Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Será um djavu? Final.

Será um djavu? Final.
Ola a todos sou o Kenned e voltei para contar mais um pouco da minha historia. Eu estava correndo no parque ouvindo musica quando alguém se aproxima e segura em meu braço e vai me empurrando ate eu desequilibrado encostar em uma arvore era Flavio querendo conversar, tirei os fones e disse que não tinha nada para falar com ele e Flavio me beijou eu o empurrei e perguntei se ele tinha enlouquecido alguém poderia ver ele me respondeu que aquela hora o parque era vazio e sabia que eu estava louco de vontade. Flavio me disse que estava louco de vontade de transar comigo novamente e eu disse que não então ele segurou em meus dois braços e me imprensando na arvore tentou me beijar foi quando um rapaz do nada apareceu e puxou Flavio pela camiseta dizendo para ele me soltar. Quando vi o rapaz louro de olhos verdes, forte, com uma regata preta fazendo o contorno de seu peitoral ate perdi o fôlego, Flavio saiu correndo e eu agradeci, Salvador me perguntou se estava tudo bem e se ele poderia me acompanhar concordei e terminamos a corrida conversando.

Salvador disse que tinha poucos dias que estava na cidade veio de mudança fazer faculdade e tinha achado a cidade muito bonita e disse isso olhando em meus olhos o que me fez me sentir envergonhado. Respondi dizendo que ele tinha razão e que estava cada dia ficando mais bonita. Salvador me perguntou se meu namorado era sempre tão agressivo ou tinha sido uma briga, disse que ele não era meu namorado que era ex, mas que já estava em outra então Salvador me disse que ele realmente tinha razão em sentir ciúmes, mas que não era daquela forma que iria me reconquistar, então me fiz mais claro disse que quem estava em outra era meu ex que eu tinha descoberto a traição dele eu estava solteiro e procurando outra pessoa. Salvador então abriu um sorriso e continuou me acompanhando ate eu chegar em casa que era perto do parque me despedi e ele me perguntou se eu corria sempre naquele horário disse que sim então ele me perguntou se eu gostaria de companhia ou preferia me exercitar sozinho respondi que seria muito bom ter a companhia dele.

Entrei em casa com um sorriso bobo no rosto, tomei banho fui para o trabalho, mas fiquei com Salvador na cabeça o dia todo. No outro dia logo cedo na entrada do parque encontro com salvador e parecia estar ainda mais bonito se isso era possível corremos conversamos e repetimos isso por toda a semana ate que na sexta feira ele me convidou para sair tomar um suco e lá me disse que tinha se interessado por mim e queria me conhecer melhor fomos para a casa dele para ficarmos mais a vontade e terminar a conversa e la nos beijamos ele começou a passar a mão por todo meu corpo tinha uma pegada incrível forte, mas ao mesmo tempo carinhosa. Tive que me controlar para não transar com ele naquela noite mesmo, mas achei melhor fazer com que ele esperasse queria conhece lo um pouco mais para ver se não era um cafajeste como Flavio.

Bruna e Flavio viajaram e durante a viajem Bruna me liga aos prantos, pois pegou Flavio aos beijos com um rapaz atrás de um bar onde tinham ido. Bruna estava arrasada e antecipou a volta. Triste por minha amiga ter descoberto desta forma, mas aliviado por ela ter descoberto sozinha o cafajeste que Flavio era.

Três meses depois Bruna me diz que tinha encontrado com um cara na faculdade muito bonito loiro, dos olhos verdes, fortes, muito educado, voz grossa, mas melodiosa e um belíssimo sorriso, tremi quando ela terminou de falar. Será um djavu? Pois a descrição batia e muito com o meu namorado perguntei o nome e ela me respondeu Savio, respirei fundo não era meu Salvador, porem fiquei curioso muita conhecidencia será que Bruna estava exagerando? Espera e se ele nos deu nome falso será? Então disse a Bruna para marcar uma pizza com o Sávio, porem sem dizer a ele que eu iria e disse que levaria um amigo também, Bruna me imitou com uma voz irônica em “amigo” ela sabia que eu era homosexual mas sabia que eu era muito reservado e me respeitava muito não me cobrava nomes nem conhecer meus ficantes e namorados por isso nos dávamos tão bem ela só queria saber se eu estava bem, feliz e que eu contasse tudo o que me sentisse a vontade e eu era seu confidente.

