Pedofilia Nao
Conto Erotico | Livro erótico Contos para ler a 2
Imagens Eróticas
Conto eróticos com SexExtima
Vídeos
Primeiro Concurso Literário do História Erótica

SÓ NO CÚ POIS A BUCETA É DO MEU MARIDO!

Olá pessoal. Não imaginava que voltaria a relatar tão brevemente neste site que sou viciado. Por mais que tentei evitar não teve jeito e acabei comendo minha cunhada novamente. Isso aconteceu no dia onze de março, num domingo. Eu e minha namorada demos uma passada na casa de sua irmã (Cristina) sem compromisso. Chegamos, entramos e colocamos a conversa em dia. Lógico que minha cunhada estava um pouco afastada de mim, com certeza com remorso com a foda que tivemos. Conforme o tempo que estávamos ali ela foi se soltando mais e puxou corriqueira conversa comigo. Seu marido pegou uma garrafa de vinho da geladeira e começamos a beber. O vinho além de delicioso estava bem gelado. Com o calor do vinho começamos a nos soltar mais. No meio da conversa o telefone toca e meu cunhado foi atender, era a patroa de Cristina precisando dela.

O sitio ficava longe e era complicado conseguir um ônibus aquela hora. Prontifiquei-me então a levá-la. Minha cunhada disse que não precisava mas com minha insistência ela acabou aceitando. Imaginei que Cristina levasse uma de suas filhas ou até mesmo minha namorada quisesse ir mas para minha alegria minha cunhadinha iria sozinha comigo.

Pegamos a estrada de terra e fomos a princípio em silêncio. Então iniciei um papo.

- Você está estranha comigo cunhada!

- Impressão sua está tudo bem!

- Foi por causa daquele dia em casa?

- Está dificil esquecer o que fiz com minha irmã!

- Não esquenta com isso Cris já passou!

- É mas ela é minha irmã e não merecia isso!

- Concordo mas acontece que nós dois estávamos com vontade! E mais, quem estava vendo os filmes pornô era você!

- Fiquei curiosa só isso!

- Você curiosa e eu excitado!

- Você foi atrevido em mostrar o pintão duro pra mim. Eu não sou de ferro né!

- E eu nem viado a ponto de ver você toda gostosa na minha frente sem tentar nada com você!

- Então você queria me comer?

- Claro! Estava louco pela sua bundinha!

- Safado!

No calor da conversa meu pau levantou a lona da bermuda. Minha cunhada fitou e comentou.

- Olha o cacetão duro de novo. Você é foda mesmo hein!

Perguntei se estava longe o que minha cunhada respondeu que faltava uns cinco quilômetros ainda. A estrada era deserta com pasto dos dois lados. Mais adiante tinha um taquaral com lugar ideal para parar o carro. Parei e Cristina indagou:

- Por que parou D.?

Sem demora tirei o pau da bermuda e mostrei pra ela.

- Olha como está cunhadinha.

- É realmente seu pauzão é gostoso mas é melhor irmos embora!

- Ah não! Vem dá uma chupadinha nele dá!

- Não, é melhor irmos embora!

Peguei na mão dela e levei no meu pau. Cristina segurou meio querendo soltar mas segurei na mão dela e comecei a movimentar até soltar e deixar por conta dela.

- Por favor cunhado não!

- Vêm chupa gostoso teu cunhado chupa!

Cristina então abaixou a cabeça e começou a mamar gostoso minha rola.

- Que boquinha gostosa cunhadinha aaaaaaaaaiii...delicia...

Ela mamava com vontade. E dizia:

- Ai D. sua rola me deixa faminta! Ai que cabeção gostoso...

Enquanto ela chupava passei a alizar sua bucetinha. E já indicando que estava na hora de fuder. Cristina então diz:

- D. NÃO!

- O que foi?

- Não posso dar pra você!

- Pô por que não?

- Gosto muito do meu marido e ele não merece ser corno!

- Essa não!

Cristina então completa:

- Vamos fazer um trato. A buceta é do meu marido e o cú é seu já que ele não come mesmo!

Fiquei feliz da vida com sua proposta afinal sou louco por um cuzinho mesmo. Com a minha aprovação minha cunhada ficou de quatro e abriu o bundão pra mim.

- Vêm D. coloca essa cacetão mas devagar. Aquele dia fiquei uns três dia com o cú ardendo!

