Conto Erotico | Historia Erótica

Publique seu texto gratuitamente!

Autores mais lidos
Loja História-Erótica
Conto erótico no isntagram
conto erotico no youtube
conto erotico no tumblr
Imagens Eróticas
Do fundo do baú

O Amigo do meu irmão XVII

O Amigo do meu irmão XVII
Fui para casa e la Debora já tinha chegado e estava trancada com meu irmão no quarto não resisti e fiquei atrás da porta ouvindo a conversa, olhando pelo buraco da fechadura.
_ ... Claro meu amor, so você mesmo para me dar um pouco de paz e alegria.
_ Então Murilo é um pouco sobre isso que queria falar com você e gostaria que me deixa se falar ate o final.
_ Você veio terminar comigo? Porque? É outro Debora você também esta me traindo pelas costas ou é por causa do viadinho do meu irmão? Esta achando que também sou viado é?
_ Para Murilo se ouve, você prestou atenção como você esta se referindo ao seu próprio irmão? a maneira como esta dizendo as coisas com uma agressividade, uma ironia em tudo brigando, gritando, sempre de mal humor esta parecendo ate uma copia mal feita do Beto, esse não é o Murilo com quem eu namoro a três anos, por quem eu me apaixonei, com quem estava fazendo planos para casar ter filhos.
_ Desculpa, por favor me desculpa, sou eu sim olha o Murilo que te ama que te quer casar com você, já falamos disso lembra de ter nosso filho...
Disse Murilo colocando uma mão em cada lado do rosto de Debora com os olhos mareados, mas Debora segura em seus braços e se afasta dele dizendo:
_ Mas não assim Murilo, não com esse novo Murilo ai. Como você acha que posso pensar em casar, ter um filho com você com esses pensamentos? Fico ate com medo do que pode acontecer se você me vir conversando com um amigo, ou nosso filho resolver fazer algo que você não aprove ou mesmo ser homossexual. O que vai fazer hã? Me trancar dentro de casa para eu não sair não falar com ninguém, prender nosso filho e obrigado a fazer somente o que você quer e se ele o desobedecer ou vir a ser homossexual expulsa lo de casa ou coisa pior?
_ Claro que não amor eu te amo! Nunca te prenderia em casa tenho certeza que você nunca me trairia.
_ Murilo você acabou de me perguntar se eu estava te traindo.
_ Foi raiva, falei da boca para fora.
_ Então você não pensa antes de falar? Sempre que estiver com raiva vai falar um monte de besteiras me magoar depois vir com uma cara de cachorro sem dono dizendo que foi sem querer que estava nervoso. Murilo você é um homem, um adulto, não quero alguém assim do meu lado.
_ Você esta certa Debora eu estou errado eu sei, é que estou muito nervoso com essa historia toda sabe, nunca pensei que meu irmão... poxa eu sempre fiz tudo com ele, o Lincon sempre foi um garoto normal eu nunca percebi nada de estranho como isso foi acontecer Debora, como?
Diz em prantos meu irmão, nunca tinha o visto daquela forma.
So pode ter sido aquele Vinicius como não pude perceber aquele lobo em pele de cordeiro rondando minha família meu irmãozinho inocente me diz Debora onde eu estava, meus pais, onde estávamos que não vimos?
_ Para Vinicius você fica culpando os outros, mas consegue perceber que foi você quem afastou o Lincon? Ele cresceu, não é mais um garotinho é um homem agora. O Lincon te idolatrava estava sempre ao seu lado, mas ai você passou a afasta lo a não querer que ele fosse com você aos lugares ficar junto com seus amigos...
_ Você não intende Debora eu queria proteger meu irmão, não queria que ele ficasse ouvindo aquelas conversas que rolam quando os caras estão juntos, festas, boates com cigarros, bebidas, sabe que ele não tem malicia e se ele se enturmasse com, mas influencias sabe que nesses lugares acaba rolando coisas...
_ E você estaria la para mostrar a ele que essas coisas não são legais, mostrar que ele pode se divertir sem virar um alcoólatra, sem drogas, apenas curtindo a musica conversando conversas sadias aprender a não absorver essas conversinhas de sacanagem sem conteúdo. Era isso que você como irmão deveria fazer, mas não fez.
