Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

O Jogador e o Urso.

O Jogador e o Urso.
O Jogador e o Urso.
Meu nome é Romão tenho 21 anos, sou gordinho, tenho 1,72 de altura peso 89 kg, branco, cabelo curto castanho e olhos castanhos também. No começo deste ano fui convencido por meu vizinho a chupar seu pau. Maikon estava desde o ano anterior atrás de mim, me elogiando, fazendo propostas e eu recusando. No começo não queria mesmo, não sentia atração, mas com a insistência comecei a ver uns videos e me imaginar no lugar daqueles caras mamando aqueles cacetes e confesso que as vezes me dava muito tesão. Aos poucos fui cedendo aos toques de Maikon que percebendo que eu ia aceitando a cada dia ficava mais ousado, porem aos pedidos de chupeta eu recusava no fundo eu queria, mas tinha medo de ser descoberto e virar motivo de piada.
Eu estava me sentindo diferente naquele dia, estava me excitando por qualquer coisa.
Estava jogando bola, mas ficar vendo aqueles caras correndo, suando, sem camisa estava me deixando louco, meu pau não abaixava e vi que alguns já percebiam meu volume, resolvi ir para casa.
De repente sinto um tapa na bunda.
_ E ai meu ursinho gostoso é verdade que esta excitado? É por minha causa? Quer ver como eu posso acabar com teu fogo gostosinho?
Disse vindo para minha frente pegando no pau por cima do calção.
_ Você e louco Maikon, acha que vou cair nessa? Você quer zoar com a minha cara e me expor para os moleques o que um cara como você cheio de garotas atrás iria querer comigo?
_ Deixa disso Romão não quero te zoar não, sabe o que quero e te fuder todinho eu ja peguei muita garota mesmo não vou negar e ja peguei garotos também e te confesso não existe chupeta melhor que de um garoto e se for gordinho então nossa como sugam parecem uns bezerrinhos famintos e aqueles rabões macios e você e exatamente o meu tipo não preciso esconder nem sair falando para todo mundo eu quero você ursinho me da uma chance olha como meu pau ficou ainda mais duro so pensando neste teu rabão.
_Quer saber Maikon se você arrumar um lugar, prometer nunca vai contar para ninguém e depois me deixar em paz eu faço.
_ verdade? Jura mesmo, olha certeza que depois que provar da minha rola vai querer todo dia e será você quem não vai me deixar em paz, e quanto ao resto prometo não ganho nada te expondo cara. Vem já tenho um lugar.
Maikon tem 19 anos, magro, moreno, cabelos lisos um pouco acima dos ombros castanho. Me levou para um lote vago cheio de pés de mamona. Chegando no fundo do terreno ele tirou minha camisa a passou a mão no meu corpo e me beijou, tinha alguns tijolos lá Maikon se sentou tirou seu pau para fora e pediu para eu mamar. Com tesão, adrenalina e medo peguei no pau de Maikon e escutei seu gemido passei a língua na cabecinha que já soltava uma babinha. Estava muito gostoso relaxei um pouco mais e chupei com gosto aquele cacete da ponta a base lambia as bolas e a viria de Maikon e enquanto ele gemia e me chamava de ursinho gostoso. Maikon tirou minha camisa e fiquei com um pouco de vergonha ele disse para eu continuar mamando enquanto ele alisava minhas costas afagava meus cabelos e apertava meus mamilos ate que pediu para eu levantar e ele começou a mamar em um mamilo e apertar o outro e depois alternou. Maikom me colocou de frango assado nos tijolos abriu bem minha bundinha e passou a pincelar a portinha do meu cu com seu cacete babão quis me penetrar mas sem preservativo não permiti Maikon tentou me convencer mas fui firme mesmo querendo não cedi, quis levantar Maikon não permitiu disse que concordava em não me penetrar, mas queria sentir mais meu corpo gostoso ficamos abraçados nus nos beijando ate a noite começar a chegar.
