Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

AOS SEUS PÉS

AOS SEUS PÉS
minha doce carmem, escrevo para saber como está a família? espero que bem. fiquei bastante curiosa a respeito do casamento de seu pai. estimo a felicidade do casal. mantenha-me informada.
querida, preciso desabafar. estou corroída de saudade. você não conheceu marcos corelli não é?
ah minha amiga, foi a minha primeira experiência com um verdadeiro amante dos pés. como ele me dizia? ah, sim: anjo, estou rendido aos seus pés. sinto um arrepio gostoso ao lembrar. não consigo esquecer. nunca contei a você os detalhes das nossas aventuras. então hoje lhe conto:
marcos é um rapaz bem mais jovem que eu. herdeiro da família de andreas marcondes corelli. é tímido, tem uma beleza séria, lábios quase desenhados e penetrantes olhos castanhos. seus cabelos negros, geralmente despenteados, dão um charme todo especial ao seu rosto bonito.
a timidez de corelli faz com um ar de mistério sensual o ronde por onde anda. nos conhecemos numa tarde sem graça de domingo. foi tudo muito por acaso, estávamos na livraria, nos interessamos pelos mesmos livros e a conversa veio facilmente. dos livros para cama foram dias espetaculares de muita música, risadas e passeios inesquecíveis. eu sentia uma vontade urgente e inexplicável de estar com aquele homem de olhos brilhantes.
nossos encontros foram fabulosos. ele era carinhoso, atencioso. certo dia cheguei em casa e ele já estava me esperando.
– vou tomar um banho. que tal abrir uma garrafa de vinho para me esperar, disse eu indo direto ao banheiro.
ele obedeceu. após um demorado banho de espuma relaxante fui trocar de roupa no quarto quando fui surpreendida por uma caixa em cima da cama.
ao abrir o pacote lá estava um lindo e exuberante par de sapatos. eram altos, pretos, de bico fino.
– querido...esse presente...falei carregando a caixa na mão.
– shhhhhhhh , são pra você.
– mas...
– por favor madame. coloque pra mim?
fui ao quarto, vesti uma camisola preta, nem me preocupei com a calcinha. calcei o sapato.
na sala encontrei corelli sentado no sofá com duas taças nas mãos.
– vem, uma é pra você, disse ele esticando a taça
peguei meu vinho, dei um gole e não estava entendendo muito bem a brincadeira. nessa hora ele apoiou a taça na mesa de centro e se ajoelhou na minha frente. eu recuei, tentei levantá-lo, mas ele ficou ali ajoelhado.
– vem aqui anjo, estou rendido aos seus pés.
fui. ele então beijou meu pé. um de cada vez. beijou a parte de cima, beijos molhados. eu em pé no meio da sala com aquele homem lambendo meu sapato, senti um arrepio gostoso de tesão.
andei até o sofá e ele foi ajoelhado até lá. nessa hora pegou meu pé direito e levou em sua direção. beijou mais uma vez, lambeu meu sapato novo e o tirou. seus olhos me encararam com um desejo que me fez perder o fôlego. nesse momento ele lambeu a sola do meu pé. do calcanhar até os dedos. passava a língua provando minha pele. aos poucos lambeu dedo por dedo. sugava cada um.
enfiou a língua entre eles.
abriu a boca e colocou meu dedão e outros dois dedos na boca e chupou. fechava os olhos de prazer. puxou o outro pé pra ele, tirou o sapato e agora estava com meus dois pés nas mãos.
lambeu o pé esquerdo, assim como havia feito com o direito. deixou os dois molhados. tomou um gole de vinho e deixou babar em cima dos dedos. entre eles enfiava e tirava a língua como se lambesse meu sexo. gemia baixinho, se deliciava com cada dedinho.
eu estava adorando aquilo. já ficava molhadinha, louca para beijar aquela boca que tanto me dava prazer. ele percebeu meu desejo e beijou minha boca. mordeu meus lábios e voltou aos pés. esticou a mão e pegou um pequeno frasco com um óleo cheiroso.
derramou nos meus pés e começou uma massagem deliciosa. eu me contorcia de prazer me deleitando, sentindo cada toque daquela dedicação aos meus dois pezinhos.
meu coração batia forte de excitação.
comecei a esfregar meus pés pelo corpo dele. passei pelos braços, peito. abri sua blusa o melhor que pude com o pé direito. ele sorriu, tirou a blusa, levantou e tirou as calças. estava nu na minha frente.
me acomodei melhor no sofá e fiquei de frente pra ele, puxei a camisola e abri bem minhas pernas mostrando minha buceta encharcada. passei os dedos nela. e lambi.
ai fiz o impensável, coloquei os dois pés no pau dele. segurei como se usasse as mãos. meus pés envolviam a pica dura daquele homem. comecei a fazer movimentos com eles, como se batesse uma punheta com as mãos. os movimentos foram crescendo, ele estava derretendo de tesão. a respiração ficou forte, gemia ao sentir prazer. até que gozou assim. seu gozo escorreu pelas minhas pernas, pelos pés, jorrou tão longe que foi parar na minha barriga. ele imediatamente se ajoelhou. passou a mão nos meus pés, beijou e com os dedos levou todo o gozo que conseguiu limpar até a minha buceta molhada.
lubrificou ainda mais. eu já estava quase gozando. com uma mão ele me masturbava e com a outra segurava meu pé no alto. se abaixou e me lambeu, enfiou a língua em mim como havia enfiado entre meus dedos.
gozei na sua boca. louca, entregue. ele ficou segurando meus pés enquanto eu me contorcia de prazer.
levantei e ele permaneceu ajoelhado. pegou meus sapatos e me fez calça-los. meus pés molhados de óleo, saliva vinho e gozo entraram facilmente no sapato alto. fui andando até o quarto.
amiga, aqui começa mais uma sessão de beijos molhados nos meus pés. ele se deitou no chão, ao lado da cama. fiquei sentada na cama e enfiei os dedos em sua boca, pisei em seu peito, mais uma vez fiz ele gozar passando meus pés em seu pau, mas ai conto os detalhes mais tarde. agora preciso de um banho. um beijo querida.