_ Você tem razão Debora eu errei, mas...
_ Sim você errou e quem estava mais próximo dando atenção carinho protegendo das brincadeiras toscas do Beto? O Vinicius, sim o Vinicius estava ali, mas ele não é irmão do Lincon e com essas mudanças de adolescente para adulto ele foi percebendo o carinho do Vinicius para com ele, o jeito dele tratar as pessoas.
_ Ai aquele traíra se aproveitou da inocência do meu irmão pra comer ele pelas minhas costas. Porra!!!
_ Não Murilo ninguém te traiu meu amor, por favor intenda, Ninguém escolhe ser hetero ou não ser. Você por acaso quando estava se tornando um rapazinho recebeu um formulário de escolha? Ou tem em algum lugar um menu de botões onde pode apertar entre escolher ser hetero ou ter outra opção sexual? Isso não existe Murilo já nascemos assim e seu irmão nasceu homossexual assim como o Vinicius e quando os dois perceberam coisas em comum, coisas que se completavam entre si foram sim fomentando sentimento um pelo outro, mas nada aconteceu sem o consentimento de ambas as partes e o Lincon como eu disse ja é um adulto sabe exatamente o que faz.
_ Debora, Debora ele não sabe, ele esta enfeitiçado sei la o Vinicius fez isso se aproveitou da minha fraqueza, da minha falta de visão e seduziu meu irmãozinho com algum tipo de hipnose gay só pode, é isso! Aquele traíra deve ter hipnotizado meu irmão! Meu irmão é homem, é macho não vou permitir mais isso! Te amo Debora obrigado por me abrir os olhos, não sei o que seria desse cabeça dura aqui sem você!
Pela fechadura da porta vi meu irmão abraçar e beijar Debora e vir em direção a porta saio da porta e corro para o banheiro.
Saio do banheiro e entro no quarto Debora esta sentada na cama de Murilo a acariciando.
_ Falei com ele Lincon, mas parece que ele não intendeu o que eu disse.
_ Calma Dé, o Murilo é cabeça dura mesmo, eu que o diga.
_ Mas eu amo tanto esse cabeçudo, ele sempre foi meio ogro, ignorante, mas comigo sempre tão amoroso, amo esse lado protetor dele, quando ele gosta de alguém, gosta com todo coração.
_ Eu sei Dé e te garanto que ele te ama muito.
Nos abraçamos na cama e não conseguimos conter a emoção e choramos.
Mais tarde Murilo chega e entra no quarto, eu estava me trocando.
_ Que isso garoto, não sabe bater não?
_ Larga de ser bobo que essa bunda branca não é novidade pra mim.
_ Hum gracinha e se eu estivesse com alguém?
_ Você não é nem louco de trazer aquele... Aquele...
_ O meu N-A-M-O-R-A-D-O namorado Vinicius. Você traz a Debora e eu nunca reclamei.
_ É completamente diferente. Nos somos um casal normal de namorados vocês são... São... Ha eu não vou discutir isso com você, não quero brigar com você pelo contrario vim pedir desculpas.
_ Hã? O que desculpa? Você esta bem? Bebeu? Esta com febre?
Disse colocando a mão na testa de Murilo.
_ Para, sem provocações Lincon, é serio! Percebi que estou errado em como venho te tratando acho que não tinha percebido o quanto você cresceu... Bom ficou adulto ne... Porque crescer... Kkkk
_ Seu bobo kkkk disse tacando um travesseiro em meu irmão.
_Olha só o que tenho aqui? Dois ingressos para MusicMil.
_ Serio? Obaa!!!!
_ Vou ligar agora para o Vinicius e...
_ Não! Não ne Lincon essa noite é só nossa eu e você como irmãos soltos na nigth. E ai topa?
_ Não sei...
_ Que isso não confia no seu irmão? Está achando que vou fazer algo contra você?
_ Não Murilo claro que não, mas que tal chamarmos pelo menos a Debora para ir junto sabe assim o Vinicius não fica com ciúmes sabe e...
_ Vinicius, Vinicius, sempre o Vinicius essa cara ate quando não esta presente fica se intrometendo entre nos, parece que veio te roubar da gente de qualquer jeito.
_ Não fala assim Murilo o Vi.. ele não quer me roubar de ninguém e se você não fosse tão preconceituoso poderíamos ser todos amigos de novo como éramos antes só que ainda melhor já pensou nos quatro saindo para se divertir juntos?
_ Olha só Lincon eu estou tentando reparar meu erro me reaproximando de você, mas você também tem que facilitar um pouco as coisas certo? A Debora quer o antigo Murilo de volta...
