Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

A INCRÍVEL HISTÓRIA CAPÍTULO V

A INCRÍVEL HISTÓRIA de LUIZA CAPÍTULO V

Naquela noite, Suely, a pequena e tímida garotinha, deixou de o ser; se entregando de corpo e alma ao tio de Luiza, que tirou a sua virgindade e que voltou a praticar o sexo anal nela.
Nos meses seguintes passou a dormir no quarto dele, sendo sua "mulher" em tempo integral, totalmente apaixonada, submissa não lhe negava nada, nem quando ele esporava em sua boca. O prazer do sexo a enlouquecia e a jovenzinha queria fazer todas as noites, numa espécie de novo brinquedo.

Marcelo, estava numa felicidade enorme. Tinha em sua cama, uma formosa jovem que acabara de completar 16 aninhos e que ainda por cima, estava loucamente apaixonada por ele.

Estavam radiantes, pois Luiza iria receber alta nos próximos dias, totalmente curada. Suely estava contente com a volta da amiga, mas com muito medo da reação dela, ao saber que ela tinha se tornado mulher do tio.

Marcelo também estava receoso, pois tinha paixão por Suely, mas também tinha muito amor por sua sobrinha. Não sabia como seria a reação dela, ao tomar conhecimento que Suely fodia com o seu tio.
Luiza pulou de alegria ao voltar para a casa de seu querido tio e, muito mais ainda ao saber que sua amiga Suely, continuava morando lá.

Esperta, vendo a maneira como a amiga e o tio se tratavam, logo desconfiou que alguma coisa tinha acontecido entre eles. Conhecia muito bem seu tio e tinha certeza que morando tanto tempo com Suely, ele não deixaria passar a oportunidade de a "|comer".

Quando Marcelo estava trabalhando, Luiza imprensou Suely. - Amiga, você ficou todo este tempo morando com o meu tio. Sei muito bem que ele não ia dispensar uma coisinha deliciosa e bobinha como você. Quero que me diga o aconteceu entre vocês dois, enquanto eu estava internada.

Suely caiu no choro e tremula, com muito medo de Luiza, lhe confessou tudo, esperando que ela brigasse e lhe desse uns tapas. Ficou surpresa ao ver a reação dela.
- Não fique assim amiga, tio Marcelo é um cara que sabe levar a gente na conversa, assim como fez comigo, fez com você. Eu não estou brava com você nem com ele. Só quero saber o que você sente por ele.

- Amiga, me desculpe, pode até me bater, mas eu estou loucamente apaixonada por ele e antes de você chegar, dormíamos juntos, como marido e mulher, os dias. - Eu também o amo muito, então seremos duas, as mulheres do safado do meu tio, seremos duas a dividir a cama com ele.

Foi assim que passou a ser, Marcelo tendo em sua cama, duas lindas e insaciáveis garotinhas de apenas 16 anos, que além de o amarem loucamente, se amavam entre si, numa inacreditável "Ménage à trois".

Marcelo, beirando os 40 anos, se orgulhava de sua forma física, mas se sentia exausto, tendo de satisfazer as duas jovens, que exigiam sexo todas as noites e ele tendo de atender uma depois da outra.

Até que ele impôs limites, lhes dizendo que sexo só com uma de cada vez e assim mesmo somente quando ele estivesse disposto. Elas, a contragosto, aceitaram as novas regras e só uma ia para a sua cama, quando ele a chamava.

Tudo corria as mil maravilhas, até que algo assustador aconteceu; Suely ficou gravida. Marcelo ficou apavorado. Ele, um homem de 40 anos, engravidou uma menor de idade, que morava em sua casa, de forma irregular! Tudo viria à tona e ele iria se foder! E agora o que fazer?

Ele e Luiza, ficaram como baratas tontas. Sabiam que a situação era grave e que uma tomada de decisão teria de ser tomada, mas Suely, a garotinha com mente tão imatura, pulou de alegria. Ter um bebê, ainda mais sendo filho do homem que idolatrava, seria o máximo para ela.

Cortar a gravidez, nem pensar numa coisa destas e foi o que disse para Marcelo: - Imaginou um filho meu e teu, meu querido, que coisa mais linda!
Porém era o que Marcelo e Luiza, decidiram. Iriam tomar as medidas necessárias para que a gravidez de Suely não prosperasse.
Nos dias seguintes, a jovem começou a se sentir bastante enjoada e com muitas dores no estomago. Reclamava com Luiza, mas s amiga lhe dizia que eram assim mesmo, apenas os efeitos dela estar gravida.

Marcelo, que pouco entendia destes assuntos, ficou muito preocupado com a piora do estado de saúde de Suely.
Na verdade, Luiza era a responsável por tudo. Estava disposta a fazer com que Suely abortasse e sem o conhecimento de Marcelo tomou medidas para que isso ocorresse.

Lendo alguns livros, resolveu por conta própria, preparar algumas ervas e diariamente fazia com que Suely tomasse o chá, dizendo que era para ela ter uma boa gravidez.
Luiza não iria permitir que o seu "homem" sofresse as consequências pela cabeça dura de Suely e estava disposta a fazer tudo para evitar isso. A menina abortou e sofreu muito por isso, mas logo se recuperou e esqueceu o caso.

Ela e Luiza, cada vez mais apaixonadas por Marcelo, agora vivem, sem nenhum embaraço maior, como as pequenas amantes dele, dormindo os três na mesma cama de casal. Ele tomando o máximo cuidado para não engravidar nenhuma de suas jovens "esposas"
FIM

Sobre este texto

Marcela3

Autor:

Publicação:3 de agosto de 2015 01:39

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:BDSM

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 03/08/2015.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

  • Ale69
    Postado porAle69em3 de agosto de 2015 16:20

    Parabéns pela crônica maravilhosa amei as situações expostas .
    Parabéns mesmo

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*