Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Paris!

Meu primeiro conto. Espero que vocês gostem!

Estava esperando o trem para Paris quando olho para o lado e visualizo aquele perfil de cair o queixo, com olhos castanhos, cabelo loiro, a barba por fazer, em pé segurando uma bolsa de viagem. O trem chega quebrando o feitiço e ele entra junto comigo e senta ao meu lado, penso que estas férias serão interessante. O nome dele é Theodore, Theo, inglês com aquele sotaque que eu me derreto e uma sensualidade que não é típica daquele povo. Conversamos muito e descobri que ele também estaria em Paris para férias. Após 2 horas de viagem, trocamos telefones e nos despedimos.

Já no quarto do hotel, não consegui parar de pensar em Theo, que homem maravilhoso e gostoso ele era, mas eu tinha que conhecer a cidade e decidi após um banho um pouco mais demorado por causa das lembranças dele, sair para um passeio. Meu telefone toca quando estou passando pelo sena e ao atender era ele, “oh my god” ele me convida para ir a um show de uma banda de rock em um park (Bois de Boulogne), ele lembrou de mim para o evento (me engana que eu gosto).

O show era à noite, eu usava um vestido rodado e estava um pouco frio, então ele levou um cobertor de piquenique e ficamos abraçados assistindo ao show cobertos, a tensão sexual foi aumentando entre nós a cada vez que “sem querer” roçava a mão no seu pau sobre a calça jeans quando alisava o meu cabelo e ele respirava mais forte com um hálito de menta no meu pescoço ou eu virava pra falar algo em seu ouvido e encostava os seios no seu braço, até que ele se abaixa para amarrar o tênis, é nesse momento que percebo o quão molhada estou, e quando levanta sinto sua mão em minhas pernas, subindo, chegando lá e circulando o meu clitóris através da calcinha rendada, olho para ele atordoada e excitada ao mesmo tempo, ganho um sorriso malicioso e uma puxada na calcinha para inserir um dedo em mim com uma habilidade impressionante. Para dar o troco, agarro a calça dele, desfaço o botão, abro o zíper, demoro propositadamente para liberar o seu pau da cueca e começo a brincar com a cabeça, vou escorregando a mão e finalmente começo a fazer movimentos de vai vem ao mesmo tempo em que passo a língua em meu lábio sedutoramente. Ele me dá um beijo no pescoço com um sorrisinho malicioso e fala com uma voz rouca bem provocante no meu ouvido: ”Vou te comer aqui na frente de todo mundo e você vai gostar”. Arrepios correram pelo meu corpo, sou um pouco exibicionista, mas isso já é um pouco de mais e excitante pra caralho ao mesmo tempo.

Em algum momento do show, ele pediu que eu fosse ao banheiro e tirasse a minha calcinha, quando voltei, ele me puxou e se encaixou atrás de mim. Como estava um pouco escuro, ele iniciou uma penetração lenta e eu senti cada polegada dele entrando como se fosse inundada pelo êxtase ao mesmo tempo em que me excitava com beijos e mordidas no pescoço, era muito bom e a sensação de que ninguém percebia o que estávamos fazendo era combustível em mim, mas tinha que me controlar para que a nossa “brincadeira” não fosse descoberta. Eu me perguntei como iria me mover sem levantar suspeitas, eis que ele devagarzinho começo a fingir que estava se mexendo ao som da música enquanto me fodia e o meu primeiro instinto foi empinar a bunda e ir de encontro ao seu pau em uma necessidade que só aumentava e finalmente com aquela tensão toda e seus hábeis dedos consegui gozar. Ele abafou o meu grito com beijos em minha boca ao mesmo tempo em que ele gozava.


Quando o show acabou, esperamos a maioria das pessoas saírem para que possamos irmos para o seu hotel e continuarmos a noite.

Para mais contos acesse: satisfazeroprazer.blogspot.com

Sobre este texto

Mia

Autor:

Publicação:16 de fevereiro de 2016 19:07

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Exibicionismo

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 16/02/2016.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*