Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

dando o troco no namorado

Olá pessoal, este é meu primeiro conto, pois nunca tinha feito algo assim antes, já vivi algumas aventuras, mas nunca enquanto namorava alguém.
Bom pra começar eu sou loira 1,65 de altura, sou do tipo violão, pernas e bunda grande, cintura fina e seios fartos, estou namorando há 4 anos e meio.
Há pouco tempo meu namorado foi com os amigos pra balada escondido, aí o motivo de nossa briga, eu disse que não queria mais ver ele, aí a semana inteira me encontrei com as amigas pra beber e tentar esquecer aquele traste.
No final de semana uma amiga me convidou pra ir pra balada também, visto que eu estava com muita raiva do meu namorado aceitei na hora.
Passei o dia me preparando, fui ao salão fazer as unhas o cabelo a maquiagem, quando deu 21:00 hrs comecei a me arrumar, escolhi um vestidinho lindo que já tinha comprado, mas não tinha usado ainda, é vermelho curto e bem justo com um belo decote, já que tenho seios grandes. Tudo pronto, arrumada, maquiada e perfumada para curtir a noite, estava ansiosa, já que fazia tempo que não saia sozinha com as amigas.
Fui até a casa da minha amiga buscar ela, e fomos. Quando chegamos lá logo vi que tinha muita gente bonita e estava bombando.
A noite toda nós dançamos e curtimos, muitos rapazes tentaram me beijar várias vezes, eu estava mesmo muito provocativa, mas eu ainda não estava muito a vontade, mesmo depois de beber várias doses de tequila. Até que apareceu um rapaz me chamando pra dançar, ele era lindo alto forte muito bem arrumado e cheiroso, dançamos uma musica e no final ele começou a me encher de elogios, falou que eu era linda, muito atrevido já deslizou a mão pro meu bumbum apertou e disse que eu era muito gostosa, eu puxei a mão dele pra cima mas confesso que aquilo me arrepiou inteira, já começou a vir um calor de dentro de mim, na sua próxima tentativa de me beijar eu já não resisti mais e nos beijamos, foi muito gostoso, ele estava com a barba por fazer o que o deixava mais másculo, no calor do nosso beijo ele apertava minha bunda quase que mostrava a poupa, pois meu vestido já era muito curto, mas eu nem ligava, estava adorando, a essas horas eu nem lembrava mais que tinha namorado, e esqueci até da minha amiga que tinha ido comigo. Depois de muitos amassos resolvi procurar minha amiga pra ir embora, pois já ia amanhecer, aí ele ficou tentando me levar embora, eu falei pra ele que estava dirigindo que não podia.... até que chegou minha amiga, ele mais do que esperto perguntou pra minha amiga se ela tinha carteira e se ela não se importava de levar meu carro. Ela sabendo que meu namorado tinha saído e sabe lá o que ele fez aquela noite começou a botar pilha na minha cabeça dizendo
-vai amiga ele é um gostoso, deixa que eu levo seu carro, você nem sabe o que seu namorado ta fazendo agora.
E depois de ter tomado tequila a noite toda, aquele gostoso me apertando acabei aceitando, deixei a chave do meu carro com minha amiga e fui com ele, antes de entrar no carro, no estacionamento mesmo a gente ficou se beijando loucamente, ele passava a mão na minha bunda já por baixo do vestido ele encostado no carro e eu encostada nele já estava sentindo o pau dele crescendo e ficando firme encostando em mim, eu já estava molhadinha, pegando fogo. Quando entramos no carro e saímos do estacionamento coloquei minha mão na perna dele e já escorreguei pro pau dele que já estava duro, aí pude perceber o tamanho daquele pau, parecia uma tora, comecei a massagear e ele nem falou nada, aí abri o botão e o zíper da calça pra poder sentir melhor aquele pau duro, peguei um pouco por cima da cueca mas já puxei a cueca também pra baixo e comecei a tocar uma pra ele, aquela tora dura na minha mão, de outro cara, eu só transava com meu namorado há 4 anos e meio, então estava louca de tesão com aquele homem, não aguentei mais a comecei a chupar aquele caralho, lambia de cima embaixo, passava a língua pela cabecinha, colocava ele inteiro na boca até quase engasgar, isso tudo enquanto ele dirigia, quando eu