Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Faz de mim o que quiser!!!

Beijos ardentes, gemidos ao pé do ouvido. Já não aguentava mais de tanto tesão.

- "Então amor, vamos embora logo daqui, quero nossa cama quentinha". - ela ainda com a boca na minha finalmente concordou.

Nunca demorou tanto para o bendito ônibus ir do centro da cidade até a minha casa. Sentar alí do lado da minha linda e irresistível namorada sem poder tocá-la já estava ficando quase insuportável. Ela discretamente acariciava minha coxa e olhava para mim com um olhar de quem diz: "eu quero agora".

Finalmente chegamos em casa, fomos sem paradas para o quarto. Fechei a porta e fui logo tirando minha roupa e ela a dela. Nós estávamos tão excitadas que toda a parte da sedução foi esquecida. Peguei-a pela nuca e lhe beijei com voracidade, enquanto minha outra mão já acariciava-lhe o sexo. Ela me dava arranhões deliciosos nas costas, o que me deixava ainda com mais tesão. Deitamos na cama, eu por cima dela, comecei a beijar-lhe os seios, sugando os mamilos. Desci com a lingua pela barriga dela, enquanto ouvia-lhe gemer deliciosamente cada vez mais alto a medida que eu me aproximava do seu sexo.

Antes de sentir o gosto doce do sexo daquela linda mulher olhei-a nos olhos e dei-lhe um sorriso de como quem diz: "isso vai ser bom".
Mergulhei naquele sexo, beijando, sugando, lambendo, penetrando-a com a lingua, as vezes parava para ver as expressões daquela deusa que se entregava a mim. Seus gemidos, e seu gosto faziam meu corpo extremecer. Ela rebolava enquanto eu a saboreava e assim ela logo chegou ao orgasmo.

Me puxou para cima e me beijou ainda querendo mais.
Entre beijos e caricias peguei na gaveta ao lado nosso mais novo brinquedinho e o coloquei. Ela me olhou com um sorriso, e ficou de quatro. Jogou os cabelos nas costas e disse:
- "Vem, faz de mim o que quiser!"
No mesmo instante eu a penetrei devagar, peguei-a pelos cabelos e comecei naquele movimento de vai e vem. Ela quase gritava de tanto tesão. Em pouco tempo o orgasmo veio novamente. Tirei o cinto, a virei de frente pra mim e deitei novamente sobre ela. Mas dessa vez, simplesmente dei um singelo beijo naquela mulher que me olhava com um grande sorriso nos lábios, enquanto recuperávamos o folego.

Sobre este texto

Yaf

Autor:

Publicação:11 de junho de 2013 14:01

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Lésbicas

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 11/06/2013.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

  • Ludmila
    Postado porLudmilaem11 de junho de 2013 14:08

    Oi, achei apaixonante, ainda não encontrei uma pessoa para me entregar assim, na maioria das vezes são transas paixão sem ardor. Você é de que cidade?
    bjo

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*