Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Conte-me seus segredos

Os olhos de Joana adquiriam um brilho diferente quando todos aqueles nomes lhe saltavam à vista:
“Moreno forte, 20 cm de puro prazer, corpo atlético. Faço ménage e orgia. Beijo molhado, também!”
“Loira fogosa, 21 anos de pura experiência e sedução. Chupo gostoso. Atendo mulheres à procura de prazer novo e intenso!”
“Homo gato! Corpo malhado para assim aumentar seu tesão. Também faço casais!”
...

Passava a mão pela calcinha, sentindo a umidade causada pelas palavras.
Sabia que estava pecando, mas não conseguia esconder todo êxtase.


Aflita, discou o primeiro número ( dos tantos que lhe interessavam) , esperando ansiosamente:
- Com quem devo o prazer? Ao ouvir o sussurro feminino, sua calcinha se encharcou mais.
- Quanto é a hora? Sua voz era cortada.



Os trinta minutos seguintes foram os mais angustiantes do que pensara. “Não estou raciocinando direito!” Devo estar ficando doente. Como Deus irá aceitar? Como irei olhar para meus fiéis amanhã? Como vou...”
A campainha atingiu fundo todos seus sentidos.
À porta a loira mais linda que já vira. “Ela não deveria trabalhar com isso.” , pensou.



Os 60 minutos que seguiram-se formavam a mais excitante fantasia que aquela mulher poderia imaginar: a loira lhe chupava com tanta força. Joana levava a cabeça para trás, segurando seu terço, gemendo alto, descompassado. A loira a penetrava com 4 dedos. Joana nunca gozara daquela forma. Os orgasmos não paravam.
Roçavam, agora, os sexos ritmadamente. Joana sussurrava palavras perversas no ouvido da loira, que soltava risos pelo canto dos lábios. Aquele perfume feminino inebriava Joana, a ponto de fazê-la molhar seus corpos, enquanto a loira mordia o bico dos seus seios, e ela rebolava descontroladamente nos dedos embebidos de prazer.



A loira vestia as roupas jogadas no chão. Joana a observava, com o lençol branco cobrindo o corpo nu.
Pegara o dinheiro, quase saindo, quando foi interrompida:
- Espera.
- O que houve?
- Obrigada!
- Por quê?
- Por me fazer sentir viva.



Joana olhava a confusão do lençol, enquanto ia preparando umas citações da Bíblia para o próximo sermão.

Sobre este texto

Marimar

Autor:

Publicação:8 de dezembro de 2012 10:22

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Lésbicas

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Este texto foi lido 649 vezes desde sua publicação em 08/12/2012. Dados do Google Analytics

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*