Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Mais que amizade - Inicio

Meu nome é Cassio minha historia e um pouco complicada e começa a algum tempo atrás. Conheço Erick minha vida toda, crescemos brincando juntos, Erick era meu melhor amigo sempre estávamos juntos em tudo nas brincadeiras, confusões, éramos vizinhos, amigos, praticamente irmãos. O tempo passou e nossa amizade crescia, nossos corpos e desejos mudaram, para mim Erick era um cara alegre, divertido em que eu podia contar todas as horas, mas agora tinha algo mais Erick parecia me chamar atenção de uma forma diferente nunca tinha reparado, mas naquele momento era impossível não notar seus traços, sua beleza, seu perfume. Não estava me entendendo eu só pensava nele em estar junto de Erick.
No futebol via Erick correndo como o vento, suando sem camisa, torcia para ele fazer gol não só para ganharmos, mas para ter a oportunidade de abraça lo sem camisa, ter aquele corpo suado, quente tocando o meu. Chegando o fim do jogo contava os segundos para irmos para o vestiário e poder contemplar seu corpo nu sendo ensaboado, mas achei melhor não mais fazer isso pois ja estavam notando minha excitação e para evitar comentários passei a ir direto para casa após os treinos e bater uma enquanto imaginava Erick se banhando.
As vezes parecia que Erick também estava me olhando outras vezes pensava que era algo da minha cabeça e tinha medo de perder nossa amizade.
Com a chegada das ferias a equipe de futebol organizou um acampamento eu fiquei eufórico principalmente quando Eric disse que ficaríamos na mesma barraca, eu já imaginava um monte de coisas e levados por estes pensamentos acabei lendo vários contos eróticos de acampamento no inicio hetero depois acabei encontrando bi ate que cheguei aos homo e mesmo relutando ainda fui me identificando querendo cada vez mais, me excitando imaginando Erick e eu naquelas situações sempre acabava em punheta e muito gozo.
Tudo pronto la fomos para o tal acampamento, muito treinamento, exercícios, futebol, informações. Tinha um alojamento enorme quem quisesse poderia dormir la dentro, mas a maioria preferiu armar as barracas e para minha sorte Erick preferiu a barraca. Depois de muita conversa entorno da fogueira, cantoria e comida la fomos para as barracas.
A noite estava um pouco quente e dentro da barraca toda fechada ainda mais. Tiramos as camisetas e Erick abriu um pouco a barraca, porem achamos melhor fechar devido aos pernilongos. Devido o calor retiramos as bermudas e ficamos apenas de cueca. Erick apoiou um dos braços embaixo da cabeça e o outro deixava sobre o peito que tesão aquela visão me proporcionava com a pouca luz que entrava nas frestas transparentes da barraca deixando ver os contornos daquele tórax, seus lábios, seus braços, coxas, seu volume. Com muito cuidado passei a mão de leve em seus lábios, seu rosto, seu peito minha mão tremia fiquei com medo e Erick, pois ele deu uma mexida, mas continuou dormindo ou pelo menos era o que parecia. Demorei dormir ate que apaguei acordei sentindo um calor era Erick encoxado em mim, estávamos de conchinha com seu peito em minhas costas, seu pau sobre a cueca em minha bunda protegida apenas pela minha cueca e seu braço por cima de mim, meu coração batia forte tentei me acalmar e curtir o momento, fui relaxando aos poucos e acabei dormindo acordei algumas horas depois com o dia já claro, mas Erick ja não estava na barraca.
Levantei e indo para o refeitório encontro Erick vindo todo suado, disse que precisava correr chamei ele para o café ele disse que depois iria. Erick estava estranho, nem olhou direito para mim e ficou o dia todo me evitando e quando falava comigo não olhava nos meus olhos.
O dia passou cheio de atividades, mas não conseguia tirar da cabeça o jeito estranho de Erick. A noite chegou mas Erick arrumava desculpas para ir dormir resolvi ir primeiro estava cansado.
Erick só veio se deitar apos o toque de recolher. Eu estava sonolento, mas ainda desperto. Erick rolava de um lado para outro enquanto eu fingia dormir. Erick se aquietou o calor era intenso logo sinto algo quentinho e melado em meu rego minha cueca estava um pouco para baixo sinto então minha cueca sendo cuidadosamente descida deixando minha bunda desnuda ate paro de respirar de tanta tensão, Erick também para como se tivesse se preocupado com que eu acordasse alguns minutos depois novamente a sensação de algo macio ao mesmo tempo duro, quente e melado roçando em meu rego sinto uma leve pressão depois uma mão separando minhas nádegas então sinto o cacete de Erick na entradinha ele enfia seu instrumento e para não acredito no que esta acontecendo permaneço imóvel. Erick segura em minha cintura termina de colocar seu pau em mim e inicia um vai e vem delicioso nem me importo com a queimação e um pouco de ardência vou relaxando e o prazer aumenta Erick respira forte sinto algo quente me invadir. Erick retira seu pau limpa minha bunda e sussurra em meu ouvido:
_ Desculpa.
Não entendo, porque ele esta se desculpando? Mas não pergunto aos poucos a adrenalina vai passando e o sono chega. Acordo e Erick não esta na barraca e como no dia anterior me evita.
Voltamos para casa os dias seguem e Erick não responde minhas mensagens, sai do futebol, arruma um emprego e passa a estudar a noite logo eu também arrumo um emprego. Erick eu ficamos cada dia mais distantes e eu sem entender o porquê.
O tempo passa fico sabendo que Erick esta noivo e que a coisa era seria já estavam preparando o casamento, penso comigo mesmo passou da hora de esquece lo de vez. Tentei me relacionar com outras pessoas, mas não durava muito, pois eu me enterrei no trabalho não permitindo que outros entrassem em meu coração era algo superficial, físico, e minha falta de interesse, dedicação aos relacionam, alem de outros fatores acabavam por arruína los .
Foquei tanto em meu trabalho que esqueci de mim, que não sou uma maquina acabei em um hospital após um desmaio. Quando acordo sinto alguém segurando minha mão com um lindo sorriso para mim.

Continua...

Autor Mrpr2

Sobre este texto

mrpr2

Autor:

Publicação:6 de julho de 2015 15:55

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Gays

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 06/07/2015.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*