Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

DESAFIADA, PEGUEI MEU PERSONAL TRAINER PARA FODER

Minha academia de ginástica bem montada e agradável trocou o personal trainer. Mas o novo trainer é um porrinha dum gato que deixou todo o mulherio assanhado, inclusive eu. Ele desperta grandes desejos e o diabo é que ele não tira os olhos de mim, deixando-me maluca para comê-lo a grandes bocados toda a sua pica. Com “Tesões Grandões”, aquele macho arrasaria qualquer mulher e se com Tratamento de choque... Puta que o pariu... Fiquei louca para saber se ele era capaz de grandes trepadas capazes de arrasar com os Tesões Grandões uma fêmea como eu. Ele está sempre com os olhos cravados em mim, louco para me comer, claro! Eu também estava louca para comê-lo. Descobriu algo para me ensinar e veio falar comigo:
− Esse exercício deve ser...
Interrompi-o:
− Tu estás louco para me foder, não é?
Ele se desconcertou, gaguejou e respondeu todo vermelho com outra pergunta:
− Desculpe! Mas haverá algum homem que não esteja?
Gostei da resposta mesmo indireta e generalizada: elogio ou cantada? De qualquer forma traduzia o profundo desejo de me comer e isso me envaidecia e fazia bem ao meu ego. Concordei:
− Isso faz sentido, mas também deixa claro que tu estás mesmo maluco para me foder. Não é nada impossível que me fodas, porque tu és um gato deveras atraente que eu desejaria muito comer, mas para mim aparência e pau duro não bastam. A questão primordial é verificar se tu sabes o que fazer com uma fêmea exigente como eu.
Ele sorriu:
− Você é a rainha das fêmeas, porém o que mais vossa majestade, a fêmea, pode querer além dos Tesões Grandões? Mas eu sei de outras coisas mais que deixam uma fêmea como você a querer mais, sempre mais. Sou leitor do livro “O Amor Sem Mistérios” que baixei da internet, portanto, as mulheres, mesmo a fêmea mais exigente, não tem mistérios para mim. Viu como eu descobri o seu segredo? Você não tem mistérios para qualquer leitor de “O Amor Sem Mistérios”. A mulher que busca os “Tesões Grandões” em seus relacionamentos é um livro aberto para qualquer conhecedor daquele livro. Se você gostou do gato, eu tenho tudo o que você quer e podemos fazer a foda que ambos desejamos.
Porra! Ao ouvi-lo falar em Tesões Grandões, com tanto conhecimento, minha bocetinha vazou. Tesões Grandões, para quem ainda não sabe, é uma posição conhecida apenas pelos leitores daquele livro, que multiplica os prazeres da fêmea, começando por lhe dar prazer em dois pontos: boceta e clitóris; cu e clitóris ou boceta e “ponto G”. São prazeres conseguidos somente na posição explicada por aquele livro. E o trainer, além de um tremendo dum gato, demonstrava bons conhecimentos do livro e das fêmeas. Era o desafio! Fiquei com a bocetinha melada, fremindo de desejos de atracar-me nele como uma loba faminta. Eu tinha de comê-lo a qualquer custo. Era inescapável. Perguntei-lhe:
− A que horas tu sais?
Ele ficou a olhar-me de olhos arregalados.
Perguntei-lhe:
− Posso exercitar-me até a hora de saíres?
Ele sorriu sem fala. Apenas assentiu com a cabeça e gaguejou:
− Não brinque comigo. Vamos ter um encontro? Da rainha das fêmeas com o seu mais humilde vassalo?
− O mais humilde dos meus vassalos que me foda com os Tesões Grandões é meu rei. Claro que vamos ter um encontro, nem que tenha de raptar-te à força. Eu lá sou mulher de desperdiçar uma gostosura dessas que fode com Tesões Grandões e otras cositas mas? Queres me apertar ou que eu tire a roupa para tu veres se me desejas?
Ele sorriu:
− Porra! Nunca pensei que uma mulher pudesse ser tão direta e decidida. Você é mesmo a rainha das fêmeas: é pura majestade. Nunca vi uma fêmea tão bela e a maior ventura da minha vida seria envolvê-la nua, e a sua oferta me deixou ansioso para botar as mãos nessas tetas majestosas, mas não temos de ser desatinados. Entretanto, eu poderei ser o último a sair e... uma preliminar de fodas fantásticas não seria nada desprezível. Não vejo a hora de botar as mãos nessas tetas e nessa bundinha. Como são belas! Entretanto eu saberei esperar por tão delicioso manjar, mas porra, “Sem Mistérios”, tu poderás me curar da minha maior ansiedade.
− E qual é?
− Encontrar uma mulher com bocetinha ativa e empolgante que me aperte a pica e lhe dê beijinhos... É a minha fascinação. Eu sonho fazer Tesões Grandões com o pau apertado numa bocetinha ativa e carinhosa.
Sorri-lhe com ternura e desejos escaldantes:
− Dá-me os Tesões Grandões, Tratamento de Choque, Lagartixa, Cambalhotas e tu terás fartura de beijos e abraços da minha bocetinha. Tu poderás fazer tudo isso de porra apertada e beijada pela minha bocetinha que é muito carinhosa com quem me dá os Ts Grandões. Pratique em mim as gostosuras do livro e eu treinarei as virtudes da minha bocetinha na tua pica. Como tu vês, ambos teremos muito a ganhar. Pretendo raptar-te para a minha cama e se fores deveras gostoso, vou prender-te nela com a minha bocetinha para ter Tesões Grandões todos os dias.
