Conto Erotico | Historia Erótica
Pedofilia Nao
Conto Erotico | Livro erótico Contos Eróticos para ler a dois
Imagens Eróticas
Vídeos

Loucura com a enteada

Meu nome é Eduardo, tenho 37 anos e faz pouco tempo que me casei de novo, e tenho na minha casa duas enteadas que moram comigo e com minha esposa. Uma de 21 anos Ana Claudia e outra de 17 anos Ana Flavia, eu vou chamá-la assim. Bem resumindo, a mais velha Ana Claudia, uma loira e tanto , seios grandes e coxas grossas e olhos verdes, um tesão em forma de mulher, mas nunca tive muitas taras por ela em respeito a. A outra mais nova cabelos castanhos claros, seios grandes e uma bunda redonda pra não botar defeito , coxas menos grossas que a da irmã, e olhos azuis.
Mas teve um dia que minha esposa resolveu viajar na casa de Tia dela urgente e não pude acompanhar afinal tinha que trabalhar e as meninas também estudavam e trabalhavam também .
Eu sozinho em casa de boa ,depois de um dia de trabalho, no meu quarto, resolvi entrar no computador em sites de sacanagem e tempo depois lá estava eu socando uma punheta gostosa e quando percebi estava sendo observado perto da porta do quarto, pois o espelho estava mostrando o reflexo e certifiquei e vi a Ana Claudia que estava me vendo e fiquei assustado, mas fingi que não vi e continuei até gozar feito louco pela excitação que fiquei e quando olhei novamente não tinha mais ninguém na porta.
Dei um tempo e sai do quarto e vi Ana Claudia na cozinha e perguntei a ela:
_Chegou agora, não vi você chegar e ela me disse é sai mais cedo da faculdade e cheguei agora , pensei que estava dormindo Du(como me chamam) e respondi:
_Que nada Ana estava no computador e nem percebi você chegar, vou me deitar e me despedi dela.
Só que deitei pensando no ocorrido e fiquei pensando mil coisas.
E comecei perceber que na manhã seguinte ela saiu do banheiro só de toalha , pois havia tomado banho e disse Du pegue a calcinha pra mim no banheiro, eu esqueci, nossa fiquei com um tesão e quando peguei a calcinha estava toda molhada e quando fui entregar pra ela, disse com ar de sacana obrigada e saiu e perto da porta do quarto dela ela já tirou a toalha e entrou .Nossa meu pau estava latejando e nem percebi que Ana Flávia olhou pra mim e disse Du você está esquisito, e respondi acho que ainda não acordei, e ela riu , mas não é que parece, pois o que está embaixo da sua bermuda já acordou e deu risada e eu meio sem graça pedi desculpa e sai, fui pro quarto e não aguentei e bati uma punheta louca.
Eu sozinho em casa de boa depois de outro dia de trabalho , não tirava do pensamento o que havia acontecido no dia anterior .Acabei depois de jantar sozinho de novo me aliviar no computador de novo e por sacanagem deixei novamente a porta aberta , pois queria ver se acontecia de novo. Mas nada, e desisti. No dia seguinte o mesmo pensamento.e quando tentei raciocinar vi ela escondida de novo me vendo batendo uma punheta alucinada e fazendo de tonto me virei rápido e fingi assustado em ela me ver fazendo aquilo, coloquei a bermuda e vi ela saindo correndo, sai atrás dela , ai ela parou dizendo que era aquilo...meio sem jeito tentei explicar...ela respondeu fala, que isso Du que faz quando minha mãe não está em casa, ela me falou que ia falar tudo pra mãe dela, ai falei fudeu,e ela me disse: Confesso que fiquei meio receosa no início e com raiva de fazer isso pra minha mãe, mas aos poucos percebi que fiquei com tesão, depois que várias vezes que já havia visto várias vezes eu fuder a mãe dela e as vezes só de escutar ficava batendo uma sirirca atrás da porta. Passou então me espiar o que andava fazendo e via meu histórico no computador, Du, cansei de vê-lo tentando esconder o volume que formava sobre sua bermuda quando eu e minha irmã entravamos de repente no quarto .Du já até vi você se masturbar cheirando uma de minhas calcinhas que estava para lavar e vi várias golfadas de porra saindo do seu pênis. Como você acha que me senti vendo você se masturbar cheirando minhas calcinhas? Fiquei sem reação e ela voltou me dizendo....Du, pois naquela época senti um pouco de revolta ,as depois misturou a tesão e isso não passava de uma fantasia na minha cabeça, mas de um tempo pra cá, não estou aquentando e tentando explicar... Não me critique Du, mas acabei sentindo um tesão que não dá pra controlar...
