Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Amor Real – Final – Eu te Amo!

Amor Real – Final – Eu te Amo!
Relembrando o que aconteceu Meu nome é César tenho 20 anos estava a um ano e meio morando com Diogo de 45 anos estávamos felizes vivendo como em uma eterna lua de mel ate que devido a confusões em outra cidade em comum acordo resolvemos trazer Lourenço de 22 anos o filho de Diogo para morar conosco. O rapaz então hetero depois de conviver alguns meses conosco e talvez por eu cuidar dele depois de uma briga se encantou comigo e em uma manhã tentou me agarrar e bem na hora em que ele me beijava Diogo meu marido chegou, discussão, briga, me senti ofendido pela desconfiança de Diogo pensar que eu tinha cedido as investidas de Lourenço sai de casa e fui morar com Thalia minha amiga. Alguém me enviou um buquê de flores e na saída escuto alguém me chamando finjo não ouvir, pois reconheço a voz, mas a pessoa insiste e vem para minha frente e diz:
_ Não, por favor, César me ouve, sei que te magoei disse coisas que te feriram, mas eu te amo!
_ Se amasse não duvidaria do meu amor.
_ Por favor me entenda, como queria que eu reagisse vendo uma cena daquelas?
_ Que me afastasse do seu filho pedisse para ele sair e quando estivesse mais calmo conversasse com ele, mandasse ele para a casa de um tio, avo, sei la para outro lugar, mas nunca em hipótese alguma duvidar de mim.
_ Eu errei me perdoa!
_ Eu perdôo Diogo.
Diogo se aproxima abrindo os braços e um sorriso, mas me afasto.
_ Te perdôo, mas não quero mais você.
Vou para a casa de Thalia deito na cama e choro, Thalia entra e tenta me consolar pedindo para eu pensar direito, Quando Lourenço entra no quarto e diz que seu pai esta no hospital deu entrada sentindo dores no peito. Levanto jogo uma água no rosto e vamos todos para o hospital.
¬_ Você aqui? Como soube? Porque veio?
_ Fique calmo não fala nada, esta melhor?
_ Só por estar aqui já estou bem melhor.
_ Os médicos disseram que foi um infarto sua sorte é que estava perto do hospital. Vamos ter que mudar sua alimentação, bebida nem pensar e vamos entrar na academia...
_ Vamos? Quer dizer que você, nos...
_ Sim vou voltar para nossa casa.
_ Não quero que volte comigo por pena, enfermeiro eu contrato um eu quero o meu princeso de volta.
_ Não vou voltar por pena vou voltar porque te amo, a idéia de te perder para sempre foi muito ruim
Disse com s olhos cheios d’agua deitando no peito de Diogo.
_ Nunca mais me de um susto desses.
_ Nunca mais meu amor, Nunca mais vou deixar você sair de perto de mim. Eu te amo meu princesinho.
Voltei para casa e com muito amor cuidei da reabilitação de Diogo, um mês depois um telefonema a mãe de Lourenço disse que ele teria que voltar a irmã do professor estava grávida de 6 meses e o filho era dele o professor tinha se separado oficialmente da esposa e ela sumiu logo em seguida com um outro rapaz.
_ Como você esta com isso Lourenço?
_ Assustado eu pai? Não sei se darei conta, mas uma coisa te digo toda esta situação me fez pensar mais nas minhas decisões e suas conseqüências acho que sai disso tudo mais maduro, te peço desculpas novamente por ter tentado, bom você sabe, confundi sua doçura, seus cuidados, fora minha mãe ninguém tinha cuidado de mim daquela forma e sendo sincero depois que vi sua bundinha nossa ela não me saiu da cabeça kkkk, mas serio agora vejo que foi apenas uma confusão da minha cabeça e vejo que você só quis me ajudar principalmente pelo amor que tem ao meu pai. A forma como vocês se olham, se tratam, o carinho nunca vi meu pai assim nem com minha mãe acredite ele te ama e sei que você o ama muito se fosse outro bom, nem quero pensar no que teria acontecido talvez nem estaríamos aqui tendo esta conversa. Mesmo sabendo que vocês me perdoaram ainda me sinto um pouco culpado principalmente pelo infarte do velho quer dizer meu pai e prometo me esforçar para que ele não se decepcione mais comigo. E quanto ao moleque, bom farei os exames, mas creio que é meu filho mesmo e se for vou tentar ser um bom pai isso se o professor não me trucidar antes kkkk
