Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Do ônibus para a cama.

Do ônibus para a cama.
Meu nome e Fernando vou contar para vocês como conheci meu companheiro Tarcísio. Eu ia para o trabalho de ônibus ganhei uma promoção na empresa o que me fez mudar de horário uma hora mais tarde o problema e que neste horário o ônibus ia ainda mais cheio. Entrei no ônibus e me espremendo entre as pessoas consegui chegar em um lugar onde eu podia respirar melhor perto da janela. Ao meu lado estava um rapaz muito bonito e forte vestido de uniforme de uma empresa local, seu uniforme cinza com a camiseta sem mangas deixava a mostra seus brações. O acento em minha frente após alguns pontos foi desocupado e mais que depressa o ocupei o que alem de viajar mais descansado me proporcionou uma visão deliciosa daquele macho em pe perto de mim. Ele estava de frente para o banco que estava na minha frente o que me proporcionava uma boa visão do seu peitoral largo e bem trabalhado alem de um belo volume entre as pernas.

Na volta entrei no ônibus já o procurando, mas ele não estava. Foi uma semana assim ele sempre estava na ida e nunca na volta. Um dia ele estava em pe ao meu lado e eu sentado e devido a uma balançada mais brusca do ônibus esbarrei meu ombro em seu volume, sem graça pedi desculpas ele disse:

_Sem problemas, deve ter sido um buraco.

Olhou para os lados e me deu uma piscada, me arrepiei todo. Então ele começou a conversar comigo dizendo que sempre me via na ida, mas nunca na volta, disse que trabalhava na seção de carga e descarga da empresa e me perguntou em que eu trabalhava enfim ficamos conversando ate chegar meu ponto de descida. No outro dia não consegui lugar para sentar, Tarcisio estava um pouco longe quando entrei, mas de repente sinto um calor atrás de mim, alguém bem perto um delicioso perfume masculino, era ele, me cumprimentou e disse perto de meu ouvido com sua voz grave.

_ Impressão minha ou este ônibus esta cada dia mais cheio?

_ Acho que é mais do que impressão.

O movimento do ônibus fazia com que eu me esfregasse em Tarcisio, aquele movimento fez com que ele ficasse excitado e seu volume aumentasse já sentia seu cacete duro e ele aproveitou da situação ficando coladinho em mim, me encochou gostoso, ai sim ficou bom com aquele balanço do ônibus e seu cacete duro atrás quase gozei ali mesmo. Senti que ele colocou algo em meu bolso de traz e depois vi que era seu numero de telefone.

Já sonhava com aqueles braços me abraçando na cama aqueles lábios tocando os meus, queria sentir aquele homem dentro de mim. Conversamos e o chamei para conversarmos na minha casa.

Como Tarcisio estava bonito conversamos, ele e super educado charmoso e inteligente conversamos muitas coisas ate que em um momento em que estava indo para a cozinha ele se levantou e me deu um beijo. Fiquei sem reação pela espontaneidade, mas acabei correspondendo seu beijo, e comecei a explorar aquele corpo delicioso que tanto eu imaginava sendo meu. Retirei sua camisa e passei a lamber cada centímetro, alem de forte seu peito era como eu gostava peludo, cheiroso firme, mordisquei e chupei seus mamilos, enchi minha mão em seu volume e comecei a massagea lo sobre as roupas. Levei Tarcisio ao meu quarto sentei o em uma poltrona que eu tinha la e retirei sua calça, tirei seu cacete da cueca e comecei a mamar seu membro. Suguei gostoso enquanto o masturbava, Tarcisio encostou na poltrona e colocou suas mãos no pescoço deixando amostra suas axilas não resisti subi cheirei e lambi suas axilas o que me deixou mais excitado, tirei toda minha roupa, subi nos braços da poltrona e Tarcisio passou a lamber meu cu, passava sua língua desde meu saco e em todo meu rego, abriu minha bunda e enfiou sua língua em meu cu. Eu rebolava em sua boca sentindo o calor gostoso da sua boca.

Desci virei de frente e sentei em seu colo, subia e descia em sua pica que entrava gostoso em meu rabo, beijava sua boca e Tarcisio apertava meus mamilos. Fomos para a cama e la Tarcisio me pegou de quatro e meteu vigorosamente segurando em minha cintura, me puxou para eu sentir os pelos do seu peito roçando em minhas costas, metendo em meu cu e me masturbando comecei a sentir seu pau pulsar e jorrar porra dentro do preservativo não aguentei e gozei muito com sua mão em masturbando e sentindo seu calor, seu pelos e suas mordidas em minha orelha.

Foi sem duvida a melhor transa da minha vida, começamos um namoro que foi rápido em um mês Tarcisio já estava em minha casa.

Autor: Mrpr2

Sobre este texto

mrpr2

Autor:

Publicação:5 de maio de 2014 22:35

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Gays

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 05/05/2014.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*