Salivei o rabinho delicioso dela e a cabeça do meu pau e encostei na entradinha. Cris deu um suspiro forte esperando a enrrabada. Forcei a cabeça bem devagar.

- Ai D. vai bem devagar...uuuuuiii...ssssssssssssss...aaaaaaiiii...que gostoso cunhado.

A cabeça entrou e fiquei alguns segundo até o cú acostumar. Em seguida coloquei o resto do pau até o saco. Comecei a bombar lentamente até aumentar o movimento de vai e vem.

- Que delicia de cú cunhadinha, adoro seu rabo!

Plaft, plaft, plaft no rabão da minha cunhada. Já comi muito cú mas da minha cunhada era especial.

- Ai D. que delicia de pau. Isso come com vontade sua cunhadinha. Daqui pra frente esse cuzinho é seu, só seu!

Plaft, plaft, plaft, plaft...

- Não vou esquecer disso hein! Sempre que quiser vou comer sua bundinha!

- Pode deixar não precisa nem me lembrar pois estou adorando dar o cú pra você cunhadinho!

Enquanto enfiava a rola no cú dela seu bundão balançava no ritmo do vai e vem. Meu pau começou a dilatar dando sinal que o gozo se aproximava. Soquei com mais força e logo inundei o rabo da minha cunhada com muita porra.

- Isso cunhado enche meu cú de leitinho enche gostosão!

- Ai que bunda gostosa Cris!

A safada rebolava com meu pau entalado no cuzinho. Tirei o pau com jeito para não sujar o banco do carro. Assim que tirei a porra escorreu em sua perna. Peguei sua calcinha e limpei antes de cair no banco. Desta vez ela não reclamou de dor. Pelo jeito o cuzinho dela já era meu mesmo.

Nos recompomos sem antes Cris dar um beijo e uma chupadinha basica no cabeção antes de seguir o destino. No sítio ela foi ver o que sua patroa queria e voltamos logo com minha cunhada segurando no meu pau até alguns metros de sua casa. Tanto seu marido como minha namorada não perceberam nada.

E assim meus amigos leitores é a vida. Eu nunca imaginei que comeria uma cunhada minha. Lí tantos contos que envolve incesto, cunhada e mulher casada nunca imaginando se seria capaz de comer um dia. No fim o cuzinho da minha cunhada é meu sempre que quiser.

Obrigado pelos comentários do conto anterior. Espero que gostem desse.

taradopbundas@ig.com.br

Sobre este texto

TARADO POR BUNDAS

Autor:

Publicação:4 de maio de 2012 10:56

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Pulando a Cerca

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Popularidade: 3.82/5
11 votos no total
Este texto foi lido 12.961 vezes desde sua publicação em 04/05/2012. Dados do Google Analytics

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

  • edi
    Postado porediem15 de maio de 2012 16:17

    o que sera que o marido da sua cunhada ficou fazendo com
    namorada enquanto vocês estavam pro sitio? rsrsrsrs

  • Paulo
    Postado porPauloem30 de maio de 2012 12:58

    e sua namorada ficou co o marido dela!!!

  • rodrigobar
    Postado porrodrigobarem20 de novembro de 2012 19:13

    kkkkkkkkk e vc acha q seu cunhado ficou quietinho com sua mulher pq vc acha q eles naum foram hein ? kkkkkk acha q ta abafando e

  • Haugusto
    Postado porHaugustoem10 de fevereiro de 2013 22:04

    Tenho certeza que a sua namorada não liberou só o cuzinho, deixou rolar uma trepada completa,a final a sua cunhada é irmã dela, a genética é homogênea!!

  • becetico
    Postado porbeceticoem10 de março de 2013 00:49

    Agora peça ao marido da sua cunha para nos contar o que ele fez com sua namorada. Vc acredita que não rolou nada? kkkkkkk rsrsrsrs

  • junior
    Postado porjuniorem19 de março de 2013 23:15

    com certeza vc comeu sua cunhada e seu cunhado sua namorada

  • negao
    Postado pornegaoem26 de abril de 2013 08:09

    cara;o marido da sua cunhadinha com certeza comeu gostoso tambemmmmmmmmmmmmmmm

  • adelson
    Postado poradelsonem22 de setembro de 2013 12:01

    vc e odario isto foi armaçao dos dois para o seu conhado come o cu da sua namorada que nova e vc pecou a velha rra...rra...rra.

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*
*