Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Eu e os patrões de minha mãe.

E ai pessoal como estão? Eu estou bem e venho para contar a minha histroria para vocês, Meu nome e Rafael mais conhecido como Rafa, vou contar como tudo aconteceu desde o principio. Minha mãe me teve porem não deu certo o relacionamento com meu pai e acabou me criando sozinha trabalhando para um casal recém casados. A mulher se chama Ana se casou com 21 anos e o Homem Denis se casou aos 22, como minha mãe não tinha com quem me deixar me levava para o trabalho os patrões não se importavam pois nem ficavam em casa saiam cedo para o trabalho e de lá já iam para a faculdade, eu os via raramente em alguma comemoração ou fim de semana, pareciam se gostar muito digo isso não por ficarem de agarração ou beijos em minha frente o que não acontecia, mas pelo cuidado que um tinha com o outro, a forma com que um falava com seu companheiro.

O tempo passou e minha mãe continuou trabalhando para eles por mais oito anos, eu estava com dezoito anos e já quase não ia na casa dos patrões dela, pois trabalhava, estudava e malhava na academia o que me deixava orgulhoso dos meus braços torneados , minha barriga durinha e minhas pernas grossas tudo sem exageros, como fiquei desempregado as vezes minha mãe me chamava para fazer algum concerto , um reparo, trocar uma lâmpada, desentupir a pia essas coisas pois Denis dizia não ter tempo ou que ia fazer depois e nunca fazia.

Denis estava com seus 30 anos pele branca sempre com seu cavanhaque aparado, geralmente de terno, mas como estava de férias o encontrei pela primeira vez de bermuda e camiseta e pude ver que ele tinha um corpo bem cuidado uma leve barriguinha bem discreta, peito com pelos , eu estava sem camisa deitado debaixo da pia apertando o cano pois havia terminado de desentupir, me assustei quando ele me cumprimentou, me desculpei e conersando alem de dizer que não havia o que desculpar me elogiou.

No final da tarde o Sr. Denis me perguntou se eu não o faria companhia para correr juntos todos os dias pelo menos durante as férias, pois sozinho não conseguiria, aceitei e combinamos o horário, para minha surpresa a Sra.Ana estava com uma roupa de ginástica toda coladinha no corpo e um tênis e disse que iria também, mas com uma condição a partir daquele momento não os chamaria mais de Sr. e Sra., concordei.

Após algum tempo Denis tira a camisa e juntamente com Ana me encorajam a tirar o que faço com um pouco de vergonha, por estar ao lado dos patrões da minha mãe alem do fato de a camisa estar tampando minha excitação, pois ver Ana com aquela roupa coladinha estava me desconcentrando, que bunda empinadinha linda!

Tentei disfarçar, mas era inevitável, não olhar, passamos por um banheiro publico e como havíamos tomado muita água eu e Denis fomos ao banheiro, estava difícil para mijar, estávamos sos no banheiro e de repente escuto

_ Esta difícil ai amigão?

_ Sim, correr me deixa excitado sabe, acho que deve ser a adrenalina. (disfarço)

_ Há sim pode ser, tamanho bom de cacete hem deve estar fazendo a alegria das meninas

_ Que isso Sr..., desculpe Denis, nem tenho muito tempo para isso não.

_ Que isso você Rafa um rapagão desses, nessa idade e sem mulher eu já estava doido kkkkk, por isso me casei cedo, mas não me arrependo, pois minha mulher alem de linda, inteligente, trabalhadora e muito gostosa na cama.

Depois em casa tomando meu banho comecei a pensar sobre o que tinha acontecido e estranhei um pouco os acontecimentos, o Denis reparar em meu pau, fazer tantos elogios a mim e a te a sua esposa para mim, mas deixei para lá.

Depois disso corremos mais uma semana juntos e sempre aconteciam coisas que me deixavam excitado, mas tentava me controlar, Ana me pedia auxilio para se alongar e ficava me pegando ou passando a mão em mim, ou quando Denis a auxiliava parecia estarem se exibindo para mim, ate mesmo Denis esbarrava em mim de forma estranha ate que um dia Denis me ligou perguntando se eu sabia arrumar o chuveiro, pois não estava funcionando, já era a noite umas sete horas disse que sim, pois era eu quem arrumava o lá de casa então fui para ver o que tinha acontecido.

Ao chegar na casa Denis me recebe apenas de toalha e diz que o chuveiro não quer ligar, vou verificar e ele diz para eu tirar a camisa para não molhar, tiro e Denis me auxilia com a lanterna. Após algum tempo Ana chega e pergunta o que esta acontecendo, Denis explica a sua mulher ela se aproxima e o beija alisando seu peito com uma mão e percebo que aperta seu pinto com a outra isso na minha frente eu em cima da escada e eles no chão meu pau sobe na hora com a cena, mas finjo nem perceber e continuo a concertar o chuveiro.