Maikon foi tão carinhoso estava ja o vendo com outros olhos. Na semana que passou sempre que podia Maikon me levava para algum lugar escondido para ficarmos nos beijando ele não perdia a oportunidade de passar a mão no meu corpo todo e de receber minhas chupetas eu ja estava me viciando em sua porra sentia falta o dia que não conseguíamos um tempo juntos.
Era quinta feira assim que me viu Maikon me levou para um canto e me encoxando disse em meu ouvido:
Amanhã você não me escapa tenho uma surpresa meu ursinho, minha mãe vai viajar hoje a noite com meu irmão eu so vou amanhã a noite com meu pai, então assim que acabar o jogo te espero la em casa. Me deu um beijo no pescoço e saiu.
Estava ansioso, com vontade, desejo, mas com medo. Maikon percebeu na sexta de manhã e me encheu de beijos e tentava me acalmar.
No jogo Maikon estava demais fez dois gols, driblou, correu assim que acabou o jogo Maikon sumiu. Logo recebo mensagens _ Ja esta vindo? Te espero ursao gostoso! _ apressei o passo e cheguei na casa de Maikon que estava toda fechada, mandei uma mensagem dizendo que eu estava na porta. O portão abriu era automático fechei e ele trancou quando cheguei na porta da sala Maikon abriu e pediu para eu entrar Maikon estava so de roby. Eu tremia feito vara verde Maikon se aproximou e me deu bicotinhas e me abraçou dizendo que não havia o que temer, eu disse que precisava de um banho.
_ Rápido quero aproveitar o maximo com você antes que meu pai chegue.
Terminei meu banho e Maikon me levou para seu quarto me beijou e cheirou todo meu corpo eu fiz o boquete como ele gosta enquanto Maikon me alisava todo o corpo. Me colocou de quatro mordeu, beijou e lambeu minha bunda e meu cu e lubrificou meu cu com gel dizendo que era para entrar facil meu cu apertava seus dedos e eu tremia muito.
_ Você não esta relaxado né? O que foi não confia em mim?
_ Não é isso só estou com medo.
_Ok vem ca vamos ficar abraçadinhos de conchinha ate você relaxar.
Maikon me abraçou e ficamos nos beijando com o rosto virado um para o outro, mas com meu corpo de costas para ele de forma com que Maikon ficava me encoxando era muito gostoso sentir seu cacete na entradinha do meu cu aos poucos eu fui relaxando e mexendo minha bunda como Maikon mexia seu quadril e aos poucos seu pau foi entrando em mim ate que em um beijo forte Maikon me puxou para trás e senti que entrou tudo quentinho gostoso nem doeu. Maikon se movimentava e gemia em meu ouvido fomos virando e ele por cima de mim metia mais forte foi para a beira da cama pediu para eu ficar de quatro e ele de pe bombou vigorosamente.
_ Isso meu ursao que delicia. Ta sentindo meu pau dentro de você? Ta gostando?
_ Sim muito gostoso meu jogador.
_ viu nem doeu ainda quero te comer muito meu gostosão.
Vem vira.
Me virei e Maikon enfiou na minha boca e fudeu como se fudesse um cu ia ate minha garganta senti ânsia mas me controlei e logo veio a recompensa tua porra gostosa e estava mais espessa e com um maior volume pois não tínhamos fodido nos dois dias anteriores. Maikon me beijou e ficamos abraçados na cama por alguns minutos e depois mais foda.
Senti muita saudade do meu jogador naquele fim de semana mas descontamos na segunda onde transamos muito e a partir dai não nos separamos mais estamos juntos a um ano, Maikon e super carinhoso comigo, esta sempre me fazendo rir, me fazendo cócegas, carinhos, me abraçando, não pega no meu pe por causa do meu peso apesar de se preocupar com minha saúde vai no medico, faz corrida comigo, me estimula na dieta mas não me deixa fazer dietas estremas e se ver que estou emagrecendo muito pergunta o que esta acontecendo. Ele diz que vai sempre me apoiar gordo ou magro o importante é minha saúde, mas confessa que me prefere ursinho gostoso. Me sentindo muito feliz e amado.
Autor: Mrpr2

Sobre este texto

mrpr2

Autor:

Publicação:21 de abril de 2015 12:10

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Gays

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 21/04/2015.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*