Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Amor Real 3 – Seperação.

Amor Real 3 – Seperação.
Eu estava conversando com Lourenço quando Diogo escuta parte da conversa e entre querendo explicações
Vamos César, Lourenço, se eu desconfiar do que?
Ficamos calados um tempo aquele clima no ar, pensando no que dizer quando vi o calendário na parede.
_ Droga Diogo você e sua mania de chegar de mansinho quase estragou a surpresa que estávamos preparando para seu aniversario.
_ Meu aniversario é daqui dois meses.
_ Quer que eu organize uma surpresa no dia do seu aniversario?
_ Ta bom meu amor, meu princeso lindo.
O Dias se passaram Lourenço tirou o gesso do braço e Diogo se apressou em encontrar um emprego para o filho que logo conseguiu trabalho. Agora nos três trabalhávamos com a diferença que Lourenço trabalhava a noite e Diogo e eu de dia, de uma certa forma melhorou um pouco o clima em casa, Diogo e eu voltamos a ter mais liberdade e Lourenço melhorou seu comportamento, mas algo me incomodava naquela mudança ele estava mais sorridende principalmente para mim, e ate mais carinhoso, fazendo sem reclamar atividades domesticas, comprava coisas e dizia que eu podia comer sendo gentil, era para eu estar feliz com aquilo, mas pelo contrario estava cismado. Diogo estava ao mesmo tempo feliz e desconfiado ele disfarçava, mas eu o conhecia e via que seu jeito de olhar para Lourenço mudou.
Eu estava de folga tomei meu café fui para sala e la estava Lourenço estranhamente quieto.
_ Pensativo, gatinha nova?
_ Não quero falar com você sobre isso.
_ Ok só estava puxando assunto. Há vai ter uma peça de teatro show na sexta se ela curtir pode ser pontos para você.
_ Desculpa não devia ter falado assim com você, mas certas coisas é complicado estou um pouco confuso é difícil entender o que esta acontecendo.
_ Entendo você pode ate parecer que não, mas pode confiar mulher não é muito diferente de homem não, quer se sentir amada, quer atenção, carinho, respeito, não só ir para a cama. Um cara que se orgulha de ter pegado tantas mulheres como você deveria saber disso.
_ È diferente a situação que estou passando é algo novo. E com relação as mulheres que tive na verdade o que elas queriam eram apenas sexo, estavam carentes, me viram ali disponível, novinho, gostoso, bonito afim, sentiram minha pegada e ai já era você sabe ne aqui é bruto kkkk.
_ Chocado com seu nível de superficialidade.
_ Sei... porque você é muito diferente ne, você quase não pensa nem faz sexo.
_ Sou diferente sim e penso em sexo, mas não sou tão fútil como você.
_ Sabe você é novo quase minha idade o que você viu no velho hem?
_ O seu pai é uma Homem diferente de você, ele é educado carinhoso, charmoso, me fez e faz sentir especial.
_ Hum eu também sei fazer alguém se sentir especial é so pegar aqui o
Disse pegando em seu cacete duro por cima da cueca, neste momento Diogo chega.
_ Mas que palhaçada é essa aqui?
_ Estávamos conversando pai e fiz uma piada de mal gosto só isso?
_ Só isso? E você me diz isso com a maior cara lavada seu safado, sem vergonha na minha sala só de cueca e ainda mostrando seu pau para meu marido? Ta explicado porque querem te linchar e eu ainda trago você para dentro de casa?
_ Não fiz nada com esse ai.
_ Meça suas palavras já para seu quarto penso no que fazer com você depois e ai de você se eu o pegar outra vez só de cueca em casa novamente.
_ Calma meu príncipe assim você passa mal, o que aconteceu para você vir mais cedo?
_ Esqueci um documento vim apenas para pegar e estou voltando e pelo jeito se eu não chego era possível que ele o atacasse.
_ Que isso Diogo assim você esta ate me ofendendo.
_ Sei bem o que ele é e você toma cuidado com ele hem?
_ kkkkk ciúmes agora? Do seu filho? Só você mesmo meu príncipe.
_ Te amo e você é um encanto, lindo, prendado, amoroso.
_ Alem de imaturo, hetero, ele é seu filho.
_ Safado, bonito e eu também já fui hetero ou se esqueceu como ele nasceu? Eu me encantei com você ele também pode. Sei o quanto ele é safado esqueceu o porquê ele esta aqui? Ele não respeita compromisso nem nada.
_ Eu te amo meu amor.
_ E eu confio em você, pode ser triste dizer isso, mas sinceramente com o histórico dele não da para confiar.
No fim de semana Diogo me levou para um parque, a tempos eu não ia em um. Me diverti nos brinquedos e nas caras que Diogo fazia era hilariante ele também se divertiu estava com saudades daquele sorriso em seu rosto. Foi maravilhoso beijar Diogo no alto da roda gigante ate repeti e fotografei, fotografei vários beijos escondidos por vários locais no parque. A noite Diogo me levou em um restaurante claro que as pessoas olhavam me esqueci de tudo vendo como Diogo me olhava e para finalizar ele me levou a um motel com banheira nossa foi ótimo.
Passamos uma semana cheia de amor e carinho, tirando o mal humor de Lourenço que não atrapalhou tanto pois ele apenas ficava de cara feia e logo se trancava no quarto ou saia.