Fiquei muito excitado e confessei a Ana a partir de hoje esse vai ser nosso segredo, eu estava de pau duro e cheguei ao ponto de mostrar pra ela e Ana olhou para o meu pau e sorriu me chamou de safado e acabei pedindo a ela para chupar, ficou sem resposta, mas acabou cedendo.Ela simplesmente disse que só não ia falar se ela pegasse no meu pau... se debruçou sobre mim e começou a mamar meu cacete duro, chupando meu pau, me fazendo sentir um tesão que nem mesmo com minha mulher eu poderia sentir e confessou que fazia tempo que queria fazer aquilo. Ai falei pra ela que achava ela um tesão que morria de ver ela pelada...ai ela então começou a se despir na minha frente só ficando de calcinha e sutiã e eu só batendo uma punheta na frente dela e ela gritando pra parar de bater...ai falei pra ela então vem e chupa meu pau...ela sem dó fez direitinho o que mandei...parecia que fazia tempo que não via uma pica pois estava chupando e gemendo que nem cadelinha no cio... e via aqueles lindo seios novinho e durinho pra mim...chupei feito louco....e quando consegui tocar sua boceta lisinha e toquei seu corpo como nunca houvesse tocado em mulher, quando meti a mão na sua bucetinha estava mais que molhada.. de tanto tesão...não aquentei e respondi que tinha adorado, queria mais, Ana sorriu e me disse que se quisesse iria ter que fazer ela gozar muito, Depois me empurrou para cama e disse mete na cama da mamãe vai.. se aproximou de mim e me deu beijo quente, eu já não aguentava de tesão quando ela começou uma dança sensual, tirando a calcinha, deu-me e mandou eu cheirar, acabei lambendo e ela me fez me masturbar enquanto ela dançava. Quando percebeu que eu ia gozar, cobriu meu pau com a calcinha e enchi sua roupinha de porra. deitou-se na cama com as pernas abertas e me chamou para chupá-la. “Vem gostoso. Chupa minha boceta, passei a língua de cima para baixo e subi enchendo minha boca com seu mel, Ana gemia me implorando para fodê-la logo,. coloquei ela de 4 e meti feito loko que a coitada até gritou de dor..ou de prazer, não sei, meti naquela bucetinha lisinha e quente.... sentindo minhas bolas baterem no seu corpo,depois tirei meu pau e chupei ate ela gozar varias vezes mandando parar, pois não estava mais aguentando ai resolvi então perguntar aonde ela queria que eu gozasse e pra minha surpresa ela falou que era no seu cuzinho , ai delirei, quando vi aquele cuzinho rosa piscando na minha frente, tentei na 1°vez mas não entrou, ai peguei um pouco do liquido da sua buça e coloquei no seu cuzinho e sem dó enfiei a menina deu um grito que acho que a vizinhança escutou....e mexia o quadril e dizia para eu ir devagar, minha rola forçava seu cu até que consegui bombar dentro dela sem dó naquele cuzinho quente e apertado e ela começou a gritar que ia gozar e até que finalmente não pude mais segurar e não deu outra enchi seu cuzinho de porra que até escorreu pra fora...deitamos no chão desfalecido..e depois disse que a sua irmã também já me tinha batendo uma punheta um tempo atrás e fiquei pasmo e ela riu...e depois deste dia sempre que dá um tempo nós transamos, mas esta historia fica pra outra vez....adoro sacanagem ....quem não gosta....kkkkk

Sobre este texto

zeca

Autor:

Publicação:8 de março de 2013 03:06

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Jovens

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Popularidade: 4.20/5
5 votos no total
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 08/03/2013.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

  • Aninha
    Postado porAninhaem11 de março de 2013 19:31

    Oi Du, amei ver nossa história aqui. Tem aquela do carro depois como foi dirigir sendo deliciosamente chupado.rsss beijos

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*
*