Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

Me leva pra casa, que te quero na cama!

“Putz, que tédio. É sempre assim, ninguem merece ficar sozinha.”
- Alô?
- …
- Lógico! Onde te encontro?
- …
- Perfeito! Te vejo em uma hora.

“Aê! Pelo menos vou ter compahia para o dia.”

- NOSSA!!! Tá querendo me conquistar é? Scarpin preto, vestido preto tomara que caia na altura da coxa, unhas feitas, cabelo perfeitamente loiro, liso e solto. Brincos de argola dourado para combinar com a delicada gargantilha de coração… Vem cá! Deixa eu te dar um cheiro. Hummm… e deliciosamente cheirosa. Assim, decididamente eu me apaixono.

- Como você é boba mulher! Sabe que só ando arrumadinha.

- Muito me encanta!!

- Engraçadinha! Você tambem está linda!

- Obrigada, mas nem me comparo a você. Outro nível! Rs. Quer fazer o que senhorita?

- Quero comer e ir ao cinema. Pode ser?

- Lógico. Vamos já comprar o ingresso e comemos enquanto esperamos dar o horário.

- Perfeito.

“Meu senhorzinho, o cheiro dessa mulher ta entrando em mim e me deixando louca. Sinto tesão só de imaginar tocando esse corpo. Aí ela vem e escolhe ver um desenho. Só tem criancinha na sala, nem posso tentar nada. Aguentaaaaaa.”

- Muito obrigada pela compahia! Adorei o filme o lanche e a conversa!

- Ô! Eu adoro estar ao seu lado e você sabe bem disso né? Sempre que quiser compahia é só me ligar!

- Obrigada linda! Agora vamos indo que esta ficando tarde. Te levo até sua casa.

- Ótimo! Obrigada. Vou te explicando como chegar lá.

- Perfeito!

“Essa mulher tá me enlouquecendo. Nem ta me dando bola. Será que estou fedendo ou feia? Aff… eu vou beijá-la e vai ser hoje!!!”

- Pega a proxima a esquerda… isso… agora para aqui um pouquinho.

- Nossa! Que rua escura. Você mora aqui?

- Não, é que to sentindo um cheiro estranho e acho que ta vindo do motor. Não ta sentindo?

- Ai meu Deus!! Não estou. Será que ta queimando? E agora?

- Calma! Vem, desce do carro e vamos ver. Talvez eu esteja louca. Vem sentir mais de perto.

- Ta certo. Aii, acho que ta ficando louca. Até abri o capô e não to sentindo nada.

- Era brincadeira linda! Só queria te tirar do carro. - Disse isso encostando-a no capô do carro e grudando meu corpo no dela.

- Quer me matar mulher? Ainda bem que é mentira. Vou matar você. - Ela disse me dando um soco no ombro e mordendo o lábio inferior. “Acho que está gostando do contato.”

- Se for de prazer eu deixo!

- Hummm abusada. Vem aqui!

Segurei-a pela nuca e dei-lhe um beijo sedento. Sem muita cerimônia fui logo passando minha mão na coxa dela, desecompassando sua respiração. Passei da boca para o pescoço e arranquei um gemido bem gostoso. Não resisti e levantei o vestido dela até a cintura, deixando a calcinha a mostra. Parei de beijá-la e admirei aquela visão maravilhosa. Coloquei-a sentada em cima do capô e logo ela abraçou minha cintura com as pernas. Já estava descontrolada de tesão então abaixei a parte de cima do vestido e suguei um de seus seios com vontade fazendo meu sexo molhar. Ela gemia alto enquanto que com uma das mãos eu puxava seu cabelo para tras e com a outra acariciava seu sexo, que já estava totalmente enxarcado. Me soltei do abraço de suas pernas e retirei a calcinha dela devagar, lambendo os lábios. Queria que ela entendesse o recado, e ela entendeu direitinho, apenas mordeu o lábio e ví seus pêlos arrepiarem. Já morrendo de tesão, caí de boca naquele sexo quente e molhado. Queria todo aquele liquido pra mim, queria sentir o gozo dessa mulher alí mesmo na rua sobre o capô do carro. Então suguei, lambi, chupei e a penetrei com a lingua. Ela gemia cada vez mais alto e eu sentia minha calcinha toda molhada. O gozo veio com um grito gostoso e eu saciei minha sede, sem deixar nenhuma gota me escapar. Fui subindo pelo corpo dela e a beijei na boca para que pudesse sentir o próprio gosto doce. Ela beijou me com desejo e me deu um tapa na cara.

- Safada! Tarada… Gostosa! Espera que vai ter volta.

- Humm, se continuar me batendo assim é que vou gamar de vez.

- Entra no carro abusada! Me leva pra casa, que te quero na cama.

“Essa noite vai ser deliciosamente longa! Adoooooooro.”

Sobre este texto

Yaf

Autor:

Publicação:7 de junho de 2013 12:21

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Lésbicas

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 07/06/2013.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

  • poliana
    Postado porpolianaem14 de julho de 2013 21:05

    nossa que delicia fiquei exitada me passa o seu telefone kkkk bjo.

  • Heleonora
    Postado porHeleonoraem8 de junho de 2013 09:55

    Uau! que história viu de tirar o folego. Menina ando tão sozinha, me passa o telefone dela, vai kkkkkkk bjo

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*