_ Não ele não vai, isso já esta resolvido, bom aconselho a não provoca lo, mas parece que a garota amoleceu o coração dele e ela quer o pai do filho dela vivo e me parece que ao lado dela. Quanto a deixar seu pai orgulhoso tente não se meter em encrencas, chegando la arrume um trabalho, assuma seu filho, se você achar que é uma boa idéia se case com a mãe dele e seja o melhor pai possível seu pai e eu estaremos aqui para o que precisar e com certeza ficaremos orgulhosos.
Lourenço voltou de inicio ficou assustado com a noticia, mas depois que viu o ultra-som, as roupinhas coisinhas do bebe, esta impolgadissimo com a idéia de ser pai e pretende casar com a garota Diogo diz para ele ir mais devagar e contou como aconteceu com ele só casou por que a mãe dele estava grávida e foi um desastre.
Para comemorar o aniversario de Diogo e nossa volta reservei um fim de semana em um hotel clube com águas termais.
_ Você não existe sabia?
_ Existo e sou todo seu, meus parabéns meu amor este será o melhor fim de semana das nossas vidas.
Depois de um delicioso café da manha andamos por todo o complexo tirando muitas fotos, passeamos na cidade e depois voltamos fui para o banho e chamei Diogo. Beijei muito sua boca e fui descendo beijando todo seu peito enquanto a água caia, chupei seus mamilos e continuei descendo ate seu cacete mamei ate deixa lo como ferro, Diogo me levantou beijou minha boca e me virou de costas puxou minha bunda deixando ela bem impinada e cravou seu cacete e bombou deliciosamente, parou um pouco deixando ela dentro de minha bunda e me puxou colocando minhas costas em seu peito beijou minha boca passando a mão em meu peito e com a outra me masturbando voltou a bombar em meu rabo ate gozarmos juntos terminamos nosso banho e descemos, ficamos o dia todo nas piscinas pausa apenas para o almoço e um quilo.
A noite chegou levei para o quarto frutas uvas, morangos e chantili, beijava Diogo hora com uva hora com morango e as vezes com chantili passei o chantili em seu peito em seus mamilos e lambi depois foi a vez de Diogo fazer em mim, ele ate passou em meu pau e chupou, mamando meu cacete e meu saco ele não curtia muito fazer isso mas fez e com muito tesão e vontade me virou de costas e me fez um delicioso cunete me comeu literalmente com a língua enfiando toda ela em meu cu me arrepiando todo de prazer, cravou seu cacete em meu buraquinho puxou minha boca para um beijo enquanto me enfiava gostoso seu mastro, me colocou de frango assado colocou chantili em minha boca e enquanto bombava em meu cu me beijava a boca depois o pescoço, continuando em pe fora da cama me colocou meio de lado e meteu rápido ate gozar deitou na cama suado exausto e eu em seu peito.
_ Não sei o que seria de mim sem você meu princeso, você e meigo, safado, carinhoso, organizado, é meu porto seguro, meu neném.
_ Você me faz tão bem meu príncipe ate tentei ficar longe, mas quando pensei que nunca mais poderia te ver vi que tudo aquilo era orgulho bobo e que sem você minha vida não teria sentido.
_ Te prometo uma coisa meu princeso nunca mais eu vou te deixar, por nada neste mundo pelo simples fato que eu não sei viver sem você eu te amo!

Fim.

Autor Mrpr2.

Sobre este texto

mrpr2

Autor:

Publicação:18 de junho de 2015 19:45

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Gays

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 18/06/2015.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

  • Artur Lucas
    Postado porArtur Lucasem24 de setembro de 2016 01:46

    Não sei onde eu tava nesse tempo para não ler esses lindos contos

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*