Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

CÂMERAS DO CONDOMÍNIO FLAGARAM MINHA MULHER TRANSANDO NO CARRO

CÂMERAS DO CONDOMÍNIO FLAGARAM MINHA MULHER TRANSANDO NO CARRO

Era oito da noite quando cheguei em casa e não encontrei minha mulher, liguei várias vezes para ela e nada de respostas... Fiquei bastante preocupado porque ela não fazia isso de costume. Passaram-se as horas e quando deu quatro da manhã ela chegou com um largo sorriso no rosto... Então lhe perguntei e ela foi logo me falando, fui a uma festinha no clube da cidade e não levei o celular porque achei perigoso, sempre há muitos roubos e assaltos.
Como foi a festa? Assim, lhe perguntei: foi uma loucura, lembra-se daqueles dois caras que tocaram na festa de meu irmão? Pois eles estavam lá e me reconheceram... Um deles fez o sinal de positivo e logo se aproximou da mesa perguntando pelo meu marido, então eu disse que ele não me acompanhava porque não gostava de festinhas daquele tipo, foi quando ele me falou no ouvido que queria me deixar em casa e eu recusei de imediato.
As horas foram passando e fui bebendo todas... Por conta disso, fiquei facinha facinha kkkkkk, quando um camarada se aproximou da mesa e me perguntou quem era aquele que estava comigo e lhe disse que era apenas um amigo, então ele me chamou para dançar... Senti seu pau roçando em minhas coxas e logo fiquei excitada, dançamos várias músicas e ele me chamou para lhe acompanhar ao sanitário, sem pensar muito lhe acompanhei, esperei do lado de fora até que ele saiu e me falou que o banheiro era grande e se eu topasse entrar com ele, seria muito legal ficar com ela em uma cabine.
Fiquei um tanto assustada e com medo, mas como ele era irresistível, resolvi entrar... Ele me pegou forte e tascou um longo beijo me deixando quase sem fôlego, em seguida... Foi tirando sua roupa e me fez baixar até a altura de seu pênis, que coisa de louco, uma enorme e linda rola que introduziu toda em minha boca sem que eu pudesse respirar... Logo retirou a minha roupa e me deu uma longa chupada no cuzinho e depois na xoxotinha.
Foi então que me, pois de frente a parede e introduziu seu enorme pênis na minha xoxota bombeando bastante com muita força até que gozamos juntos... Mas seu pau não baixou e ele foi enfiando no meu cuzinho, rasgando as pregas restantes e me fazendo chorar de tanta dor, mas resisti e fui acostumando até que comecei a curtir tudo aquilo dentro do meu cuzinho e com ajuda de seus dedos... Acabamos por gozar mais uma vez.
Terminamos e ele me deixou na mesa me dizendo que queria outra oportunidade, me fazendo dar meu zap e pegar o dele.
Quando a festa terminou por volta das duas horas... Meu colega me disse que iria me levar em casa, quando o músico disse, pode deixar que eu a levarei, meu colega me perguntou se eu queria que o músico me levasse e eu confirmei que sim.
Quando chegamos ao prédio, ele encostou o carro na garagem e foi logo me beijando, a principio resisti, mas até que gostei e relaxei... Ele tirou sua roupa e a minha e me fez lhe chupar bastante sua rola até que interessante. Também me deu uma chupada no cuzinho e na xoxota e depois introduziu seu pau na xoxotinha demoradamente e em seguida ele abriu a porta do carro e me fez ficar de quatro no banco do motorista, penetrou seu pau em meu cuzinho e depois de várias estocadas... Gozou em meinhas costas me lambuzando toda. Então nos vestimos e ele se foi.
Mas o pior estava por vir ao amanhecer, com o comentário dos vizinhos que o porteiro tinha flagrado uma mulher casada que mora no condomínio transando em um carro. Trarei de ir conversar com o porteiro e dei uma quantia a ele para ele apagar a fita, mas para a minha surpresa ele me disse que não ficou nada gravado, porque o equipamento não estava gravando. Mesmo assim, lhe dei certa quantia em dinheiro para ele não dizer quem estava transando, ficando apenas alguns comentários sem provas.
Que sufoco minha mulher sendo flagrada dando seu cuzinho nas câmeras do condomínio... Que loucura, essa escapamos por pouco.

Sobre este texto

pspninfo

Autor:

Publicação:27 de janeiro de 2016 09:57

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Casal

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 27/01/2016.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*