Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

MARCOU UM ENCONTRO COMIGO SÓ PARA DAR O CUZINHO.

O interessante neste site é que conforme os contos os leitores ficam curiosos para saber um pouco mais do narrador e suas experiências. Em um dos meus contos "Um sonho realizado" e "A noite inteira na bundinha da Neninha" várias leitores me escreveram e uma delas me chamou atenção pela sua insistência em me conhecer. Vou chamá-la Nanci, 25 anos e 1,67 de altura.

Depois de vários e-mails resolvemos nos conhecer pessoalmente. Nanci morava em São Paulo o que facilitou marcarmos um esquema. Combinamos num sábado nos encontrarmos no centro de São Paulo.

Quando vi a Nanci fiquei babando de tesão, ela usava um vestido de tecido fino com um decote que mal escondia seus belos seios de tão grandes que eram. Cabelos loiros até os ombros, coxas grossas e uma bundinha que era visível no vestido.

Ao nos aproximarmos meu coração faltava sair pela boca de tanto nervoso que fiquei. Acredito que ela também pois por alguns minutos ficamos mudos. Fomos para um barzinho e meio sem jeito iniciamos um papo. Nanci entre sorrisos disse:

- Então você é o Tarado por Bundas é?

- Sim.

- Por que esse apelido?

- Porque sou brasileiro! Qual é a paixão nacional dos brasileiros?

- A bunda!

- Por isso. Adoro uma bunda bonita, empinada e grande!

E completei:

- E então Nanci matou a curiosidade em me conhecer?

- Sim mas acho que você também estava curioso para saber como eu era não é?

- Estava...

- Gostou?

- Claro e parece ser boa de bunda também!

O encontro foi ficando mais descontraído facilitando a possibilidade de ir para os finalmentes.

- Então você gosta de ler meus contos?

- Gosto! Você consegue prender minha atenção e...

- Fala!

- E meu tesão!

- Verdade?!

- Adoro sexo e sou viciada em contos eróticos!

- O que você mais gosta nos contos?

- Anal apesar de nunca ter feito!

- Está brincando e por que não faz?

- Tenho medo de doer.

- Você é casada?

- Não!

- Tem namorado?

- Tenho mas ele é muito devagar só pensa em futebol, game...O máximo que fazemos é papai e mamãe e olha lá!

Com essa conversa achei melhor partir logo para o ataque.

- Tem vontade de fazer seu primeiro anal?

- Não sei tenho medo!

- Relaxa se doer eu paro!

- Estou te conhecendo só agora!

- E daí!?

- Daí que transar no primeiro encontro não combina!

- Afinal você não está com vontade de experimentar?

- Estou mas tenho medo de não gostar!

- É só relaxar gata e esquecer a dorzinha. É só no começo que incomoda depois de dilatado você começa a gostar de ser emrabada!

- Vamos para sua casa não precisa ter medo de mim!

- Não sei se devo!

- Onde você mora?

- Perto da estação Paraíso!

- Vamos lá que te mostro como se faz gostoso!

Pensei que Nanci fosse desistir do programa comigo pois sua insegurança era visível. Com a insistência pegamos o metrô até o Paraiso e chegamos em sua casa. Ela morava sozinha e sua casa era pequena, apenas dois cômodos. Na casa conversamos mais um pouco até que fui avançando um pouco mais.

- Nanci passa a mão aqui passa!

Peguei na mãozinha dela e coloquei em cima do meu pau dentro da calça. Ela sentindo a rigidez exclamou:

- Nossa como está duro!

- Vou tirar pra fora tá!

Quando tirei Nanci ficou meio sem graça.

- Que vergonha!

- Calma Nanci não vou fazer nada que você não queira!

Nanci então voltou a pegar no cacete e desta vez com vontade. Num gesto de coragem e desejo ela inclinou-se e deu uma bela chupada. Sua boca envolvia toda a extensão do pau chupando ele inteirinho.

- Aaaaaa...huuuummmmm...chupaaaaa...iiiisssooooo...

A putinha engolia meu pau com gosto. Tirava da boquinha, lambia a cabeça e engolia de novo.

- Que rola gostosa Tarado!

- Então chupa sua vadia!

Segurei firma na cabeça dela e enfiava o pau em sua boca como se fosse uma buceta. O boquete era tão perfeito que não consegui segurar o gozo.

