Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Corno submisso bi – Submisso a mulher a nosso amante.

Corno submisso bi – Submisso a mulher a nosso amante.
Chegamos com as compras e as férias realmente começaram Sandra pediu para que eu me despisse e colocasse a coleira, me levou para a sala com um corpete preto e sua cinta de pau me puxando de quatro pela coleira e ordenou que eu desabotoasse a camisa de Pedro abrisse sua calça, mas não tirasse seu pau para fora. Sandra me fez beijou Pedro com sua boca vermelha depois me beijou pegou em seu pau por cima da cueca e disse que era realmente grande, mas ainda não estava totalmente duro e me mandou chupar por cima da cueca, alisei o cacete de Pedro e lambi por cima da cueca e senti ele crescer e se tonificar, minha esposa ordenou que eu o chupasse tirei o cacete de Pedro para fora da cueca e vi aquele mastro diante do meu rosto, Sandra logo pegou minha cabeça e forçou pra chupar o cacete de Pedro, era muito grande e não consegui engolir todo.
_ Emanuel vai treinado porque você vai receber ele todinho dentro de ti, falou sandra.
Depois de chupar por uns 10 minutos ela tirou meu rosto e subiu em cima do cacete, Pedro logo pegou as pernas dela e começou a fuder, fiquei ao lado só observando. Minha mulher estava feito uma vadia, nunca tinha visto Sandra daquele jeito quando nós transávamos quanto mais Pedro fudia a buceta dela mais ela pedia. Após Pedro anunciar que ia gozar Sandra puxou meu rosto e colocou em frente da sua buceta enquanto era fudida.
_ Agora vai viadinho toma leite de macho de verdade saindo da buceta de tua mulher vai.
Falou Sandra, enquanto escorria a porra de Pedro dentro dela.apos a gozada a pica de Pedro amoleceu e Sandra saiu de cima dele.
_ Gostou do gagau amor, vai tomar esse leitinho todo dia. kkkkkk
Sandra riu e foi pro banheiro tombar banho. Pedro terminou de tirar a roupa e ficou nu, foi ate as sacolas de compras e da bolsa q trouxe de sua casa pra organizar as coisas e por no armário, enquanto eu fiquei sentado no chão da sala, de coleira feito um cachorro abandonado. Passa do uns 15 minutos Sandra saiu do banho e Pedro entrou. Quando eu ia me levantar Sandra falou.
_ Quem mandou você se levantar? fica ai cachorro,
_ Porra Sandra, não acha que esta passando dos limites com isso?
_Calado! Quem manda aqui sou eu e estou dizendo pra você ficar ai.
Isto já estava de mais, e me levantei, nesse momento Pedro sai do banho e vem em direção a gente
_ O que esta acontecendo aqui?
_ Esse cachorro me desobedeceu, mandei ele ficar no chão e olha como ele esta.
_Você não escutou o que tua dona mandou fazer não? obedece caralho.
Eu permaneci em pé.
_ Acho que essa cadela quer ver o pit bull aqui dar uma lição nela!
Falou Pedro vindo em minha direção, eu não me movi, ele me empurrou para ficar de joelhos, mas resisti, ate que eu sem esperar recebo um soco na cara de Pedro, nesse instante vi minha cabeça rodar e cai no chão.
_ Isso é pra você não desobedecer mais sua cadela! E teve sorte que eu peguei de leve.
Fiquei com meu rosto dolorido jogado no chão da sala, nisso vi a cara de Sandra, estava rindo parecendo que tinha recebido um premio. Sandra falou:
_ Vou pedir algo pra jantarmos aqui, o que você quer amor?
_Eu quero um file de salmão. _ Respondi.
Sandra que antes tava sorrindo agora gargalhou.
_kkkkkk, você acha que você vai pedir algo hoje pra comer? Você vai receber as sobras do nosso jantar e fique feliz de recebe-las. E quando falei amor estava me referindo ao Pedro, afinal ele agora é meu namorado e você apenas minha cadela de estimação.
_ Acabou a palhaçada, estou voltando para casa agora! _ Disse eu
Não, não esta, antes olhe isto.
Sandra me entregou um pen drive com vídeos onde ela me fudia com sua cinta, fotos minhas e me disse que se eu não a obedecesse tudo aquilo seria postado na internet, eu estava sem saída.
Pedro falou o que queria e Sandra fez o pedido, para que o serviço de quarto não me visse de cara roxa, com coleira e pelado no meio da sala eles me puseram no quarto e me trancaram. Passado mais de uma 1 hora eles terminam de jantar e vieram me pegar, Sandra pegou a coleira e me puxou de 4 quatro ate a sala, lá estava Pedro todo esticado no sofa vendo tv com uma taça de vinho na mão e Sandra me mostrou os partos no chão da sala.
_ Quero eles limpinhos viu! _ Disse Sandra
tinha um pouco de arroz e alguns pedaços de bife com um molho, tive que comer com as mão literalmente feito um cachorro. Apos terminar Sandra me chamou.
_ Vem pra ca cachorrinho , vem , vem,
