Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Você faria? PARTE 9

Chupei meu primo até ele falar que ia gozar, até ele estar com o pau bem duro e molhado, fiquei com a boca dormente pois é grosso! Quando eu parei ele me deitou, colocou a boca nos meus peitos e ficou sugando, desceu beijando minha barriga, passou a língua no meio da minha vagina separando os lábios, meteu a língua dentro da minha xotinha, circulou meu clitóris, pressionou ele com a língua, voltou pra cima e beijava meu pescoço, começou a mexer com o pau no buraco da minha vagina, ficava fazendo círculos e subia pro meu clitóris, pincelando, até que colocou dentro de mim bem de vagar, com uma pressão gostosa, começou a estocar e eu pedia cada vez mais rápido, ele fazia tão rápido e forte, eu tive meu primeiro orgasmo. Fiquei de quatro, olhei pra ele e dei uns tapinhas na minha bunda , sou toda depilada e ele dizia que era uma delícia assim, ele me estocava e me masturbava, colocou o dedo no meu cuzinho, circulando e pressionando, tive meu segundo orgasmo, mais forte. empurrei ele para que deitasse e subi nele, aquele cacete grosso que fazia uma pressão sem igual em mim me dava cada vez mais prazer... sentei até não aguentar e estremeci com outro orgasmo. Voltamos no papai e mamãe e ele com o pau latejando dentro de mim já não aguentando mais querendo gozar, quando eu gozei ele não aguentou, gozou junto... Me deixou deitada fraca, e foi lamber meu clitóris, colocou dentro de mim de novo e eu tive meu último orgasmo, esse foi diferente, foi fortíssimo, eu agarrei e arranhei as costas dele, mordi seus lábios... Também depois não tive mais força e pedi pra parar. Dormimos. No outro dia na facul, fiquei na vista dele de propósito conversando com minha colega e dei uns selinhos nela de vagar, olhando pra ele..Deu certo, em casa ele já chegou falando que eu só sabia provocar. chegou me beijando falando que não ia aguentar quando o tio chegasse que tinha que dar um jeito de me ter sempre. Agora vou muitas noites ao banheiro ele me puxa pro quarto, a gente naquele tesão de medo de ser pego, mas não consigo mais ficar sem dar pro meu primo. O que eu faço gente! Não podemos namorar, ninguém aceitaria.

Sobre este texto

Sereia Catarina

Autor:

Publicação:3 de maio de 2015 22:58

Gênero literário:Depoimento erótico

Tema ou assunto:Exibicionismo

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 03/05/2015.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*