- AAAAAAAA...DELÍÍÍÍÍCIIIAAAAA!

Nanci com a boca cheia de porra correu cuspir no banheiro e voltou furiosa.

- Seu porra tinha que gozar na minha boca isso é nojento!

- Desculpe é que seu boquete estava tão gostoso que não consegui segurar!

- É foda mesmo!

Depois de alguns minutos voltamos a nos beijar só que desta vez tirei seu vestido. Que delícia de seios, mamei cada um deles. Tirei sua calcinha e vi uma bela bucetinha rosadinha e depilada. A bundinha dispensava comentários, UMA DELÍCIA.

- Nossa Nanci que bundinha linda! Não acredito que ninguém comeu ainda?

- Gostou gato então aproveita pois meu namorado otário não quer comer!

Pensava em comer sua xoxotinha mas Nanci foi taxativa:

- Não! Eu quero é que você coma meu cú!

- Mas tua...

- Não! Tenho vontade de fazer anal e escolhi você para me mostrar como se faz!

Nanci levantou e foi no criado mudo pegar um KY. Sua bundinha era empinada e branquinha.

- Nossa Nanci que bunda gostosa!

Ela olha para mim com cara de safada e me dá o gel.

- Passa no seu pau e depois no meu cú tá!

Enquanto colovava a camisinha e passava o gel no pau Nanci deitou-se de bruços e levantou a bunda deixando bem empinadinha. Fiquei desesperado para comer logo aquela bunda.

- Vem gato passa o gel no meu cuzinho que hoje você tira o cabaço dele!

Para provocá-la dava beijinhos e mordidinhas de leve em suas nádegas. Nanci gemia de tesão. Fui passando gel e beijando seu rabo. Quando estava pronta para ser emrrabada encostei a cabeça do meu pau no cuzinho e fui empurrando.

- Iiiisssoooooo...devagar gato. Aaaaaaiiiiiiii...ssss...huuuuuummmmmmm...

Quando a cabeça entrou Nanci ameaçou sair mas não deixei. Deitei sobre ela e fui empurrando o resto.

- Aaaaaaaaaaiiiiiii...paaaaaaraaa...ai, ai, ai...

Realmente o cuzinho estava apertadinho e não sairia dela. Já que estava com vontade de dar o cú não me deixaria levar pelo sentimento de pena. Meu cacete estava inteirinho no cuzinho dela. Comecei a bombar.

- Toma Nanci você não queria rola no cú agora está levando, ssss...hummmm...

Meu pau entrava e saía bem gostoso daquele cú faminto por pica.

- É assim que faço com minha namorada!

- Mete a rola então vai seu tarado!

Nanci rebolava no cacetão e gemia.

- Aaaaaaaaa...que gostoso dar o cuzinho!

- Toma rola então!

Socava até o talo naquela gostosa que estava doida para experimentar um pau na bunda. Depois de bombar com intencidade avisei do gozo:

- Nanci vou gozar no seu rabo, vou gozar, vou gozar, AAAAAAAAAAA...

- Iiiiisssoooo meu macho goza nesse cú, goza safado!

Ela falava e rebolava o bundão com todo meu cacete atolado até o saco.

Que delícia de gozada. A camisinha estava cheia de porra. O cuzinho da Nanci agora estava arrombado e esfolado.

- Então. Gostou da foda Nanci?

- Nossa agora entendo porque seu apelido é Tarado por Bundas!

- Você gosta de bunda mesmo hein!

- Gosto e não tenho vergonha de falar. Quando vejo uma bundinha linda como com os olhos. Isso se não comer com minha pica.

- Ufa como estou molinha!

Como estava tarde dormi na casa da Nanci indo embora só no outro dia bem cedo. Claro que comi a bunda dela mais uma vez e desta vez ela rebolando por cima. Nanci sentava até embaixo engolindo todo meu cacete naquele ex-cuzinho virgem. Não nos encontramos mais porém nosso contato via e-mail continua. Valeu Nanci.

Espero contato com mais mulheres para trocarmos experiência. Beijos

[email protected]

Sobre este texto

TARADO POR BUNDAS

Autor:

Publicação:4 de maio de 2012 10:42

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Jovens

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Este texto foi lido 1.362 vezes desde sua publicação em 04/05/2012. Dados do Google Analytics

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*