Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Morando com meus Tios III- A três é mais gostoso!

No sábado acordo ansioso para ir a casa de Eustaquio próximo a hora do almoço decido ir, sou super bem recebido por Eustaquio com seu belissimo sorriso, um abraço que me deixou um pouco desconcertado, onde pude sentir seu corpo quente por estar sem camisa, que visão era aquela mas me contive. Cumprimentei Euclides, o sr Osvaldo e conheci Genoveva esposa de Sr Osvaldo mãe dos rapazes.
Logo perguntei qual seria o assunto, porem Eustaquio disse para que eu relaxasse que isso seria discutido mais tarde. era um churrasco que aos poucos foi recebendo alguns convidados, poucos mas bem alegres. Ver os rapazes de um lado para o outro sem camisa estava me enlouquecendo principalmente quando eles pegavam em seus cacetes dando aquela coçada discretamente, mas que não passava despercebida por mim. O dia passou rápido, bebemos cantamos jogamos cartas, comemos e no final do dia já anoitecendo só restando eu e os donos da casa sou abordado por Sr Osvaldo que me pergunta sobre a faculdade, meus estudos anteriores, meus interesses futuros e após uma breve conversa me propõe trabalhar em seu escritório de contabilidade digo que estou no meio do primeiro ano apenas ele diz que não há problema que o trabalho será ensinado passo a passo o importante seria saber se eu estava interessado a trabalhar e aprender, minha cabeça girou pensei em mil coisas a proximidade com Eustaquio, a oportunidade de já ter um trabalho melhor e na minha área, mas também de não conseguir esconder meu interesse e por tudo a perder, porem resolvi em segundos arriscar pois era muita sorte e não poderia de forma alguma deixar esta oportunidade passar.
Uma semana depois seria meu primeiro dia de trabalho, estava apreensivo, fui recebido por Eustaquio, seu sorriso e seu abraço caloroso mas desta vez com uma camisa social que o deixou mais serio e ao mesmo tempo mais atraente, me mostrou o escritório, onde eu iria sentar e começou a me explicar como funcionava meu trabalho, mais tarde Sr Osvaldo veio conferir o que estava fazendo e Eustaquio sempre por perto, cheguei em casa louco de tesão com o pau duraço ao ser recebido por Vera beijei com vontade, ela percebeu ao pegar em meu pau meu cacete duro, disse que iria esquentar meu prato e fui para o banheiro tomar banho. Tio Helio entrou e me perguntou como tinha sido meu primeiro dia convidei o para entrar no chuveiro comigo dei um beijão super gostoso e quente em tio Helio o virei de costas para mim pedi para que empinasse sua bunda e meti sem do comi forte, metendo fundo em seu rabo fazendo com que gemesse e as vezes gritos de dor e prazer, percebendo que a brincadeira havia começado, Vera entra no banheiro se despe e entra junto na área do banho que pequena faz com que fiquemos mais juntos. Enquanto meto no rabo de tio Helio Vera chupa o marido e depois eu a como sentado no vaso com ela sentada em meu pau de frente para mim enquanto eu chupo seu peitos. Termino meu banho janto e ainda sou mamado por Vera e Tio Helio.
Dois meses depois Eustaquio após o almoço chega todo molhado no escritório, diz que a chuva o pegou no caminho de moto e não teve jeito. Só estávamos nos dois no escritório disse para que ele tirasse a camisa molhada que eu iria dar uma camisa que eu tinha reserva pois a aula foi cancelada devido a falta de energia, fui pegar a camisa da pasta e me curvei um pouco e de repente sinto mãos me envolverem a cintura e algo duro e molhado encostar em minha bunda me assusto então Eustaquio diz que não preciso mais disfarçar meu olhar para seu peito que hoje ele seria só meu, pergunto se ele enlouqueceu Eustaquio diz que desde o primeiro dia percebeu meus olhares para seu corpo e seu cacete e seu irmão também a idéia do emprego foi dele para saber melhor qual era a minha se eu era de confiança, pois ele era bi e não queria que isso se espalhasse queria casar ter filhos mas curtia muito transar com um homem. Fico quieto olhando para ele sem saber o que dizer encostado na mesa do escritório, Eustaquio se aproxima pega em minha mão e a coloca em cima de seu cacete que esta duro feito rocha, olha no fundo dos meus olhos e diz para eu dizer para ele se eu não estivesse gostando, meu silencio foi entendido como um consentimento para um beijo delicioso e intenso, Eustaquio começa a desabotoar minha camisa, beija meu pescoço e vai descendo beijando e mordiscando meu peito, desce sua calça junto com a cueca, nos inverte de posição, senta em cima da mesa e abaixa minha cabeça fazendo ir de encontro com seu pau, entendo o que ele quer e abocanho