Era meu dia de folga resolvi ficar na cama ate mais tarde, quando sinto alguém se deitar de lado comigo e me encaixar de conchinha, respirando forte em meu pescoço.
_ O que aconteceu princepe esqueceu de algo?
_ Não, pelo contrario encontrei minha felicidade!
Dei um grito e sai de cima da cama, era Lourenço só de cueca de pau duro, expulsei ele do meu quarto tacando tudo que eu podia nele, Fui atrás brigando com ele, mas quando eu entrei na sala ele consegue me pegar por trás me encoxando sinto seu cacete no meio de minha bunda tento sair do laço dos teus braços ameaçando contar tudo para o pai dele o que diz que não se importa, não entende como ou porque, mas esta sentindo um desejo, um sentimento estranho por mim me vira de frente e me beija com um braço em torno do meu corpo e com a mão forçando minha cabeça, neste momento Diogo entra e vê aquela cena. Lourenço me solta e Diogo parte para cima dele os dois começam a brigar um com o outro tento separar puxo Lourenço que sai correndo Diogo me olha com raiva esta vermelho.
_ Venho na minha casa buscar documentos importantes e vejo meu esposo e meu filho se agarrando? Alguém que me jurou amor a horas atrás na cama e agora se deitando com meu próprio filho????
_ Não, não Diogo ele Lourenço me agarrou a força ele esta louco.
_ Ele esta safado como sempre foi eu te disse e você o defendendo dizendo que não agora vejo o porque vocês estavam tendo um caso dentro da minha própria casaaaaaaaaa!!!!!!!!!!
Eu já em prantos e Diogo quebra algumas coisas vai no nosso quarto pega a pasta e sai. Não acredito que ele acreditou que eu estava tendo um caso com o filho dele, vou para o quarto e arrumo minhas coisas faço minha mala e vou para a casa de Thalia. Meu celular não parava de tocar e o desliguei, no outro dia quando o liguei milhões de mensagens e ligações perdidas varias de Lourenço nenhuma de Diogo, nem li as mensagens Thalia queria ler, mas achei por bem apagar.
Já estava escurecendo quando batem na porta e quando abro dou de cara com Lourenço grito para ele ir embora e tento fechar a porta.
_ Eu não tenho para onde ir!
Lourenço grita, eu abro a porta e digo que ele deveria ter pensado nisso antes de destruir nossas vidas, Thalia chega e pede para ele entrar me leva para um canto e diz:
_ Olha para ele ta reconhecendo alguém? Com fome, medo nos olhos cheio de lagrimas de quem esta arrependido pelas escolhas que fez?
_ Estou vendo o homem que arruinou minha vida.
_ Eu sei que você não é assim e olhe para dentro de você e me diga que não é a mesma coisa que seus pais disseram quando te expulsaram de casa? Para eles a sua escolha destruiu a vida deles, seu amor era errado. Lourenço errou ele fez escolhas erradas, mas isso não deve ser desculpa para não acolhe lo.
_ Você não existe sabia? Se eu não fosse gay eu queria me casar com voce.
_ Ei ei sai pra la eu já tenho minha gostosa kkkk
Perguntei a Lourenço se tinha sido Diogo que o expulsou de casa ele disse que não voltou para a casa, ficou em um parque a noite passada e na rua o dia todo, ficou com medo de voltar, por sorte reconheceu Thalia de uma postagem minha e a seguiu estava tomando coragem para vir, me pediu desculpas que ele era impulsivo, que ficou com inveja, com vontade de ter alguém com o mesmo carinho que eu tinha com o pai dele e quando eu cuidei dele acabou confundindo as coisas e acabou acontecendo. Thalia disse que ele poderia dormir no sofá mas se tentasse qualquer coisa iria manda lo em bora e disse para ele ligar para o pai e dizer que estava na casa de um amigo.
Somente após três dias Diogo bate na porta e Thalia o recebe eu fico no corredor escutando ela dizer que eu não quero vê lo enquanto ele insiste que precisa conversar comigo reparar seu erro, que me amava e precisava conversar comigo Thalia disse que vai conversar comigo e caso eu queira marcaria um encontro.
O expediente estava terminando quando um buquê de rosas chega para mim fiquei vermelho da cor das rosas, pedi para uma amiga ler quem enviou e se fosse de Diogo ou Lourenço Jogar fora e não me dizer quem foi, mas estavam tão lindas que disse para as meninas deixarem enfeitando em algum lugar longe da minha vista, afinal as flores não tinham nada haver com isso. Minha hora terminou e fui embora quando escuto alguém me chamando finjo não ouvir, pois reconheço a voz, mas a pessoa insiste e vem para minha frente e diz:
_ Não, por favor César me ouve, sei que te magoei disse coisas que te feriram, mas eu te amo!

Continua.....

Obs: corrigindo um erro com relação a idade de Diogo por engano o rejuvenesci 10 anos kkkk, quando nos conhecemos ele tinha 43 e não 33 e agora esta com 45 eu tenho 20 e Lourenço 22 – Obrigado Plutão.

Autor: Mrpr2

Sobre este texto

mrpr2

Autor:

Publicação:17 de junho de 2015 16:10

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Gays

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 17/06/2015.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*