Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Virgindade Simultânea

Virgindade Simultânea
virgindade simultanea.

Bom neste conto irei falar sobre meu relacionamento com minha atual namorada
e como depois de vinte dias de namaro consegui leva-lá para conhecer meu quarto.
O fato ocorreu no dia 20 de maio data de meu aniversario, e data em que perdi a virgindade simultaneamente com minha namarada larissa.


Tudo começou quando saimos juntos com minha familia no dia 19 lá por volta de umas 21 hrs para ir em um aniversário. Como sempre, larissa usava uma roupa que a deixava muito gostosa, uma calça jeans escura bem justa em seu corpo, uma blusa decotada por dentro e um casaco que mostrava muito seus seios, com um decote que me fazia pirar em seus peitos fartos e cheios de tesão.

Em certo momento depois de varios olhares sedutores, chamei larissa para ir embora, ela claro, não recusou e veio com suas más intenções. Infelizmente minha mãe obrigou que minha irmã e meu irmão vinhecem conosco, o que nos impediria de fazer qualquer coisa certo, errado. Ficamos na sala e esperamos meus irmãos dormire assistindo o filme \"gigantes de aço\", assim que percebi que minha irmã e meu irmão estava dormindo, me certifiquei para saber se estava tudo certo e inicei a excitação em minha parceira, pegando em seus belos seios, efetuando uma massagem circular e pegando em seus biquinhos exitados. Nos beijavamos loucamente, tudo isso na sala de minha casa.

Não satisfeitos com a cena subimos para meu quarto, aonde continuamos tudo que aviamos começado na sala, apaguei a luz de meu quarto e continuei beija-lá.

Tirei minha camisa e ela a sua blusa, seguimos nos amaços e ficamos loucos de de tanto prazer. Quando abeixei suas causas me lembro como se fosse hoje, era uma calcinha preta (a cor que gosto), toda molhadinha chamando meu cacete para entrar naquela bucetinha apertadinha.

Larissa estava muito apreenciva pois nunca avia sentido em sua linda buceta uma rola de 20 cm pronta para arromba-lá completamente, continuamos a brincadeira, as preliminares e tudo essa indo muito bem. Porém até ela deixar entrar meu cacete em sua linda buceta carnuda que tem foram tres tentativas:

Na primeira tentativa lembro que ela estava louca para dar, chamava muito pelo meu cacete e queria por que queria tudo a arrombando. Ela sentia como se precisa -se dar naquele momento pra mim, más a dor era muito e ela gemia muito auto, podia ver seus olhos escorrendo uma lágrima pelo canto.

Estava querendo logo experimentar aquela sensação que todos diziam que era boa, mas parecia que não iria rolar, ela estava com muito medo com de tudo aquilo que estava prestes a entrar nela então se contorcia toda empedindo minha penetração. Tive que parar e esperar dar seu tempo, mas como homem que sou não teria como eu ira comer ela naquele dia, ela querendo ou não.


Já passava da meia-noite quando iniciei uma nova tentativa, a excitei novamente com meu cacete rossando em seus labios molhadinhos que ainda estava encharcados da primeira vez. Era um grande progresso para mim afinal nunca avia chegado perto de comer uma garota assim. Estava tão foda que parecia ser fantasia. Eu que já estava com a cabeça toda dentro daquela buceta gostosa e ouvia ela gemer de prazer, suas pernas tremerem e seus labios sussurarem num som de “Ai , Ai, que porra de caralho grande e esse? vai com carinho amor, promete?, Promete que não vai me machucar\", Tive que prometer afinal o meu presente no final seria muito bom rs\', podia ver a cara que ela fazia por conta da dor com prazer que sentia, aquilo me fazia ficar muito mas excitado e não querer saber de dó nem piedade. Porém para completar minha felicidade minha mãe chegou e novamente via ali, mais uma chance que poderia estar perdendo de comer aquela grutinha gostosa de minha namaroda.

Quando estava numa terceira tentativa jurei a mim mesmo que nao iria deixar que nada me impedisse de come-la, nem se meu pai chegasse, se minha mãe batesse na porta, um terremoto caisse foda- se. Eu iria come-la agora. Chegava a hora de saber oque realmente iria acontecer, fui em cima dela e comecei a beija-lá freneticamente, com beijos que alarmassem a minha chegada ao seu corpo a deixando molhadinha novamente para que escurrega-sse facilmente meu pau em sua buceta. Fui fundo, ela gritava de dor, gemia como uma puta de filme porno, pedia para que eu parasse, mas prometi a mim mesmo que nao iria deixar que isso me impedisse.

Após entrar tudo larissa gemia de prazer, pois nunca avia sentido uma coisa tão gostosa como uma pica em sua linda bucetinha. Ela me arranhava, sussurava que estava muito loca, e que se eu continuasse daquele jeito iria faze-la gozar. Continuei a come-la e cada vez ia ficando mais intenço o nosso sexo, sem essa historia de “papai e mamãe” que todas as meninas querem ter em sua primeira relação, afinal avia colocado ela na ponta da cama com as pernas totalmente abertas e empurrei fundo meu cacete em sua buceta. As bombadas ficaram fortes e mais intenças, ela gemia louca de prazer e eu vendo seu rosto fazendo aquelas caras não aguentei , intencifiquei rapidamente minhas bombadas em sua buceta e pronto a porra ja estava prestes a sair. Tive que tirar rapidamente pois era nossa primeira vez e não aviamos usado camisinha \'hehe\' e gozei, gozei junto e muito nela, era uma quantidade de porra esperada para o mês inteiro \'kkkk\', foi o melhor presente que eu já avia ganhado de aniversário.
Deitamos exaustos em minha cama e fomos dormir de tão cansados que estavamos. Depois desse maravilhoso dia nossas vidas mudaram completamente e fizemos muitas aventuras ainda....

Espero que gostem e comentem !

Muito obrigado pessoal

Sobre este texto

Thebadman

Autor:

Publicação:30 de setembro de 2013 21:36

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Jovens

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 30/09/2013.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

  • Helio
    Postado porHelioem16 de março de 2015 21:50

    Bom conto gostei parabens

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*