Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

6/9- 1985.

Coincidência ou não caiu numa sexta-feira.
Rapaz tranquilo, interessado em boa música e livros. Passava horas em livrarias e sebos pela cidade. No incio seus pais pouco ligavam, mas uns trocado começaram sumir de casa, uns brinquedos caros foram vendidos até que ele se desfez do Genius. Os pais entraram em pânico. Concluíram que o rapaz estava usando drogas e colocaram um primo na cola dele. Ficaram surpresos quando descobriram que o garoto gastou todo o dinheiro em uma coleção de livros de artes. A alegria durou pouco. Não era drogado mas era esquisito, muito calmo, não se interessava por futebol nem lutas e sim por artes e livros. Não havia dúvida o garoto estava se perdendo. Alguma coisa tinha que feita para salvar aquele pobre rapaz e sua família. A mãe não se conformava, chorou por várias noites. O pai decidido e convicto falou “ esse menino precisa conhecer uma mulher, sexta-feira resolvo isso”. E foi assim que aconteceu: Chegou do trabalho mais cedo. Aquele movimento despertou a atenção do garoto. O pai entrou e disse “ vai tomar banho que vamos sair, e vê se coloca uma roupa de homem”.A mãe entrou para o quarto do rapaz e separou a roupa que ele deveria vestir. Chegaram ao local por volta das 19:30. Entraram em silencio. A casa velha com janelas de madeiras e venezianas, que pareciam não serem abertas há muito tempo. Uma decoração confusa com cortinas vermelhas, quadros mal arrumados um tapete com anjos nus abraçados, plantas mal cuidadas e musica de rádio. Uma mesa de centro com muitos cinzeiros. Um senhora, até elegante ,se aproximou e perguntou algo ao pé do ouvido do pai, “ ele escolhe”, as palavras saíram de sua boca seca e duvidosa. Uma fila de mulheres se formou em frente ao garoto, um de cada vez disse o nome, eram em cinco que variavam entre 18 e 40 anos. Todas usavam um tipo de roupão sem nada por baixo. Ana a mais nova achou que seria a escolhida e deu um passo a frente, mas o garoto não deu importância. Ela voltou ao seu lugar com cara de despeito. O pai preocupado forçou-se a ficar calado. O garoto olhou por um momento e com o dedo pediu que a mais velha da moças desce uma volta. Ela girou e parou com as mãos no quadril. “mostra os peitos” disse o garoto. Todos riram, o pai aliviado e agora orgulhoso bateu nas pernas e com alegria nos olhos disse “ vai lá então...” A moça pegou o garoto pelas mãos e foram para o quarto. A porta bateu, ela tirou o roupão e jogou-se na cama com as pernas abertas deus tapas e disse “ vem...” . O pai pediu uma bebida que a senhora lhe serviu imediatamente. A mais nova sentou-se no colo do pai que com um semblante indignado botou-a para correr “ hoje é dia do garoto” . Gemidos e palavras do tipo “gostoso” “bate forte” , “que pau enorme” davam para ser ouvidos na sala. O pai orgulhos não escondia o sorriso de satisfação e alívio. Depois de um momento, um silencio e a porta se abre. O garoto sai despenteado. O pai põe sobre a mesa o dinheiro e os dois saem abraçados. A moça mais nova e preterida, se levanta, vai para o quarto tomar satisfação, ao entrar se surpreende ao ver que ela já estava vestida e guardando o dinheiro um maço de notas, "dinheiro fácil", ela disse com um sorriso no rosto.

Sobre este texto

Sr.Abade

Autor:

Publicação:1 de setembro de 2011 18:59

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Dia do Sexo

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Este texto foi lido 97 vezes desde sua publicação em 01/09/2011. Dados do Google Analytics

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

  • Laiz Morena
    Postado porLaiz Morenaem15 de março de 2012 12:01

    Adorei o final, muito bom mesmo

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*