percebi que ele estava parando me levantei pra ver onde estávamos, ele parou no primeiro motel que achou, nessa hora eu fiquei um pouco receosa, mas já estava no clima então não falei nada, deixei rolar. Quando entramos no quarto ele já me agarrou pela bunda, começou a me beijar, beijando meu pescoço desceu e beijou a poupa dos meus seios e com a outra mão apertou meu outro peito, continuou beijando, colocou a mão na minha coxa e subiu pra minha bunda empurrando o vestido pra cima e eu com tesão coloquei minha mão no pau dele de novo, que ainda estava duro, tirei pra fora de novo e fiquei mexendo enquanto ele deslizava com a mão pelo meu corpo, ele me ergueu e me jogou na cama e subiu em cima de mim, eu já estava toda molhadinha por ele, morrendo de tesão, eu desabotoei a camisa dele e tirei e revelou aquele peitoral delicioso com um pouco de pelo barriga definida, ele deitado sobre mim me beijava a orelha que me deixa louca, minhas pernas, antes que ele tirasse minha roupa eu pedi pra levantar, quando me levantei ajeitei o vestido que ele tinha erguido, e comecei a abrir o zíper nas costas, nisso ele já folgou e deixou a mostra meus seios, pois eu estava sem sutiã, fui descendo o vestido bem devagar e fiquei só de calcinha, aí eu puxei a calça dele que ainda estava desabotoada, deixei ele só de cueca também, e sentei em cima dele e comecei a beijar ele e a descer beijando pelo pescoço, peitoral, abdômen, quando cheguei na cueca já comecei a tirar e aquele cacete duro feito pedra ficou mais visível, era grande e grosso, coloquei na hora na minha boca, comecei a chupar ele todo de novo, fiquei um bom tempo ali chupando aquele pau, e voltei beijando a barriga o peitoral e esfregando meus seios nele inteirinho, levantei de novo tirei minha calcinha e já sentei em cima dele de novo, sentada ali ele apalpava meus seios, lambia o biquinho que estava mostrando todo meu tesão enquanto eu pegava o pau dele e esfregava na minha buceta, colocava a pontinha e tirava e esfregava mais, ele estava maluco de tesão também, até que eu não aguentei mais e sentei naquele cacete, era bem maior do que o do meu namorado então eu acabei gritando, tava muito gostoso, eu roçava no pau dele, Rebolava, sentia aquele pau gostoso dentro de mim, chegando fundo, muito mais do que estava acostumada, não demorou muito e eu gozei, gozei umas duas vezes e já ficou tudo melado e cada vez mais gostoso, virei e comecei a sentar de costas pra ele, pra ele poder apreciar a minha bela bunda, eu subia e decia naquele cacete, aí ele me segurou e levantou, falou pra eu ficar daquele jeito mesmo, mas que era a vez dele, do jeito que ele se levantou eu já fiquei de quatro com a bunda bem empinada pra ele, ele segurou no meu cabelo e começou a bombar com força na minha buceta, gritava muito gemia muito alto de tesão, aquele pau era maior, e ele puxava meu cabelo com força, isso me dava mais tesão ainda, meu namorado nunca tinha feito isso comigo, ele ficou bombando por mais algum tempo e pediu pra gozar na minha cara, na hora tava com tanto tesão que aceitava qualquer coisa, ele tirou o cacete da minha buceta inchada de tanto ele bombar, e me puxou pelo cabelo pra eu chegar com o rosto perto do pau dele, ele começou a tocar na minha cara eu já passei a lingua naquele pau de novo e comecei a tocar pra ele com a cabeça na minha boca, até que ele segurou firme no meu cabelo, e gozou, chegou a ir pra traz com o tesão q tava e veio o jato no meu rosto todinho, nunca ninguém tinha gozado na minha cara.
Depois disso tomamos um banho, e ele me deixou na casa da minha amiga e foi embora, fiquei com o numero dele mas ainda não tive coragem de ligar, pois eu e meu namorado nos acertamos e estamos bem, quem sabe um dia eu estiver com muita vontade eu ligo de novo, tenho certeza e ele toparia na hora.

Sobre este texto

namorada infiel

Autor:

Publicação:28 de dezembro de 2013 03:51

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Pulando a Cerca

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 28/12/2013.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*