Na hora marcada Salvador não apareceu em casa me mandou uma mensagem dizendo que se atrasou, mas que me encontraria na pizzaria quando cheguei vi de longe Bruna e o namorado os dois de costas e quando me aproximei:

_ Salvador? Não disse que tinha se atrasado por isso não passou la em casa?

_ Salvador que isso Kenn ficou louco esse é o Sávio meu namorado.

_ Sávio ? Não Bruna esse é o... Seu safado vagabundo filho de uma...

_ Calma, calma deixa eu me explicar...

_ Explicar o caramba seu cachorro como pode fazer isso comigo e minha amiga estava ficando com nos dois é?

Brigando e dando tapas eu e Bruna de repente chega um cara dizendo para parar

Quando me viro era outro igual ao que estava em minha frente

_ Calma amor esse é meu irmão o Sávio, eu sou o Salvador, não disse que tinha um irmão gêmeo porque prefiro deixar o Sávio meio separado destes meus assuntos ele não curte muito sabe como é ne?

_ iiiiixxiiii olha desculpa ai to morrendo de vergonha agora.

Todos começaram a rir conversamos esclarecemos tudo, Sávio foi para a casa de Bruna e eu para a casa de Salvador Chegando lá começamos a nos beijar no sofá e novamente com aquelas mão enormes passando por todo meu corpo fui consumido por um tesão imenso, retirei a camisa de Salvador e comecei a lamber cada gominho de sua barriga trincada, mordi seus mamilos que já estavam acesos abri sua braguilha liberando seu cacete desencabei aquela cabecinha rosada passei minha língua lambi toda cabecinha e fui engolindo aos poucos cada centímetro de sua rola, deslizava meus lábios fazendo com que Salvador gemesse de prazer, chupei babei, passei seu cacete na lateral da minha boca por dentro subi em seu colo e fiquei rebolando em sua rola sem deixar que ela me penetrasse e beijando Salvador.

Depois de um tempo assim ele me pega no colo com minhas pernas em sua cintura segurando em minha bunda e de pe fica me beijando me deita em uma mesa lambe meu cu lubrifica com um lubrificante enfia dois dedos em meu cu faz alguns movimentos de vai e vem com os dedos encapa seu membro e me penetra depois me pega novamente no colo segurando minha bunda e me come em pe comigo segurando seu pescoço. Que delicia, depois me apoiar no sofá levanta apenas uma de minhas pernas e nos dois em pe me come metendo com mais velocidade e força ate que minhas pernas ficam bambas Salvador então me põem deitado novamente na mesa e me come de frango assado ate eu gozar então ele goza sentindo meu cu apertar seu pau gemendo alto com sua voz de trovão.

Estou a cada dia mais encantado com Salvador como alguém pode ser tão másculo mas tão doce, forte por fora e tão amoroso por dentro, parece ser um ser bruto, mas é tão educado me faz surpresas, me ama de um jeito tão carinhoso e tão gostoso. Savio esta fazendo Bruna muito feliz tambem e Bruna por ser muito minha amiga acabou por ir nos aproximando e aos irmãos que ficaram mais unidos e perceberam que poderiam viver melhor respeitando as diferenças e semelhanças de cada um, hoje eu e meu cunhado nos damos muito bem sempre saimos os 4 para um barzinho ou baladas. As vezes vejo Flavio faço questão de abraçar o braço de Salvador ou falar algo no ouvido dele só para provocar ele nunca mais ele me procurou e não quero nem sua sombra perto de mim pois encontrei um homem que me ama me respeita e me completa.

Autor Mrpr2

Sobre este texto

mrpr2

Autor:

Publicação:23 de abril de 2014 21:23

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Gays

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 23/04/2014.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*