Sobre este texto

madame red

Autor:

Publicação:25 de novembro de 2013 20:08

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Fetiches

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 25/11/2013.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

  • Andrea Carvalho Dias dos Santos
    Postado pormadame redem9 de dezembro de 2013 18:27
    madame red é uma autora no História Erótica

    Carla, que bom que gostou dos textos. tem mais historinha picante chegando hehehhe. e sortudo esse guto, hein? beijoca.

  • Carla
    Postado porCarlaem8 de dezembro de 2013 11:48

    Olá adorei seu contos li outros também. Tem uma parte do historia que você diz que vestiu uma camisola e não se preocupa com a calcinha,pois bem, uma vez meu marido e eu saímos meio sem rumo acabamos num shopping pegamos um cineminha no meio da seção eu puxei a mão do Guto para entre minhas pernas e não entendeu nada ai ele foi subindo subindo até que viu que eu não vestia nada. Menina esse homem ficou loco. Saímos no meio da filme e fomos para num motel. Homem é tudo bobo só porque eu estava sem calcinha kkkkkkkk

  • madame red
    Postado pormadame redem28 de novembro de 2013 11:48

    ademar, que curioso, hein?

  • madame red
    Postado pormadame redem28 de novembro de 2013 11:40

    eleonora querida, que delícia esse rapaz, hein? aproveite e use bem esses seus pezinhos...hihihi um beijo, sua madame red

  • Ademar
    Postado porAdemarem28 de novembro de 2013 09:06

    adoro pés, adoro beijar morder lamber e tudo mais como são seus pés?

  • Eleonora
    Postado porEleonoraem27 de novembro de 2013 17:42

    Tenho pés lindos, realmente lindos. Sou morena tenho 48 anos e descobri o fetiche por pés tem uns dois anos e por acaso recentemente conheci um homem, na verdade nem tão homem assim ele tem 22 anos e é louco pelos meus pés. Não falei, mas sou casada. Beijo e amei sua história.

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*