentamente sua língua macia me fazendo soltar um gemido, pois o vinho estava gelado e me dava uma sensação de prazer, ela abriu minha buceta já ensopada de tesão dos seus dedos e começou passar sua língua bem devagar no meu grelinho e com a outra mão acariciava meu cuzinho que já estava piscando. Tirei meu vestido bruscamente ficando completamente nua e louca pra beijar aquela mulher deliciosa, a empurrei de costas no sofá e a beijei ardentemente como se estivesse tirando um sorvete da casquinha, sem morder. minha língua passeava pela sua boca, seu pescoço e seus seios, até chegar na sua buceta lisinha e rosada com seus lábios grossos e sedentos pela minha chupada então eu meti a língua para chupar todo aquele mel que já escorria insistente pela minha boca. Eu subia minha língua lentamente até seu grelo e descia até seu cuzinho e ela se contorcia e rebolava na minha cara e me chamando de sua dona disse pra que eu chupasse a minha depiladora safada. E ela logo deu uma estremecida e gozou abundantemente na minha boca, então foi a minha vez sentir aquele prazer, e ela me colocou de 4 e me chupou como uma gata no cio, e foi a minha vez de rebolar, contorcer e esfregar minha buceta em sua cara, sua mão passeava pelos meus seios e depois desceu até o meu cuzinho, e com seus dedos me fazia gemer de tesão.

Depois de alguns minutos de muito esfrega esfrega, ela disse que tinha um brinquedinho para gente se divertir. tirou de sua bolsa um Strap com um cacete, grande e grosso, parecendo real. ela então colocou o strap e falou pra eu chupar e deixá-lo bem lambuzado, em seguida Paula começou a esfregar a cabeça do strap no meu grelo molhado e duro, esfregando bem forte me fazendo enlouquecer de tesão, como uma cachorra no cio soltando fogo. Em seguida ela meteu todo aquele cacete na minha bucetinha quente, e eu pirei com aquilo todo enfiado em mim e me fez ficar cada vez mais afim dela, e ao me ver gemer e urrar sem pudor. Ela o enfiou fazendo movimentos de vai e vem frenético, me fazendo suspirar e pedir mais. Ela então continuou com movimentos cada vez mais fortes e intensos, e ao mesmo tempo enfiou um e depois dedos no meu cuzinho, me deixando totalmente louca, então eu disse que iria gozar, com meus olhos totalmente revirados de tanto tesão. Em seguida eu dei um grito e explodi num gozo alucinante.

Ela então tirou aquele cacete da minha buceta e começou a sugar todo meu gozo, e sem deixar de enfiar seus dois dedos no meu cuzinho, e eu totalmente safada permanecia com uma cara de cachorrinha sedenta por sexo. Paula então suspirou de tanto tesão que sentia em ter me comido, me puxou pelos cabelos e me fez fazer um boquete naquele cacete de silicone todo lambuzado com o meu melzinho e me chamando de cachorra disse pra eu chupa e mama aquele cacete deixando ele bem limpinho, eu louca como uma vadia safada, cai de boca e comecei a lamber meu próprio melzinho, depois de nós duas já satisfeitas e felizes deitamos na cama e eu comecei lamber e chupar seus seios gostosos, e nos beijamos e ficamos chupando com vontade nossas línguas. E por fim, já exaustas e sorrindo uma para a outra de tanta felicidade, acabamos dormindo como estavamos nuas na minha cama, bem agarradinhas. E acordou no sábado e me disse que iria para o salão pois ela teria uma cliente marcada para as 8 horas e que a gente podíamos nos encontrar novamente quando eu quisesse, então disse a ela que eu tinha um convite a mais para a formatura e gostaria que ela fosse comigo, ela me deu um beijo demorado e falou pra que eu a pegasse as 19 horas no endereço que ela tinha deixado escrito num papel. Bom pessoal o que aconteceu depois eu deixo na imaginação de vocês ok. Beijokas da Kelly

Sobre este texto

Kellyfe

Autor:

Publicação:24 de maio de 2016 09:11

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Lésbicas

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 24/05/2016.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*