Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Aconteceu em 6.9... (parte 2)

Chegara a hora finalmente de sair do trabalho, eu estava louco para encontra-la. Quando coloquei o pé para fora da empresa, vi que seu carro estava do outro lado da rua. Ela estava linda, um casaco preto que ia até o joelho, botas de salto alto o cabelo preso deixando a nuca aparente.
Seguimos o caminho, sem muitas perguntas. O dia ainda estava claro quando chegamos a um motel bem conhecido, daqueles que vamos em datas especiais.
Ao parar o carro na garagem, ela abriu os botões do casado, vi que estava com uma lingerie nova, era preta com detalhes brilhosos, a calcinha fio dental. Ela saiu, ficando de pé do lado de fora do carro, estava maravilhosa, parecendo uma garota de programa de luxo.
— E ai, você vai ficar me olhando ou vai me ajudar aqui? – disse isso indo em direção ao porta-malas.
Fui até lá e vi que havia uma mala, como essas de viagem lá dentro, trancada com um cadeado. Ele pediu para que eu pegasse, levasse para o nosso quarto, fosse direto para o banho e não fizesse perguntas. Apenas obedeci.
Quando saí do banho estava à frente da cama uma câmera filmadora em um tripé, a câmera estava ligada na TV, gravando e já nos mostrando o vídeo em tempo real.
Fui jogado no centro da cama, ela retirou o casaco e a calcinha, ainda de botas, ficou de pé na cama e começou a me pisar. Meu coração batia acelerado, vendo aquela cara de safada em cima de mim, ao mesmo tempo imaginava o que mais teria naquela mala e olhava para a TV sempre que possível para ver a cena de outro ângulo.
Ela então ficou de quatro sobre mim, sua língua contornava minha boca. Sua bunda estava empinada de modo que eu conseguia ver na TV sua buceta aberta, pedindo meu pau. Tentei me erguer para penetra-la, mas ela me segurou com seus pés, abrindo minhas pernas de modo que eu não tivesse forças para levantar e então ela encaixou com muita habilidade sua buceta em meu pau. O tesão era maior ainda por eu ver que tudo aquilo estava sendo gravado.
—Pelo visto você esta gostando do que esta assistindo. Vou querer assistir um pouco também.
Nisso ela se virou de costas para mim, ficando de frente para a câmera e para a TV. Percebi que ela também gostou de estar sendo filmada. Retirou então o sutiã e começou apertar os seios com uma das mãos e massagear seu clitóris com a outra.
—Vou gozar – Sussurrou ela com um leve gemido.
—Então goza!
Seu corpo começou se contorcer, a mão que estava em seus seios agora levantava seus cabelos. Seus lábios eram mordidos e seus olhos virados quando ela se jogou para trás com um suspiro que revelava seu gozo.
Aproveitando o seu corpo mole, joguei-a para o lado, abri suas pernas e cai de boca em sua buceta. Ela tentava me afastar, mas não conseguia, chupei todo seu mel enquanto ela se contorcia tendo espasmos de tesão. Deixei-a ali por alguns minutos, fui até o frigobar, peguei uma água, quando voltei lá estava ela me chamando.
—Vem cá que agora é sua vez!
Eu ainda de pé ao lado da cama comecei a ser chupado. Estava louco de tesão desde as 9h da manhã! Ela ficou de quatro na cama e pediu para que eu pegasse a máquina fotográfica em sua bolsa, que ela queria ser fotogravada. Fui obedecendo, chegando cada vez mais perto, até que a última foto que eu me lembro de ter tirado, metade de meu pau já estava dentro dela.
Voltei a me deitar na cama de modo que ela tivesse total controle, e ela se aproveitou da situação sentando em meu pau com toda a força, em poucos segundos senti que iria gozar, ela percebendo aumentou a velocidade de seus movimentos. Quando comecei a gozar ela sentou em meu pau de forma que fosse até seu ponto mais profundo e ficou parada, sentido cada movimento que eu fazia. Quando esses movimentos cessaram, ela se inclinou para que meu pau saísse, neste momento olhei para a TV e vi sua buceta aberta e toda a porra escorrer por minhas pernas até a cama.
Tomamos banho, caímos no sono, e quando acordamos, já não era mais dia 06/09.

E só para constar...
O vídeo, este eu ainda assisto de vez enquando.
As fotos depois foram postadas por ela em certo site “onde o voyeur encontra o exibicionista” o que me deixou com muito tesão quando vi.
E a mala com o cadeado, até hoje não sei tudo que tem nela.

Sobre este texto

Noivo

Autor:

Publicação:30 de agosto de 2011 22:27

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Dia do Sexo

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Este texto foi lido 80 vezes desde sua publicação em 30/08/2011. Dados do Google Analytics

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*