_ Eu também quero o “velho” Murilo eu quero aquele meu irmão de volta.
_ Ok eu também quero, mas eu também quero uma coisa eu quero aquele garotinho esperto que me seguia pelos cantos, que ficava me imitando queria ate vestir as mesmas roupas que eu. Lembra quando compramos aquelas jaquetas e os óculos iguais você penteou o cabelo igual ao meu e saímos para tomar sorvete?
_ kkkk lembro temos ate uma foto.
_ Quero aquele Lincon de volta da para ser? Só por esta noite vamos relembrar os velhos tempos.
_ Tudo bem, mas...
_ Certo quer chamar a Debora, então chama a Debora, mas aquele cara não!
_ Hum, ta certo vou ligar para aquele cara só pra dizer que vou sair com meu irmão ok? Certo assim?
Liguei para Vinicius e disse a ele que meu irmão estava querendo sair comigo dizendo que era para nos reaproximarmos, mas Vinicius disse que iria junto, eu disse que não que meu irmão não aceitou a presença dele, mas que eu consegui que Debora fosse junto, Vinicius ficou mais tranquilo e disse que eu era muito esperto, mas mesmo assim para eu tomar cuidado e qualquer coisa errada ligar imediatamente para ele.
_ E ai Murilo já ligou para a Debora?
_ Não ainda não, vou ligar para ela agora.
_ Não pode deixar que eu ligo,
_ Não eu ligo para ela!
Para ter certeza de que Debora seria avisada, peguei o celular disquei e falei com Debora. Meu irmão fez uma cara meio estranha, mas logo abriu um sorriso me abraçou e disse que seria uma ótima noite.
Estou um pouco nostálgico hoje lembra daquela vez que nossos pais queriam ir na vovó no feriado prolongado, mas como eu estava começando no trabalho eu não iria emendar e não poderia ir e para você ficar comigo fingiu estar doente?
_ kkk Sim lembro porque?
_ Como você falou mesmo para a mamãe com a maior cara de doente do mundo?
_ Estava com muita vontade de ir mas estou doente, prefiro ficar com meu irmão ele vai cuidar de mim.
_ Isso mesmo! Sabia que a nossa mãe não acreditou em você ne?
_ Não? Eu jurava que tinha sido o maior ator.
_ Claro que não ne Lincon acha que a mamãe iria deixar você doente sendo que eu iria trabalhar?
_ È verdade não pensei nisso.
_ Mas porque lembrou disso agora?
_ Não sei nostalgia, pensando como você fazia de tudo para ficar perto de mim e agora...
_ Nossa que drama Murilo, menos bem menos.
_ Pronto agora é so esperar a Debora.
_Não, podemos ir ela vai nos encontrar la no MusicMil acabou de me ligar, o quê não acredita? Liga para ela então!
_ Ai cadê meu celular?
_ Perdeu o celular? Deixa eu ligar para ele.
_ Eu coloquei para carregar estava com pouca bateria.
_ Tem certeza? Onde colocou?
_ Não to encontrando.
_ Acho que não colocou não, ele esta dando desligado.
_ E agora?
_ Vamos indo e amanha te ajudo a procurar, sabe que a Debora detesta ficar esperando, me faz esperar horas se se me esperar cinco minutos faz o maior escândalo.
_ Onde eu fui deixar esse celular!
Sussurrei a mim mesmo. Com meu celular perdido fui com Murilo de carro para a boate, meus pais ficaram felizes ao nos ver saindo juntos nos pedindo para nos divertir muito e deixar as desavenças de lado.


Continua...

Autor: Mrpr2

Sobre este texto

mrpr2

Autor:

Publicação:9 de fevereiro de 2016 18:56

Gênero literário:Contos eróticos

Tema ou assunto:Gays

Compartilhe este conto erótico com seus amigos
Ainda não há estatísticas de leitura deste texto, pois ele foi publicado em 09/02/2016.

Comentários

Novo comentário

Os comentários serão moderados. Não serão aceitos comentários agressivos ao autor e/ou que divulguem sites comerciais. No campo nome só aceitaremos nome de pessoas. Se tiver interesse comercial Fale conosco para saber nossa política de publicidade.

Não há comentários até o momento. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário abaixo

*Campos com esta marca são de preenchimento obrigatório.
*

Seu endereço de e-mail não será publicado

Mova o seu mouse para fechar essa ajuda.
*