Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

conto de icesto de sebastião ferreitra ( o pintor)

comtos de ensesto de sebastiao ferreira de lima
ja temdo lido lido muitos comtos de ensestos fiqueticio ou nao a qui tanbem vai o meu
moro no interior de minas gerais com diviza de sao paulo com minha mae e uma irman
de17anos do urtimo casamento sendo eu do primeiro tenho 27 anos minha mae ten 45 anos
viuva do primeiro e separada do segundo marido.noso citio com 4 alqueres nos permitia viver
super bem, de ves einquando ospedava minha tia e meu primo por algun tempo que vinha de
sao paulo numa destas viagen de minha tia e meu primo minha mae mostrou se muito euforica
o que veio a chamar minha atemsao .comesei a somdar escomdido atras de portas e janelas
ate que vi meu primo beijar sua boca e ela segurar seu pau aquilo me ecitou e comesei a por
eim pratica a putaria que bolava minha imaginasao pe por pe fui ao quato da cozinha e atras da
porta fiquei escutando mae e tia comverssando minha mae dizia que eu ia dormir moito tarde vendo
televisao minha tia falou mais e muito face vo levar daniela comigo no cinema pego a segunda
cesao volto la pelas dose horas. voce da ajanta para o jair as sete horas com dois comprimidos de
soniferos que ele dorme ate amanha das sete as dose da pra voses meter bastante pensei comigo
isto que vose pensa sua cadela asim preparei minha jogadas as sete minha mae me chama pra
jantar ja com umcopo de maracuja que era bom pra dormir enquanto eles se dis traiu joguei ocopo no
vaso deflor e fui para a sala ver televisao auspoco fui abrindo aboca queicnhano de sono e asim fui
para meu quarto fingir que dormia ate que mamae mechamou duas ves vendo que nao respodi fechou
aporta por fora comchave levantei de vagar para nao faser barulho pulei ajanela e entrei pela porta
da cozinha ja com a camara na mao fui para quarto dela que estava so encostado pela fresta daporta
vi mamae pelada de quatro e meu primo chupano quando meu primo penetrou sua buceta e deu umas
quatros socadas abri a porta efalei olha pra camera sua puta foi um sustos daqueles meu primo veio
me espricar que nao tinha curpa alguma que foi um trato das duas irman bem se e asim vou entrar na
orgia tambei ja me livrei da roupa num istante e puchei minha mae pela cintura sobre mim na cama
ela foi asertando opau na buceta meu primo foi comendo seu cu fasendo ela gemer egritar de tezao
cada quatro ou sinco socada no cu ela dava uma gozada no meu pau depois envertemo apozisao
meu primo debaicho dela comendo a buceta e eu comendo seu cu e asim foi ate meia noite atea
chegada da minha tia e minha meia irmam asim que minha irmam foi para ceu quarto minha tia foi
para onoso quarto e vendo anosa farra arrancou a ropa e caiu na surunba oresto da noite

Sobre este texto

sebastião pintor

Autor:

Publicação:7 de abril de 2013 19:52

Gênero literário:Depoimento erótico

Tema ou assunto:Pulando a Cerca

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Este texto foi lido 610 vezes desde sua publicação em 07/04/2013. Dados do Google Analytics

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*