Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Você faria? PARTE 4

Respondi "percebi, quis vir embora tão cedo". Ele disse que achou que seria mais legal, que eu estaria dançando... Falei que achava que ele não gostava que eu dançasse, mas que estava me devendo pois eu ainda estava na vontade de mexer! Ele prontamente trancou o filme e colocou uma música, um tipo de hip hop, mais lento... Deu uma risadinha e falou "pode dançar agora, ta em casa, pode mexer como quer". Respondi que não estava só e ele me puxou do sofá e começou a dançar atrás de mim... Comecei a ficar toda molhada, respirando ofegante. Aquela sala de filme escura, aquele homem proibido mas que era tão lindo, tão gostoso, dançando atrás de mim, fiquei com medo, parei, virei pra ele e disse "Gabi, isso ta estranho..." falei rindo pra desfaçar. Ele me olhou dentro dos olhos e disse "Oh, calma Cah, to só brincando contigo!". Nessa altura eu já tava sem jeito pois ele dava corda e depois cortava, não sabia se estava afim ou realmente só me ratava como família mesmo... Falei que foi mau que eu era envergonhada e ele disse que quando dançava com minha colega não parecia. Voltou pra trás de mim começou a dançar de vagar de novo e começou a perguntar no meu ouvido "Cah, tava com vontade de tocar a tua colega aquela noite? tava gostando de passar a mão nela e sentir a dela nas tuas coxas?..." Conforme ele falava aquelas coisas no meu ouvido eu estremecia, gemia baixo, imaginando a cena, até que a mão dele começou a esfregar minhas coxas... Eu corpo deu um pulo de susto! Ele pegou nos meus ombros e falou baixinho "Calma Cah... To só dançando contigo, melhor tu fazer isso aqui do que na rua, na frente dos outros." Eu já nem tinha forças mais pra responder ou tentar entender. Ele foi até o bar e pegou umas bebidas e começou a me oferecer... não bebo muito em festas e nem ele mas começamos a beber e beber... dançando e ele dançava passando aquelas mãos grandes no meu corpo como se fosse sem querer como se fosse só parte da dança mesmo. Sabia que ele tava provocando aquela altura, mas eu não quis ceder.

Sobre este texto

Sereia Catarina

Autor:

Publicação:3 de maio de 2015 20:12

Gênero literário:Depoimento erótico

Tema ou assunto:Exibicionismo

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 03/05/2015.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*