Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

MINHA PRIMEIRA VEZ COM A EMPREGADINHA.

Este é meu primeiro relato. Não tenho muita prática. Por isso peço compreensão de todos os leitores. Vejo que a maioria dos contos são fictícios mas resolvi contar o que realmente aconteceu comigo. Mas pelo prazer de imaginar os leitores sabendo da minha história achei legal começar pela minha primeira vez. Tenho muitas outras experiências Umas delas foi quando comi uma bunda deliciosa que sempre sonhei comer mas que imaginava que nunca conseguiria comer. Mas por sorte do destino acabei realizando este meu sonho. Estou preparando tá.

Bom, vamos à minha História.

Tudo começou quando eu tinha doze anos. Isso mesmo, doze anos. Eramos em três irmãos.Eu o mais velho e duas irmâs. Na época meus pais trabalhavam fora. Com a preocupação de deixar-nos sozinhos, minha mãe arrumou uma empregadinha o apelido dela era "Pretinha". Uma menina nos seus quinze anos de idade. Eu estudava de manhã e minhas irmãs à tarde. Logo no periodo da tarde eu ficava sozinho com a empregada. Uma moreninha bundudinha e de peitinhos médios.

No começo não prestava atenção nela. Eu era muito bobalhão. Nunca beijei uma mulher sequer. Pra dizer; eu era virgem. Ficava só na punhetinha. Descobrindo o sexo. Esta é a fase de idade mais interessante.

Passou-se alguns meses e já estava mais solto com a empregadinha. Eu deitava na cama para assistir tv e Pretinha às vezes me fazia companhia. Sempre gostei de ver mulheres peladas. Certa vez ela percebeu que estava de pinto duro pois usava calção. Mas ficou por isso mesmo.

Daí em diante comecei a observar a bundinha dela e minhas punhetas já tinham direção. Mas chegar junto que é bom nada. Como é difícil ser tímido.

Um dia à tarde, só eu e a Pretinha em casa. Chovia muito por sinal e fazia frio. Deitei na cama dos meus pais para assistir desenho. Ela terminou o serviço e veio sentar-se do meu lado. Usava uma sainha curta e uma camisetinha rosa. Conversa vai, conversa vem e Pretinha deitou-se comigo na cama.

Meu cacete começou a dar sinal de vida. Então para minha surpresa ela deu uma idéia de nos cobrirmos e brincarmos de papai e mamãe. Claro né. Como era Virgem não sabia como seria isso. Pretinha pegou a coberta e pronto lá estávamos nós dois debaixo do cobertor.

Aos poucos ela foi encostando em mim. Me lascou um beijo na boca. O primeiro cabaço já tinha ido. Meu primeiro beijo na boca. Nos aproximamos mais e encostei nela. Não deu outra, Pretinha sentiu meu pau duro dentro do calção. Começou a se esfregar em mim e pegar no meu cacete.

Pretinha então virou-se de costas pra mim e encostou aquela bunda maravilhosa. Fiquei esfregando gostoso nela. Nossos corpos pareciam que iria pegar fogo sua respiração estava ofegante. Ela pediu que colocasse a mão na sua xoxotinha. Coloquei de imediato. Senti que estava molhada e quente. No rala e rola deitei em cima dela e para minha surpresa ela pegou no meu pau e começou a encostar na entrada de sua buceta. Que maravilha. Quando me dei conta lá se tinha ido meu segundo cabaço. Comi minha primeira buceta. Que gostosa esta experiência.

Ficamos só nisso. Mas pensam que foi a última?! Claro que não. Toda semana estavamos brincando de papai e mamãe. Uma coisa eu sempre quis fazer: comer um cuzinho. Todos meus amigos falavam que era muito gostoso. A molecada tinha o costume de fazer troca-troca e comiam o cuzinho dos moleques que topavam. Fiquei então curioso. Para comer uma bundinha é claro. Pensei comigo porque não tentar com a empregadinha?!

Numa tarde de novo lá fomos nós pra cama. Esfrega aqui e ali. Parece que Pretinha estava adivinhando minha intenção. Ela deitou-se de bruços e empinou a bundinha mais linda que tinha visto. Aliás era só a dela que via mesmo. Ela com cara de pidona olhou pra mim e disse:

--- Tenta comer meu cú! Eu sei que você está morrendo de vontade de experimentar. Mas vai devagar tá bom!

Feito louco pulei nas ancas dela e meio sem jeito, porque não tinha experiência, fui colocando a cabeça e dizia para Pretinha:

---Nunca comi um cú tá. Qualquer coisa você fala!

---Assim mesmo. Pode enfiar tranquilo que está gostoso!

Que delícia. Nunca tinha imaginado que comeria um cuzinho tão cedo assim na minha idade. Era apertadinho e quentinho.

Comecei um vai e vem alucinante.Pretinha sempre pedindo:

---Isso mete, huuuummmm...ssss...aaaaiiiii...mete meu gostoso na sua Pretinha vai!

Comia sem parar aquele cuzinho delicioso. Meu pau estava todo engolido por aquele cú guloso e quente. Então gozei dentro do seu rabinho. Era uma ordem dela e tinha que ser obedecida.

Toda semana comia o cú da Pretinha. Ficamos viciados em sexo. Um detalhe, ela só não fazia chupetinha. Que pena, mas outras chuparão. Certa vez meu pai quase nos pegou no flagra. Escutamos o barulho da bicicleta. E mais que depressa levantamos da cama e ela ficou fingindo que estava trocando o lençol e eu procurando meus chinelos debaixo da cama.

Mas como nem tudo que é bom dura pouco. Ela nos deixou para trabalhar num emprego melhor. Fiquei chateado, fazer o que é direito dela de buscar uma oportunidade melhor. Minha mãe arrumou outra empregada e começou uma outra história. Quer saber? Comi também, mas isso eu conto numa outra oportunidade. Para as mulheres que desejam ler minhas aventuras me mande um e-mail que eu correspondo. Beijos. ([email protected])

Sobre este texto

TARADO POR BUNDAS

Autor:

Publicação:4 de maio de 2012 10:04

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Jovens

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Este texto foi lido 2.174 vezes desde sua publicação em 04/05/2012. Dados do Google Analytics

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

  • iago
    Postado poriagoem12 de janeiro de 2016 23:17

    Mais como vc conseguiu fazer cara

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*