Fui ate ate eles sentados no sofá e fui ordenado a fazer sexo oral nos dois lambia a buceta de Sandra e o cacete de Pedro alternadamente enquanto se beijavam quando Pedro ia gozar Sandra segurou minha cabeça não permitindo que eu tirasse seu cacete da boca Pedro gozou muito e tive que engolir boa parte um pouco escorreu engasguei algumas vezes, mas Sandra continuava a me segurar. Sandra e Pedro resolveram ir dormir, mas antes fui avisado que dormiria na sala e com ar de ironia Sandra disse que se eu quisesse poderia dormir no sofá ou carpete. Quando Sandra entrou no quarto Pedro veio e sussurou em meu ouvido se liga no que te falei ainda não é hora de bancar de macho, conversamos depois e me deu um beijo na boca e um tapa na bunda. Fiquei ali na sala, depois de tanto tempo agachado ao me levantar, minhas costas pareciam que tinham sido esmagadas por um trator, me deitei no sofá e apaguei rapidinho de cansaço.
Acordei com os raios de sol no meu rosto, tinha me esquecido de fechar as cortinas. No mesmo instante vejo Pedro saindo do quarto todo arrumado pra o trabalho.
_ E a parceiro como foi passou a noite.
_ Adivinha?
_Acho que foi bem mal. kkkkk
_acertou.
_Beleza, estava merecendo, mas não tenho tempo para papo agora, tenho q ir trabalhar, avisa a Sandra que vou tomar café lá em baixo no restaurante.
Ele abriu a porta e saiu, eu me sentei no sofá com as costas ainda doloridas e fiquei por algum minutos ali pensando. Depois me levantei e fui para a janela da varanda, a vista era linda. Aquele mar na minha frente, aquela brisa gostosa, era um espetáculo.
_ E ae gostando da vista?
Me assustei, era Sandra atrás de mim.
_ Linda mesmo. Agora entra vai tomar um banho e vestir algo, vou pedir nosso café da manhã ak no quarto.
Tomei um banho daqueles de lavar a alma, acho q passei quase uns 20 minutos no banho só sentindo a água escorrer pelo meu corpo e eu sentindo como se elas estivessem penetrando meus pensamentos ate que Sandra bateu na porta.
_ sai logo do banho Emanuel o café já chegou.
Desliguei o chuveiro, me vesti e fui para sala, na mesa estava um café da manha lindo e gostoso a nossa espera nos sentamos na mesa e começamos a comer ate que falei:
_ Sandra, sei que você sente prazer em dominação, mas esta passando dos limites, se continuar desta forma como foi ontem de noite pra min não dá , deixo você aqui e volto pra são Paulo hoje mesmo com ou sem gravações e fotos estamos entendidos?
_ Que é isso Emanuel, me desafiando de novo?
_ Estou e desta vez é serio. Curto ser submisso a você, topo transar a três, ser enrabado por você pelo Pedro, mas ser humilhado, agredido ameaçado desta forma é degradante ate para mim. Sandra ficou em silencio por alguns minutos ate que falou:
_ É você tem razão antes ultrapassei todos os limites, prometo que vou me conter nas brincadeiras,
Uau, fiquei surpreso com a resposta, mas Sandra cedeu fácil de mais isso não estava me cheirando bem, porem não quis discutir. Terminamos de tomar o café e saímos para conhecer a cidade que por sinal é linda e cheia de atrações, parecíamos ate um casal normal....kkkkkk. Só não imaginava o que a noite prometia.
Voltamos para o hotel por volta das 17:30h subimos e depois de 30 minutos chega Pedro.
_ Ola amigos como passaram o dia? Curtiram muito a cidade?
_ Sim, muito linda. _ Falei sentado no sofá lendo uma revista.
_ Pelo visto aqui hoje temos mudanças. rsrsrs. _ Disse Pedro.
_ Meu marido acha que passamos dos limites ontem, creio que não tenha gostado de você ter sido o centro das atenções e ele ter servido de cão então resolvi mudar um pouco as coisas.
Disse Sandra entrando na sala com uma taça de vinho para mim, me dando um selinho e oferecendo outra a Pedro que disse que iria tomar um banho que por ele estava tudo bem desde que ele não fosse a cadela. Sandra bebeu o vinho e disse que não era bem isso que ela estava em mente.
Bebi o vinho e minutos depois fiquei tonto e apaguei, acordei com um balde d’agua gelada amordaçado, com as mãos amarradas e dependuradas nu em uma cabana com Sandra de corpete preto chicote na mão e sua cinta de cacete ao seu lado Pedro com um balde na mão.
_ Acorda querido que hoje o dia será todo seu, você será o centro das atenções!

Continua....

Autor: Mrpr2 \ Co-Autor: O novato

Sobre este texto

mrpr2

Autor:

Publicação:16 de julho de 2014 16:35

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Gays

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 16/07/2014.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*