Chuveiro concertado digo que vou embora, mas sou impedido.

_ Fica com a gente Rafa, você não tem nada a fazer na sua casa. Vou tomar um banho e logo venho vamos assistir um filmes ate já pedi pizza você gosta? Disse Denis apoiado por Ana.

_ Tudo bem eu fico. (Repondo)

_ Vou tomar um banho, faça sala para nosso convidado amor, deixe o bem a vontade! (Diz Denis a Ana)

_ Claro amor, deixarei sim vá sossegado! (Responde Ana)

_ Você bebe alguma coisa Rafa?

_ Não ana obrigado,

Que isso Rafa, então só me acompanhe nessa caipirinha

_ Não sou acostumado, mas vou aceitar apenas para acompanha la

Durante a conversa Ana me faz algumas perguntas um pouco quentes, me alisa por diversas vezes e seus movimentos parecem ser de propósito para que eu me excite, então resolvo ir embora mas então vem a surpresa, ana vem e na tentativa e me impedir me abraça e diz

_ Rafa ainda não percebeu? Estou muito a fim de ficar com você.

_ Mas você e casada

_ O Denis não se importa ele ate gosta.

_ O que? Não estou entendendo.

_ Nos temos um casamento aberto e se você quiser poderá ser muito bom para você também, que dizer que não fica todo excitado quando me vê? Não queria tocar assim meu corpo? “brincar”comigo?

Ana vai dizendo isso conduzindo minha mão vagarosamente por seu corpo, me deixando ainda mais excitado principalmente com seus lábios acariciando meu pescoço ate começar com beijos, não resisti e a beijei com vontade. Durante o beijo sinto alguém atrás de mim e Denis que esta bem próximo já encostando seu peito em minhas costas, me assusto e afasto Ana.

_ Relaxa rapaz não esta gostando de beijar minha mulher? Ela não e linda?

_ Não sei se isso e certo,

_ Se fosse sem eu saber, sem meu consentimento seria traição e não seria correto mas desta forma ninguém esta traindo ninguém estamos nos divertindo.

Ana se aproximou e voltou a me beijar, e começou a acariciar meu pau que tinha amolecido pelo susto mas já endurecia com seus carinhos, foi se abaixando, desabotoou minha calça retirou meu pau para fora e iniciou um boquete delicioso. Denis ficava só olhando eu me deliciar com a boca de sua esposa, fazendo leves movimentos em seu membro. em pe em minha frente apenas de toalha, ate que Ana chama

_ Vem amor esta muito gostoso, vem comigo você vai gostar!

Denis se aproxima se abaixa como sua esposa e ela guia meu cacete para sua boca, penso em tirar e não deixar mas esta tão gostoso e naquela situação acabo deixando rolar, depois de mamar muito os dois chupam juntos ora um o pau e o outro o saco e depois o inverso, acabo gozando na boca dos dois que dividem minha porra, que coisa louca delicioso e inusitado.

Vamos para a cama, Ana agora chupa o cacete de Denis de quatro na cama enquanto eu deitado por baixo dela chupo sua xaninha e acaricio sua bunda, subo um pouco e começo a mamar em seus peitos , ela vem e fica roçando sua buceta em meu pau que já da sinal de vida novamente ela o encaixa e começa a cavalgar enquanto beija e a boca e chupão pau do marido, que gostoso e sentir Ana cavalgar em meu pau, mamando seu peitos e vendo a chupar Denis, me deixa ainda mais excitado, ate que Denis diz que chegou sua vez que esta louco para sentir meu cacete em seu bundão, fica de quatro e vou enfiando ate colocar tudo, seguro em sua cintura e começo o vai e vem, nunca havia transado com nenhum homem, mas aquele cu estava muito gostoso., vou revezando hora como o cu de Denis hora a buceta de Ana, ate que gozei gostoso no cu de Denis, vamos juntos para o banheiro onde nos beijamos todos eu com Ana, eu e Denis, Denis e Ana, nos três juntos nossas mãos percorreram todos os centímetros do corpo de cada um, lambemos o corpo um do outro, muitos chupões e boquetes. Após o banho vou embora mas depois disso rolou muitas outras fodas que espero contar em breve a vocês. Thaw!



Autor: Mrpr2

Sobre este texto

mrpr2

Autor:

Publicação:9 de junho de 2013 14:38

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Encontro a Três

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Este texto foi lido 702 vezes desde sua publicação em 09/06/2013. Dados do Google Analytics

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

  • cristiano suares
    Postado porsuaresem7 de outubro de 2013 15:06
    suares é um autor no História Erótica

    e muito bom sexo com putaria,eu amo adoro foder gostoso...fazer amor e uma coisa agora fuder e muito bm ...parabens fudelao

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*