aquele lindo e delicioso membro chupando e lambendo cada centímetro, passo minha língua em sua viria e em seu saco, enquanto Eustaquio grita dizendo para eu lamber, chupar mais e mais, se vira abre com as mãos sua própria bunda e diz para eu lamber seu cu, não acredito aquele macho gostoso me oferecendo seu rabo? Sem questionar caio de boca enfiando o maximo possível minha língua dentro daquele rabão peludo tirando gemidos e gritos de prazer então Eustaquio se vira e me pede para que eu sente na mesa e desta vez ele é quem me chupa onde quase goso com sua boca quente e gulosa. Eustaquio me virou de costas para ele pediu para que eu abrisse bem minha bunda e me fez um cunete maravilhoso e depois começou a me dedar e alternar com sua língua, meu cacete babava de prazer então supliquei para ser enrabado o que fui atendido de pronto receber aquele cacete em minha bunda foi delicioso, não tenho descrição nem dor senti somente prazer, Eustaquio media forte em minha bunda comigo apoiado na mesa, depois eu cavalguei em seu cacete com ele sentado na cadeira bati uma punheta sentindo seu cacete me invadir e gozei litros de porra.
Dias depois Eustaquio me convida para ir a sua casa sabia que seus pais tinham ido viajar e ele me disse que Euclides tinha ido junto e que nos poderíamos aproveitar com mais liberdade e conforto que nossas fodas no banheiro após o expediente. Eustaqui pede para que eu fique de cueca na cama e me diz que tem um fetiche e pergunta se eu aceito ser amarrado fico meio desconfiado mas aceito, Eustaquio me amarra os braços na cabeceira da cama de forma que eu fiquei com eles abertos e as pernas também abertas e amarradas os pés da cama e vendado, sinto Eustaquio vir para cima de mim e me dar seus beijos em meu corpo sei que era ele devido seus cabelos lisos tocarem meu corpo por ter cabelos ate os ombros, relaxo e aproveito seus beijos, lambidas e mordiscadas em meu pescoço, meu peito mamilo por mamilo e chupado, minha barriga e minhas coxas, ate minhas axilas são lambidas. Começa então o tratamento em meu cacete ainda por cima da cueca sinto uma mão acariciar meu membro porem ao mesmo tempo sinto alguém em cima de mim me oferecendo o cacete escuto a voz de Eustaquio me pedindo para abrir a boca, então pergunto o que esta acontecendo Eustaquio diz para eu não me preoculpar apenas aproveitar e abrir a boca e chupar seu cacete, digo que não farei nada enquanto ele não me tirar a venda. Eustaquio concorda e retira a venda é ele quem esta em cima de mim com o cacete em meu rosto, pergunto quem esta acariciando meu pau então escuto a voz de Euclides dizendo
_ Eu cunhado!
Pirei com aquilo meu pau deu um pulo dentro de minha cueca foi libertado e gulosamente abocanhado por Euclides e fiz o mesmo com Eustaquio, depois de muita chupação eu em Eustaquio e Euclides e os dois em mim revesando chegou a hora da meteção, me desamarraram fiquei de quatro para Eustaquio que me meteu gostoso enquanto eu chupava seu irmão depois invertemos. Pedi então para comer Eustaquio e qual foi minha surpresa ao ver enquanto eu metia no cu de Eustaquio Euclides deitar em cima do irmão oferecer seu cacete e cair de boca no pau de Eustaquio acelerei e gozei logo vendo a cena.
Após uma pizza, descanso e conversa, mais putaria, beijos triplos alternância de cacetes chupando os dois irmãos enquanto se beijavam e depois me chupando enquanto eu beijava um dos irmãos ate chegar no trenzinho onde eu fui o sanduíche e comi Euclides enquanto era enrabado por Eustaquio.
Foi muito bom repetimos mais umas três vezes esta brincadeira, ainda não contei a Eustaquio sobre eu e meus tios nem sei se contarei por enquanto, quase todos os dias transo com Eustaquio, as transas com meus tios diminuíram mas ainda rolam e quando acontecem são deliciosamente loucas, apesar de não transar mais tão freqüente como no começo praticamente todos os dias nos damos muitos orais, recebo e dou muitas mamadas no meu tio e lambo muito a xoxota de Vera e sou mamado por ela.
Eustaquio recentemente aprareceu com uma namorada chamada Aline e esta me incentivando a namorar Alessandra com quem já fiquei duas vezes. Eustaquio diz que será melhor para nos dois que não mudara em nada a nossa relação só fortalecera e tem idéia de que algum dia possamos colocar nossas esposas a par de nossas brincadeiras fazendo loucuras juntos, mas por enquanto ficar apenas entre nos.

Sobre este texto

mrpr2

Autor:

Publicação:19 de outubro de 2013 22:29

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Gays

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 19/10/2013.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*