Não tardou para a academia começar a ficar vazia. Minha bocetinha estava toda meladinha e o meu desejo de ter aquela pica me fodendo à bruta me assoberbava de desejos e tesão. Foder... Ser brutalizada por uma pica que me comesse com selvageria e gozos extremos, com Tratamentos de Choque, era a minha prioridade máxima. Quando o tive ao meu alcance, atirei-me sobre ele com braços e boca famintos. Envolvi-o desesperada pelos Tesões Grandões assolando os meus desejos e engoli sua língua com voracidade. Ele sabia dar prazer, saberia dar amor e até ternura. Afaguei-lhe a cabeça que apertei aos peitos, a nuca que segurei firme, e invadi-lhe a boca com selvageria de loba faminta, fodendo sua língua com a minha. Fui-lhe ao pau duro como ferro. Pau-ferro e Tesões é o que eu quero na minha bocetinha e por que não no meu cuzinho?
Ele começou a se soltar e avançou nas minhas tetas e na minha bunda e me disse:
− Vamos para um local onde fiquemos mais à vontade e seguros de não sermos vistos.
Fomos para uma sala onde ficamos à vontade. Derrubei-lhe as calças e a cueca e atraquei-me na porra bruta como eu queria. Com boquinha e mãos atraquei-me na porra dura de ferro e suguei com vontade. Fiz-lhe um boquete e forniquei-o com a boca com tanta gula que me fez gemer indecências de gozo: essa porra e esses colhões são meus! Simultaneamente ele acabou de se despir e me despiu apertando-me toda, seduzido por peitos, bundinha, coxas e eu gemi os prazeres das entranhas. Não teve nenhuma dificuldade para encontrar o meu “ponto G” e foi uma festança de siririca dupla no “ponto G” e no grelinho que me fez explodir em gozo alucinante. Que boca e língua admiravelmente sedutoras que me puseram toda a vulva em polvorosa com gozos de arrasar.
Já desinibido, deitou-me num colchonete e eu me abri num encantamento de chapéu tailandês. Fascinado, ele caiu de boca na minha vulva arreganhada e lambeu e chupou tudo e, sempre me lambendo, avançou pela barriguinha, mamou com força nos meus peitos, lambeu meu colo e meteu a língua na minha boca. Foi um beijo em que nos comíamos com tesão dos bravos. Relaxado sobre o meu corpo, segurou firme nos meus ombros e meteu firme a pica na minha bocetinha com fricção intensa na parede posterior, arrepiando-me toda. Meu corpo também foi todo friccionado pelo seu corpo e minha vulva e clitóris recebeu a pressão e fricção do seu púbis. Eu estava penetrada para uma “foda de boceta e clitóris” que já me dava grande prazer. Deu uma estocada para conferir nossas profundidades e eu respirei feliz: ele cabia em mim! Estava livre para me foder com toda a força do pau como eu queria, e ele me fodeu com toda a brutalidade da porra que sabia como comer uma fêmea. Puxando-se sobre o meu corpo pelas mãos nos meus ombros, fazendo com que a pica entrasse bruta até o fundo da minha bocetinha, friccionando-a intensamente, eu sentia pressão e fricção intensas no corpo todo, levando o meu tesão aos extremos. Eu gozei à bruta na boceta e no clitóris com orgasmos arrebatadores. Eu tenho orgasmos múltiplos. Acho que toda mulher tem se for comida nos trinques.
Deu uma paradinha clássica para deter o orgasmo e enterrou-me a “foda de boceta e ‘ponto G”, arrasando-me com mais um caralhão de orgasmos; fodeu-me de lagartixa que me tirou o chão, e meteu-me a “foda de cuzinho e grelinho”, em que ele enterrou tudo no meu cuzinho piscante com a bundinha empinada. Ele atendeu aos meus rogos e me pôs a brutalidade máxima da sua pica maravilhosa. Foram tantas fornicadas brutas que me arrasavam de tanto gozar e quando o cuzinho estava arrombado e macio para foder, foram as enterradas sem conta, com a pica varando-me bruta do cuzinho até minhas profundidades. Quando estava prestes a acabar, pôs-me de quatro. Eu pus a cabeça no colchonete e ele deu-me enterradas cada vez mais brutas e me soltou para as cambalhotas. Caralho! Quanto gozo dos grandões. Com o coração em festa e querendo mais daquela pica, sorri-lhe:
− O meu rei vai dormir na minha cama?
− Se eu não atrapalhar...
− Só atrapalhas se não fores.
É uma felicidade muito grande saber que os homens estão começando a descobrir a fêmea. Foder como uma cadela, como ocorre tradicionalmente, nem pensar! Quem quiser foder como gente grande encontra aquele livro em e-book na amazon.com.br
Eu peguei o meu gato para foder, mas não faltam gatas por aí ansiosas por um gato que saiba fodê-las.

Sobre este texto

Orama

Autor:

Publicação:22 de novembro de 2015 18:44

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Heterossexual

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 22/11/2015.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*